Home / Curiosidades / Tipos de Bisão: Americano, Europeu e Asiático

Tipos de Bisão: Americano, Europeu e Asiático

No mundo, a mãe natureza nos impressiona com a variedade de espécies do mesmo tipo que existem andando por esse mundo a fora. Um grande exemplo dessa diversidade fascinante são os bisões.

Animais bastante característicos por sua cara assustadora, pelos que parecem lã e chifres pontudos. Nas costas uma elevação, como uma corcunda ou algo do tipo que o faz parecer maior do que realmente é. Essa parte é chamada de crista dorsal.

Na natureza, 3 tipos diferentes, porém, semelhantes em aparência, estão catalogados. São eles o bisão-americano, bisão-europeu e Bisão-asiático.

Eu que o que muitos estão pensando, o bisão-asiática não tem os olhos puxados. É uma duvida esclarecida. Brincadeiras a parte, os bisões são animais de grande porte, fortes e bem bravos as vezes.

Em boa parte do muno, os bisões são considerados os maiores mamíferos terrestres. E não é para menos. Uma confusão bastante comum é chamas o bisão de búfalo, uma vez que ambas as raças bisão e búfalo são bem diferentes.

Bora conhecer um pouco das espécies?

Bisão-Asiático – Gauro

O Bisão-asiático é uma espécie que vive na Ásia, provavelmente por isso leva esse nome. Essa espécie também é chamada de Gauro ou bisão-indiano. Porém, por habitar a Ásia, o nome de bisão-asiática cai melhor nele.

Mesmo assim, a índia também possui populações bem grandes desses animais, o que os torna igualmente bisões-indianos. Parece confuso, eu sei, mas você vai entender.

Se uma vez te falaram que o boi era o maior gado, lembre-se que é mentira. Esse posto é ocupado pelo bisão-indiano/asiático. Uma das maiores espécies de gado selvagem, sendo até bem maior que seu primo próximo, o búfalo.

Gauro
Gauro

Alguma vez você já ouviu alguém dizer que está tão musculoso quanto um bisão? Pois é, o macho dessa espécie tende a ser muito musculoso, e sua força é enorme. Seu peso tem uma grande variação entre seus gêneros. As fêmeas tendem a pesar pouco mais de 450kg podendo alcançar os 1000kg. os machos, por outro lado, beiram os 600kg podendo chegar a 1500kg.

Outro fator que influencia nos tamanhos dos animais é o local onde vivem. Quando resolvi comparar os búfalos-asiáticos de acordo com os lugares onde vivem, percebi uma diferença de quase 300kg de uma região a outra.

Os bisões-asiáticos tem uma dieta rica em verde. São fãs de um bom lanchinho de ervas, arbustos e até arvores. Boa parte de seu tempo ele gasta se alimentando, e o resto dedica ao descanso.

Bisão-Americano – Bisonte

Como o próprio nome já diz, o bisão, ou bisonte, americano, é uma espécie que habita a pradaria norte americana. Vivem sempre em grandes manadas e são como aves no inverno, procurando os lugares mais quentes para habitarem, viajando para o sul.

A muito tempo, na época da colonização, essa espécie quase foi completamente extinta devido a caça constante, sem falar das doenças que os afligiram derivadas dos gados domésticos que criavam em conjunto.

Encontramos duas subespécies vivendo no continente americano. Esses são bisões de características diferentes, porém, pertencem a classe de bisões-americanos.

O primeiro, Bisão da floresta, e caracterizado por sua altura e corcunda quadrada que possui, habitando principalmente áreas de floresta. Seus vizinhos próximos, os bisões da planície, são menores e menos encorpados e se caracterizam por uma corcunda levemente arredondada.

Falamos agora pouco sobre o Gauro, o Bisão-asiático, e podemos usa-lo nesta comparação. Se fizermos uma escala de tamanho, o bisão da floresta é um dos maiores bisões da espécie, porém, fica em segundo quando posto ao lado de um Gauro.

No entanto, os norte-americanos podem se orgulhar por terem do seu lado o gado selvagem considerado o maior animal terrestre da América do norte.

Bisonte
Bisonte

O bisão-americano é dono de um grosso casado de pelos longos, que o mantem protegido e quente mesmo no rigoroso inverno. No entanto, ele não sente calor no verão e o pesado casaco acaba ficando mais leve para suportar as altas temperaturas.

A coloração geralmente clara dos pelos no verão dá lugar a uma mudança brusca, tornando-se escuro no inverno. O bisão pode alcançar com primeiros que chegam a 3,5 metros, mas, espécies pequenas como o bisão da planície podem alcançar os 2 metros.

Sua altura é bem variada, tendo em média 1,50 metros até 1,86 metros, sendo ainda menor que seus amigos próximos, os bisões-europeus.

E seu peso também é variado, tento entre 400kg até 1000kg. o mais pesado já visto tinha 1270kg. os chifres assustam com seus 61 cm de comprimento.

Todos os gados possuem o mesmo gosto por alimentos, preferem gramas, ciperáceas. São herbívoros de natureza e passam um bom tempo se alimentando.

Bisão-Europeu

Oficialmente, o bisão-europeu e o bisão-americano são as duas espécies mais predominantes no mundo. Estimasse que uma terceira espécie oficial, além dessas duas, tenha existido a bem pouco tempo.

A duas décadas, o bisão-europeu foi posto na lista de animais em risco de extinção e hoje é uma das espécies protegidas que são classificadas como “vulnerável”. A poucos séculos. A pele a os chifres dos animais era muito cobiçada e sua carne era bastante consumida.

Mas, principalmente o que o animal tinha pra dar, seus chifres, onde eram usados para armazenar bebidas.

Comparando ao bisão-americano, o bisão-europeu possui tamanhos quase iguais, variando quando adulto de 2 metros até 3,5 metros. Sua altura também é bastante assustadora, podendo chegar as proporções de um homem de altura media (1,60) ou maior que isso (1,95).

Bisão-Europeu 
Bisão-Europeu

Aqui vemos um dos bisões desta lista com o menor peso, embora seja grande. Um macho adulto de proporções normais pode ter de 400kg a 920kg, mas, em outras circunstancias, o peso do macho adulto pode alcançar os 1000kg e as fêmeas é diferente.

Uma fêmea de bisão-europeu mante seu peso médio aproximadamente em 450kg. são animais herbívoros, ou vegetarianos se preferirem, alimentando-se basicamente de grama, plantas em geral, arvores etc.

São belas criatura e sua carne já foi uma das mais consumidas, além de já terem sido muito criados em cativeiro.

Conclusão

Duas das três espécies de bisões citadas neste artigo são consideradas oficialmente as únicas ainda existentes no mundo, sendo elas os bisões-americanos e bisões-europeus. Esse fato encontra-se registrado em muitas bases de pesquisa.

A espécie asiática, Gauro, também se encontra em existem, mas não é citada em nenhum dos sites onde o bisão é mencionado. Na verdade, não conseguir achar motivos que os fazem ficar de for do mapa de existência da espécie.

Mas, são animais lindos e assustadores as vezes, donos de uma força e tamanho fenomenais, dignos de muita admiração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *