Home / Curiosidades / Tipos e Curiosidades do Grilo

Tipos e Curiosidades do Grilo

O grilo é um inseto pertencente à família Gryllidae. Existem aproximadamente 900 espécies de grilos, que são animais proximamente relacionados aos gafanhotos, wetas e paquinhas, pertencentes à mesma ordem Orthoptera. O grilo é um animal inofensivo ao homem, mas pode muitas vezes se tornar verdadeiras pragas agrícolas ou causar danos à propriedade.

Características Gerais do Grilo

As espécies de grilo variam em cor, tamanho e habitat, mas muitas compartilham características comuns. Apresentam variação no tamanho, podendo medir de 3 a 50 mm de comprimento, antenas longas muitas vezes curvadas para trás, e, no geral, são cilíndricos e levemente achatados, apresentando cabeça, tórax e abdome e dois pares de asas. As tonalidades de colorações variam do castanho-amarelado ao preto ou marrom.

As pernas traseiras são longas e fortes, visivelmente mais grossas e maiores que as pernas dianteiras. São apêndices locomotores adaptados ao salto e muitas espécies de grilo possuem espinhos afiados em suas pernas. Como alguns outros insetos, os grilos apresentam seu tímpano na perna. O tímpano funciona como um ouvido e compreende uma membrana esticada que captura o som.

Grilo
Grilo

As fêmeas da maioria das espécies apresentam um guia de postura de ovos muito longo denominado ovipositor. Essa estrutura ventralmente fixada na parte traseira do abdômen, às vezes, é tão longo ou mais longo que o próprio corpo do animal. A ponta do ovipositor é arredondada.

O grilo é um animal com hábitos noturnos, sendo muito ativo durante a noite e sua atividade é predominantemente controlada pelo clima e temperatura, sendo mais ativos nos meses mais quentes e permanecendo abrigados em temperaturas mais baixas.  Os grilos são animais hemimetábolos, apresentando uma metamorfose incompleta. Ovos são postos isoladamente ou em pequenos lotes no solo ou em fendas, geralmente em substrato úmido. Os ovos eclodem e nascem as ninfas, sem asas e que se alimentam de matéria vegetal, sofrendo várias ecdises até se tornarem adultas.

Distribuição e Habitat do Grilo

A família Gryllidae é cosmopolita e suas espécies estão distribuídas em todo o mundo, exceto nas latitudes acima de 55 °. A maior diversidade de grilos ocorre nas regiões tropicais.

Os grilos colonizaram muitos ambientes. As espécies selvagens habitam vários ambientes, podendo ser encontrados em pântanos, floretas, campos e pastagens, árvores e arbustos, cavernas e praias de regiões litorâneas. Os grilos domésticos habitam ambientes urbanos, dentro de casas, podendo ser encontrados atrás de móveis, em lareiras e fornos, em armários, frestas e sob tábuas do assoalho. Acheta domestica é a única espécie de grilo que ocupa e se reproduz dentro de casa. No entanto, outros grilos frequentemente utilizam ambientes domésticos como abrigo e em busca de alimento, ou involuntariamente, pois são atraídos pelas luzes durante a noite.

Tipos e Diversidade de Grilo 

Dentro da família Gryllidae, mais de 900 espécies são reconhecidas, divididas em subfamílias e grupos de subfamílias.

O grupo de subfamílias Gryllinae inclui os grilos do campo, animais com aproximadamente 12 mm de comprimento, comumente encontrados em pastagens e áreas arborizadas. O grupo inclui espécies de grilos normalmente terrestres e com hábito alimentar onívoro, consumindo uma grande variedade de alimentos que inclui sementes, plantas inteiras ou insetos vivos ou mortos. As subfamílias apresentam espécies com distribuição tropical e subtropical, incluindo América Central e do Sul, África, Coréia, Japão, Austrália e Ilhas do Pacífico.

O grupo de subfamílias Podoscirtinae inclui grilos de grama e de arbustos. São animais terrestres e onívoros, distribuídos na América Central, África, Ásia e Austrália.

Tipos de Grilo 
Tipos de Grilo

O grupo de subfamílias Phalangopsinae inclui espécies de grilos conhecidos como grilos-aranha, com morfologia semelhante a uma tarântula. A maioria das espécies é noturna e podem ser animais gregários. O grupo também inclui os grilos-besouros, espécies terrestres, carnívoras ou onívoras. As espécies desse subgrupo são encontradas em regiões tropicais e subtropicais, majoritariamente na Ásia e Oceania. Habitam áreas rochosas, perto de madeiras caídas e no sub-bosque das florestas.

A subfamília Eneopterinae apresenta mais de 500 espécies de grilos de arbustos. São animais médios a grandes e de cor marrom ou cinza. Compreende espécies herbívoras, se alimentando de folhas flores e frutas e ocasionalmente podem causar danos econômicos à agricultura. As espécies desta subfamília ocorrem majoritariamente em habitats tropicais úmidos.

A subfamília Oecanthinae compreende as espécies de grilos de árvores. O grupo inclui nove gêneros de animais noturnos, com coloração mimética, vivendo em árvores e arbustos. As espécies de grilos de árvores estão distribuídos em todos os continentes, exceto na Antártida.

Curiosidades Sobre o Grilo

  • Canto: os grilos são popularmente conhecidos pelo canto, mas somente os grilos machos são capazes de cantar. O som emitido é o resultado do fechamento repentino das asas, seguido da fricção das asas nas pernas. Os sons não são todos iguais, variando de acordo com a espécie, época do ano e intenção do animal, existindo cantos de chamado, de agressão e de acasalamento. Na cultura brasileira e em alguns outros lugares o canto de um grilo é um sinal de chuva, enquanto em outras culturas pode ser sinal de dinheiro ou morte.
  • Mitos e surpestições: os grilos são animais que aparecem em muitos mitos e superstições. A presença de um grilo traz um significado de boa sorte, inteligência, prosperidade e fartura, sendo um excelente presságio. Ferir um grilo pode supostamente causar infelicidade. No leste da Ásia, na China e no Japão, os grilos machos eram engaiolados, pois se acreditava que seu canto confortava seus donos durante o sono. Na realidade, até hoje, o grilo é um animal criado em vários países asiáticos e vendido como animal de estimação.
Curiosidades do Grilo 
Curiosidades do Grilo
  • Brigas de grilo: os grilos são animais agressivos e muito fortes e, na China, as brigas entre os grilos constituem um entretenimento esportivo, sendo muito popular há muitos anos. O “esporte” tornou-se um negócio, envolvendo grandes quantias de dinheiro em apostas. A briga ocorre sempre entre machos que são tratados com uma dieta especial.
  • Fonte de alimento: Em algumas regiões da Ásia, como o Camboja, o Laos, o Vietnã e a Tailândia os grilos são comumente preparados fritos e consumidos. Alguns países criam toneladas de grilos por ano como fonte de alimento para humanos e também para animais de cativeiro, como zoológicos, animais de laboratório e animais de estimação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *