Home / Informações / A Baleia Orca Branca

A Baleia Orca Branca

Dados e Nome Científico da Baleia Orca Branca

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Mammalia
Ordem: Cetacea
Subordem: Odontoceti
Família: Delphinidae
Gênero: Orcinus
Espécie: Orcinus orca

Baleia Orca Branca
Baleia Orca Branca

A orca branca é, na verdade, uma baleia albina. Essa alteração genética é extremamente rara nos animais dessa espécie. O primeiro exemplar adulto foi avistado por pesquisadores em 2012 na costa leste da Rússia. O cetáceo macho, apelidado de Iceberg, foi visto em Kamchatka e levando uma vida normal e saudável junto às demais orcas.

A orca albina foi fotografada pelo cientista Eric Hoyt, estudioso especialista na espécie. Segundo ele, o tamanho da barbatana indica a idade do animal. No caso de Iceberg, seu membro media cerca de dois metros, o que significa que ele tinha, pelo menos, 16 anos.

Após quatro anos, em 2016, Iceberg foi visto novamente nadando perto das Ilhas Curilas, que formam um arquipélago vulcânico no extremo oriental da Rússia. Cientistas sempre quiseram acompanhar o crescimento desse animal, mas ele desapareceu em 2012 e pesquisadores temiam que ele pudesse ter morrido. Agora, os cientistas pretendem ficar de olho em Iceberg e saber mais sobre como ele tem sobrevivido como orca albina por todo esse tempo.

Orca Branca Primeira Aparição
Orca Branca Primeira Aparição

É possível que se tente fazer uma biópsia em Iceberg, mas os cientistas relutam em adotar essa abordagem a não ser que haja uma justificativa importante para a preservação da espécie. Eles esperam, no entanto, observar o animal mais de perto para, entre outras coisas, identificar a cor dos olhos do cetáceo.

Alimentação

Assim como as demais orcas, a baleia albina possui uma dieta muito diversificada, o que lhes permite sobreviver em diferentes habitats. Dessa forma, eles podem se alimentar de peixes, morsas, focas, leões marinhos e, ocasionalmente, grandes baleias.

Seu estilo de caça é considerado agressivo e, devido a sua preferência por menus carnívoros, essas baleias receberam o nome de “baleias assassinas”.

Orca Branca Adulta
Orca Branca Adulta

Em média, uma orca é capaz de ingerir cerca de 220 kg de comida por dia. Com uma expressiva variedade de presas e sem outros predadores além do homem, a orca é um animal que encontra-se no topo da cadeia alimentar.

Comportamento

Tecnicamente, “a baleia assassina” é um membro da família dos golfinhos e pode ser encontrado nos oceanos de todo o mundo. Seu habitat raramente é limitado pela temperatura, ao contrário de outras baleias.

Devido ao comportamento extremamente social dos grupos de orcas, eles podem ser vistos muitas vezes caçando juntos e usando estratégias da equipe destinadas a isolar e capturar presas. Iceberg, por exemplo, foi visto junto com outras 15 orcas não-albinas.

Rara Baleia Branca
Rara Baleia Branca

De acordo com especialistas, apenas uma em cada 10 mil orcas são completamente brancas. No caso de Iceberg, as razões da pigmentação incomum ainda são desconhecidas.

Interação social

As orcas têm um sistema social de agrupamento bastante complexo. A unidade básica é a linha matriarcal, que consiste numa única fêmea, a mais velha, e os seus descendentes. Os filhos e filhas da matriarca fazem parte desta linha, assim como os “netos”. Entretanto, essa última geração passarão a viver com a linha matriarcal das suas companheiras de acasalamento, sucessivamente ao longo da árvore genealógica destes animais.

Como as fêmeas podem viver até cerca de noventa anos, não é raro encontrar quatro ou mesmo cinco gerações de orcas vivendo na mesma linha. Esses grupos “matrilineares” são bastante estáveis e costumam manter-se durante anos. Os membros apenas se deslocam do grupo quando precisam procurar alimento ou acasalar.

Não há registro de nenhuma expulsão de um indivíduo destes grupos. Uma linha matriarcal chega a abrigar cerca de nove animais. As linhas matriarcais apresentam certa tendência a juntarem-se com outras, de forma a constituírem grupos com aproximadamente 18 indivíduos. O maior grupo registrado tinha 49 membros.

O próximo nível de organização dos grupos de orcas é o “clã”, que nada mais é que a reunião de vários grupos. Novamente, verifica-se que as relações entre os vários grupos são baseados na genealogia por linha materna. Vários clãs podem dividir a mesma área geográfica.

Baleia Orca Albina
Baleia Orca Albina

Existem registros de grupos de clãs diferentes viajando em conjunto. Quando isso acontece, há um ritual de reconhecimento, com saudações que consistem em colocarem-se em linhas paralelas semelhantes, antes de se misturarem por completo.

O último nível de associação é a comunidade, que pode ser definida, vagamente, como o conjunto de clãs que se unem regularmente. As comunidades não partilham, contudo, quaisquer padrões familiares vocais discerníveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *