Home / Curiosidades / Sapo Dourado É Perigoso? Tem Veneno?

Sapo Dourado É Perigoso? Tem Veneno?

Você já ouviu falar em um sapinho cuja coloração vibrante e chamativa com seus poucos centímetros o faz parecer um brinquedo? Descoberto em 1978 pelos cientistas, o sapo ponta-de-flecha (Philobates terribilis) ou sapo-dourado, é um pequeno batráquio que é conhecido pelos indígenas a centenas de anos. Pode ser encontrado nas florestas tropicais do pacífico colombiano e também na América do Sul.

Características

Considerado o animal terrestre mais perigoso do mundo, o sapo dourado mede de 1,5 centímetros e 6 centímetros e o seu corpo traz uma coloração amarelo vibrante e brilhante que é quase que como um aviso para não se aproximar dele.

Preferem viver em áreas mais úmidas e chuvosas, onde podem viver em no máximo 200 metros acima do nível do mar, com temperaturas que variam em pelo menos 26 graus e 80 % de umidade do ar.

Possuem patas que se assemelham a discos que o fazem subir nas árvores e uma característica que o diferencia de outros sapos é que eles possuem uma espécie de dente maxilar inferior.

Sapo Dourado
Sapo Dourado

A sua alimentação é baseada em alguns tipos de formigas, como também besouros, grilos e demais insetos variados que habitam o clima úmido das suas florestas.

A sua reprodução se dá pelo acasalamento onde o macho corteja a fêmea vocalizando. A fêmea então deposita aproximadamente 15 ovos embaixo de uma folha e o macho, por sua vez, tem a missão de cuidar para que os ovos sempre fiquem sobre a água. Após 12 dias os ovos eclodem e os girinos se põem sobre o dorso do pai até que completem a sua metamorfose.

Seu amadurecimento sexual se dá pelo atingimento de um certo tamanho e não pela sua idade, como a maioria dos animais.

É um tanto quanto exótico, porém é possível obter esse tipo de sapo como animal de estimação, porém é importante seguir alguns pré-requisitos para que o animal viva de maneira confortável. Devido a sua criação em cativeiro inibir a existência do seu veneno, pois ele irá se alimentar de pequenos grilos e insetos que não possuem o veneno presente na sua toxina, este tipo de criação é possível. Para isso é necessário possuir em casa um aquário mantido em cerca de 20 graus e mantê-lo sempre úmido através de borrifadores ou outros dispositivos próprios para tal para que seja possível abrigar o animal. Além deste cuidado será necessário preencher o local com pedras, galhos e troncos para ele subir e muitas folhas e plantas para que o animal possa se esconder se desejar, ou seja, a ideia é imitar o habitat onde este animal vive na floresta para que se sinta acolhido

O veneno

Com mais de 100 toxinas identificadas na pele deste animal, a principal toxina existente nesta espécie de rã é a homobatracotoxina, um composto químico que tem como sua principal característica a falência múltipla dos órgãos.

Menos de uma grama do veneno do sapo dourado tem a capacidade de matar um ser humano adulto ou um elefante. A toxina liberada pelo seu corpo acaba paralisando o sistema nervoso da vítima atacada, levando à fibrilação muscular e insuficiência cardíaca em instantes.

Porém não precisa se preocupar, pois ao cruzar com esta espécie em uma mata você não corre grandes perigos se não mexer com ela, devido ao fato de que este sapo só irá soltar a sua toxina em momentos de perigo extremo.

O seu nome popular, sapo ponta-de-flecha, se dá pelo fato de que antigamente as tribos indígenas utilizavam a sua pele para envenenar a ponta das suas lanças de flechas nas batalhas contra inimigos.

A presença de toxinas e demais substâncias presentes na sua pele é, atualmente, motivo de estudo pra diversos cientistas

Devido esses anfíbios conviverem a milhares de anos com diversos tipos de animais na natureza, as suas cores servem como uma maneira de aviso aos outros animais, para que não se aproximem quando o animal possui cores vibrantes e chamativas.

Curiosidades

  • Esse tipo de sapo é tóxico para um humano se o mesmo ingeri-lo ou entrar em contato encostando apenas a boca ou a língua;
  • As fêmeas adultas são ligeiramente maiores que os machos, podendo medir até 50mm;
  • Este tipo de rã pode viver até cerca de 5 anos, por não possuir muitos predadores naturais devido ao seu veneno, sendo o ser humano o principal predador causando a destruição do seu habitat;
  • Os girinos dessa espécie se tornam tóxicos desde pequenos, pois absorvem a toxina desde o seu nascimento;
  • Pesquisas científicas estão sendo levadas adiante para o uso das suas toxinas em aplicações medicinais, como anestésicos melhores até mesmo que a morfina e outros tipos de medicamentos;
  • A família desta espécie, a Dendrobatidae surgiu a mais de 45 milhões de anos nas florestas do norte da América do Sul;
  • Pesquisadores descobriram que o sapo dourado não produz seu próprio veneno, mas sim o adquire através de formigas ou insetos que consomem a planta que produz o veneno perigoso, deste modo, se criados em cativeiro com alimentos não tóxicos, este animal também não será tóxico;
Sapo Dourado
Sapo Dourado
  • Um experimento realizado com o veneno deste sapo consistiu em fazer galinhas e cachorros entrarem em contato com um papel toalha o qual o sapo andou e isso fez com que os animais morressem;
  • Um de seus principais predadores é a cobra Liophis epinephelus, que é resistente ao seu veneno, porém não completamente imune;
  • Quando utilizado o seu veneno nas pontas das flechas de tribos indígenas o seu veneno ficava letal por cerca de dois anos na flecha;
  • O Philobates terribilis pode possuir outras cores além da dourada, como verde, creme, branco e amarelo;
  • O veneno deste animal está presente em uma ave venenosa presente na Papua Nova Guiné, porém a intensidade do veneno presente nessas aves é bem menor do que a presente no sapo;
  • Infelizmente esta espécie está correndo sérios riscos de extinção, devido a destruição do seu habitat pelo ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *