Home / Curiosidades / Quantos Filhotes Um Tubarão Cabeça-Chata Pode Ter?

Quantos Filhotes Um Tubarão Cabeça-Chata Pode Ter?

O tubarão de cabeça chata ou tubarão zambeque é uma espécie da ordem Carcharhiniformes classificada como quase ameaçada de extinção. É extremamente perigosa para nós seres humanos devido a facilidade com que podemos encontrá-lo e as chances deste encontro resultar em um ataque são altas.

Hoje vamos apresentar um pouco mais sobre esta espécie e como é o seu processo reprodutivo. Vem com a gente?

Tubarão Cabeça Chata

O tubarão zambeque, que recebe o nome científico de Carcharhinus leucas, também pode ser por vezes denominado como tubarão cabeça chata ou de modo abreviado C. leucas. É uma espécie que vive tanto em água salgada quanto doce e que pode apresentar porte de até três metros e meio, podendo ficar bem abaixo disso com pouco mais de dois metros.

Em relação as suas características físicas, possui o ventre totalmente branco enquanto o seu dorso apresenta uma coloração próxima de marrom ou cinza escurecido. Seus dentes, como acontece como a maioria dos tubarões, possui o formato serrilhado e triangular. A dentição presente na parte superior de sua mandíbula está mais que apta para o corte da carne, podendo facilmente rasgá-la. Em mandíbula inferior por sua vez, os dentes são responsáveis por segurar firmemente a presa.

Por conta da força de seus dentes e do hábito de chacoalhar a cabeça com a presa entre os seus dentes, causam grandes e graves ferimentos que no caso de ataques a seres humanos pode levar a vítima a óbito.

Tubarão-de-cabeça-chata
Tubarão-de-cabeça-chata

A Alimentação Do Cabeça Chata E Seu Habitat

O tubarão de cabeça chata se alimenta basicamente de peixes, arraias, aves e também de outros tubarões, inclusive pode ter o comportamento canibal, se alimentando de sua própria espécie. Em relação ao seu habitat comumente encontra-se próximo a costa das praias, mas também pode ser avisatado em rios e lagos e justamente por essa capacidade de se encontrar em baixa profundidade é a principal espécie a atacar seres humanos.

Tanto por esta característica (o tubarão-de-cabeça-chata pode ficar tanto entre um metro de profundidade quanto a trinta metros) quanto por sua capacidade de viver em baixa salinidade seria o que justificaria o elevado número de ocorrências envolvendo a espécie e ataques a seres humanos.

No Brasil, o tubarão de cabeça chata é encontrado principalmente no estado do Recife na praia de Boa Viagem onde juntamente ao tubarão tigre foi responsável por uma série de ataques a banhistas. Mundialmente é conhecido como a espécie mais mortal para seres humanos, sendo possivelmente a que mais mata entre todas as espécies de tubarão.

Reprodução do Tubarão De Cabeça Chata

Infelizmente como acontece com algumas espécies de animais, não há informações precisas sobre o comportamento reprodutivo desta espécie. Aliás, não há informações precisas nem mesmo quanto a quantidade de filhotes que esta espécie pode gerar por gestação. Este cenário é resultado da inexistência de estudos aprofundados sobre o tubarão-de-cabeça-chata.

Dentre o que conseguimos encontrar sobre a reprodução deste animal está o fato de que são animais vivíparos e como tal os filhotes se desenvolvem no interior de suas mães e a gestação dura em torno de um ano. Isso mesmo, a gestação do tubarão-de-cabeça-chata dura aproximadamente entre doze e treze meses. Quanto a quantidade de filhotes que podem nascer de uma única vez há controvérsias, alguns levantamentos denotam que a fêmea dá à luz a dois filhotes por gestação, enquanto outros estudos destacam que o número de filhotes que nascem de uma gestação do tubarão-de-cabeça-chata são treze.

O tubarão-de-cabeça-chata atinge a maturação sexual por volta dos dez anos quando procuram um parceiro para se reproduzirem. O acasalamento ocorre no início do verão costumeiramente e os filhotes assim que nascem já são totalmente independentes de seus pais uma vez que nascem bem desenvolvidos e com dentes para a capturara de suas presas para que possam sobreviver. O porte dos filhotes fica em torno de setenta a setenta e cinco centímetros de comprimento.

Informações Importantes

O tubarão-de-cabeça-chata, como se já não possuísse uma grande variedade de nomes com os quais pode ser mencionado, em inglês é denominado de tubarão touro pela imponência de seu majestoso porte.

Ao olharmos bem para ele é possível percebemos que o tamanho de sua boca é levemente desproporcional ao seu tamanho. Por falarmos em tamanho, assim como acontece com algumas das espécies, o tubarão-de-cabeça-chata fêmea é relativamente maior do que o macho. Enquanto o macho pode atingir cerca de dois metros e vinte centímetros (em média) e pesar noventa e cinco quilos, a fêmea pode chegar (em média) a dois metros e meio, e pesar próximo de cento e cinquenta quilos.

O tubarão-de-cabeça-chata é a espécie com maior taxa de testosterona entre todos os animais do planeta. Isso mesmo, os níveis de testosterona é o mais elevado do reino animal, sendo elevado até mesmo nas fêmeas. Por conta deste elevado índice é uma espécie feroz e extremamente perigosa. Para que você tenha ideia da agressividade deste animal, por conta de sua territorialidade, podem acabar atacando até mesmo animais maiores do que ele próprio caso invadam seu território.

Nossa recomendação é que você evite entrar em águas em que é possível encontrar o tubarão-de-cabeça-chata. Além desta recomendação a dica é que pessoas que estejam com ferimentos ou sangramentos mantenha-se longe do mar, para evitar atrair não somente essa espécie, mas a de outros tubarões também.

Tubarão De Cabeça Chata
Tubarão De Cabeça Chata

Não nade sozinho, procure ir sempre em grupo e somente adentre até uma área em que você consiga se manter em pé normalmente. Outra dica importante é quanto ao horário em que você vai nadar. Evite nadar durante o amanhecer ou ao entardecer que é quando os tubarões estão a caçar e são consequentemente mais ativos.

Se você perceber que há um tubarão na região próxima de onde você está nade de volta a segurança da maneira mais breve possível. Tubarões se aproximam de seres humanos por vezes por curiosidade, mas ainda assim é melhor se afastar o quanto antes do animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *