Home / Curiosidades / Tipos De Cobras Venenosas Com Fotos

Tipos De Cobras Venenosas Com Fotos

Serpentes sempre causam medo na maioria das pessoas. Quando pensamos em cobras grandes este medo pode ser ainda maior mesmo que às vezes não sejam animais de fato excepcionalmente perigosos principalmente para nós. Falamos isso porque não são todas as cobras que são venenosas.

Mas calma, não estamos falando que as serpentes constritoras, não peçonhentas, aquelas que se utilizam da força para prender e sufocar sua presa não apresentam riscos para nós, muito pelo contrário. Elas apresentam, sim!

Mas podemos considera-las menos perigosas visto que habitualmente quando da presença humana tendem a fugir. Embora isso não seja uma regra. Cobras peçonhentas por sua vez assim que denotam a presença de uma ameaça se preparam para o ataque.

Bom, agora que já esclarecemos que não são todas as cobras que possuem veneno e consequentemente podem ser de fato perigosas eminentemente para nós vamos conhecer alguns exemplares de serpentes peçonhentas que encontramos em nosso país.

Cobras Venenosas no Brasil
Cobras Venenosas no Brasil

As Cobras Peçonhentas No Brasil

Em nosso país há cerca de trezentas e setenta espécies diferentes de cobras. Mas há apenas dez que poderíamos classificar como as mais perigosas. Estas dez se enquadraram em apenas dois grupos. São eles os Elapidae e as Viperidae. No grupo de Elapidae estão as cobras corais e no grupo Viperidae estão as cascavéis e as jararacas.

Os acidentes envolvendo cobras peçonhentas, o chamado ofidismo, para a Organização Mundial da Saúde (OMS), é um problema de saúde pública negligenciado em países tropicais como no caso do Brasil, por exemplo.

Levantando um pouco mais alguns dados podemos encontrar que: as jararacas correspondem a cerca de noventa por cento dos casos envolvendo acidentes desta natureza, em seguida vem as cascavéis responsáveis por sete por cento dos casos, em seguida as sucuris com dois por cento e as corais por último responsáveis por apenas um por cento dos casos de acidentes.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as serpentes em nosso país vamos conhecer algumas das mais perigosas que podemos encontrar.

Urutu Cruzeiro, Uma Cobra Pra Lá De Perigosa

A urutu Cruzeiro, também conhecida apenas por urutu, Cruzeiro, cruzeira ou ainda por seu nome científico Bothrops alternatus é um cobra muito presente no Centro Oeste do nosso país assim como também na região Sul. Podendo ser vista igualmente no Uruguai, no Paraguai e na Argentina.

Apesar do seu tamanho não colocar assim tanto medo, seu veneno com certeza impõe este medo.

É um cobra curta e espessa. Sua coloração tem uma mescla interessante entre preto e marrom escuro amarelado. Em seu couro há a marcação de uma espécie de fechadura desenhada.

Bom, características físicas a parte a urutu é uma cobra que faz parte de um conhecimento, ou melhor, ditado popular, “se não matar, aleija”. E de fato o veneno desta serpente pertencente ao grupo Viperidae é capaz de destruir o tecido muscular. O que já podemos imaginar é capaz de causar grandes problemas clínicos.

Cobra Cotiara

A cobra cotiara é assim como a anterior um exemplo de serpente perigosa mas ao contrário, se distribui geograficamente em um número maior de estados que a urutu Cruzeiro.

A cotiara pode ser encontrada em São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e também no Paraná.

É conhecida como um serpente extremamente agressiva, capaz de se preparar para o bote apenas ao sentir o cheiro de uma possível ameaça.

O seu nome científico é Bothrops cotiara e é tida como uma das cobras mais bonitas da fauna brasileira.

Sua coloração é resultado de uma mescla de marrom avermelhado escuro com um tom um pouco mais claro. É notadamente uma cobra solitária, noturna e terrícola.  Sendo um animal vivíparo dá a luz a em média a seis filhotes mas pode chegar ao incrível número de doze por gestação.

A Cobra Mais Venenosa Da América Do Sul

A caiçaca ou ainda surucucu é o nome científico da chamada Lachesis muta. Em poucas palavras esta serpente é conhecida como a maior e mais perigosa cobra peçonhenta da América Latina. Pode atingir cerca de um metro e sessenta centímetros de comprimento e é caracterizada pelo seu rápido ataque ao objeto de seu bote. Pode ser encontrada na região central e sudoeste de nosso país. Também é muito comum na Argentina, na Bolívia e no Paraguai.

Por ter um bote caracteristicamente mais vertical pode acabar atingindo membros mais altos de sua presa.

Os acidentes denominados de acidentes de ofidismo como esta serpente não apresentam altos índices mas quando ocorrem são acidente com alto grau de seriedade, alto comprometimento tecidual além tonturas, náuseas e também diarreia.

O mais comum de ocorrer em relação a esta espécie de serpente em específico é o chamado acidente proteolítico que em outras palavras pode causar a coagulação, a hemorragia e concomitantemente problemas de ordem neurológica.

Cobra Coral

Enquanto a cobra coral falsa não chega nem mesmo a ser conhecida como um animal peçonhento, não tendo veneno, a cobra coral verdadeira é tida como uma das cobras com o veneno mais forte e letal do planeta.

Pode ser encontrada principalmente na África, na Ásia bem como na Austrália e no Brasil. No caso do Brasil sua distribuição geográfica é consideravelmente grande.  Podendo ser encontrada nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, e Paraná.

Em nosso país temos 39 espécies e subespécies de coral e a mesma é caracterizada por seu veneno ser neurotóxico. Pode causar desde alterações na visão como visão embaçada, turva ou dupla, salivação excessiva e dores musculares.

Em casos mais raros o indivíduo picado pela cobra pode desenvolver um quadro de insuficiência respiratória e evoluir para o óbito.

A Cobra Cascavel

Não poderíamos esquecer dela. Certamente quando pensamos em cobras perigosas e peçonhentas pensamos na cascavel. E de fato este pensamento está coberto de razão.

A cascavel, que pode ser encontrada além do Brasil na Argentina e também na Colômbia, tem um veneno de ação neurótica. Dificultando a locomoção e também a respiração do indivíduo por ela picado. Outros efeitos do seu veneno são visão turva e paralisia dos olhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *