Home / Curiosidades / Tubarões: Curiosidades, Fotos, Tamanho E Peso

Tubarões: Curiosidades, Fotos, Tamanho E Peso

Quando pensamos nos perigos presentes no oceano, não poderíamos nos esquecer sem dúvida alguma do tubarão. Estes animais impõem medo e de fato representam um grande perigo quando pensamos em exímios predadores. Está preparado para conhecer um pouco dos reis dos oceanos?

Você Disse Tubarão?

Antes de começarmos a falar sobre este incrível animal, precisamos esclarecer uma questão importante. Assim como acontece com outros animais, o termo tubarão é utilizado para designar vulgarmente animais que apresentam um esqueleto cartilaginoso e possuem um corpo hidrodinâmico. Dentro deste pequeno conceito existem inúmeras espécies distintas que apresentam suas particularidades e vamos conhecer um pouco sobre algumas delas.

Os tubarões são da subordem Selachimorpha e atualmente há catalogado cerca de trezentos e setenta e cinco espécies diferentes em todo o mundo. Deste total, oitenta e oito espécies foram registradas no Brasil.

São animais antigos e de acordo com registros históricos os primeiros tubarões teriam surgido a quatrocentos milhões de anos atrás.

Das espécies existentes há variações significativas de porte. Temos o tubarão anão que é o melhor já catalogado, possui apenas vinte centímetros de comprimento. Enquanto temos o tubarão-baleia, um dos maiores da espécie que possuem em média doze metros de comprimento.

São animais super predadores e como tal estão no topo da cadeia alimentar quando falamos das relações alimentares presentes no fundo do mar. Apesar de todo este poderio algumas espécies estão ameaçadas de extinção devido ao comportamento humano sobre a natureza e a destruição de seu habitat.

Entre as espécies mais conhecidas estão o tubarão-martelo, mako, tubarão-branco, tigre e tubarão-azul.

Tubarões
Tubarões

Etimologia Da Palavra E Outras Curiosidades

Inicialmente antes de ser cunhado o termo tubarão, estes animais eram denominados pelos navegadores como cães marinhos. Não se sabe ao certo de onde este conceito teria surgido afinal como sabemos não são animais nada parecidos.

Posteriormente a adoção do termo, teria surgido no português de Portugal o conceito tubarão e em espanhol o tubarón. Sem tradução este com a popularização das navegações os termos teriam se difundido e usados em publicações em alemão, francês e inglês.

Comportamento, Estilo De Vida E Características Físicas

Este é um tópico abrangente e visa nos proporcionar ainda mais conhecimentos sobre este animal.

Em relação ao comportamento dos tubarões, como verdadeiros predadores que são, são tidos como caçadores extremamente sozinhos.

De modo geral são animais de comportamento sedentário, não sendo, desta forma, muito ativos em seu dia a dia. Todavia, há algumas exceções nas quais as espécies percorrem longas distâncias de modo a encontrar condições ainda mais favoráveis para a caça e a reprodução.

A maioria das espécies sedentárias embora apresentem este comportamento podem se deslocar por longas distâncias para que possam se instalar em ambientes com boa disposição de alimentos e boas condições para sua reprodução.

Tubarão e homem
Tubarão e homem

Assim como há variações entre as espécies, ao mesmo tempo, em que temos espécies solitárias temos espécies bem sociáveis que podem até mesmo viver em bandos. E por falar em bandos o tubarão-martelo recortado pode viver em bandos com mais de cem indivíduos.

No caso dos tubarões que vivem em bandos estas sociedades são estabelecidas de maneira hierárquica.

Curiosamente os tubarões sedosos são animais que respeitam a alimentação e o alimento do tubarão oceânico que incrivelmente apresenta o mesmo tamanho que o primeiro. Se estão juntos, os sedosos demonstram medo frete a esta outra espécie. Não é possível determinar porque há este comportamento visto que apresentam as mesmas capacidades físicas.

E por falarmos em medo, algumas pessoas acreditam que os tubarões possuem medo dos golfinhos. Isso mesmo, e o pior é que de acordo com os estudos feitos, caso não seja medo, a postura adotada dá muito a entender que seria um certo receio. O mais curioso estudo feito foi com um tubarão-branco que teria atacado um pedaço de carne de foca sozinho no mar. Quando colocado junto a ele um golfinho mecânico o tubarão teria evitado o ataque e negligenciado o pedaço de carne.

Não há estudos conclusivos que puderam determinar o que de fato acontece nesta relação, mas o que se acredita, principalmente envolvendo seres humanos, é que os golfinhos protegeriam-nos do ataque deste implacável predador.

Tubarão Martelo
Tubarão Martelo

Como denotamos anteriormente é difícil traçarmos um tamanho ou um peso para o tubarão uma vez que cada espécie possui as suas particularidades. Dentre as mais conhecidas, temos o tubarão-branco com aproximadamente entre quinhentos e vinte quilos a até mil e cem quilos. Ao contrário do que acontece em outras espécies, as fêmeas de tubarão-branco são maiores que os machos e podem atingir até seis metros de comprimento. O tubarão-tigre por sua vez pode atingir em média sete metros e meio de comprimento e pesar por volta de oitocentos quilos.

A expectativa de vida, assim como o porte varia igualmente, mas é comum que as espécies vivam em média vinte e cinco anos, podendo ficar entre vinte e trinta anos. No caso dos tubarões espinhosos há a maior média em relação a sua expectativa de vida que pode facilmente superar os cem anos. Você não leu errado, o tubarão espinhoso pode viver mais de cem anos. Com uma vida tão longínqua quanto temos o tubarão-baleia que pode por vezes chegar aos cem anos.

Reprodução E Outras Informações

Os tubarões são animais sexuais e são reprodutores da seleção K, em outras palavras eles se reproduzem gerando poucos filhotes bem desenvolvidos, ao contrário do que acontece com outros animais que possuem uma grande prole de animais não muito desenvolvidos. Em média, a cada ciclo reprodutivo, a depender da espécie, podem dar à luz a em média de dois a até cem filhotes.

Diferentemente do que acontece com outros peixes e animais de modo geral, algumas espécies de tubarão apresentam o amadurecimento sexual tardio. O tubarão-limão é um exemplo disso, espécie que atinge a idade fértil perto dos quinze anos.

Embora sejam animais claramente sexuais, há dois casos reportados de reprodução assexuada onde uma fêmea teria dado à luz a um filhote através de partogênese. Segundo estudos feitos no filhote, o mesmo carecia de contribuição genética do pai, o que descartou que o filhote teria sido gerado após um incomum armazenamento de espermatozoides, sendo de fato resultado de uma reprodução assexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *