Home / Curiosidades / Quantos Dias Leva Para Chocar Um Ovo de Galinha?

Quantos Dias Leva Para Chocar Um Ovo de Galinha?

Já pararam para pensar em quanto leva para uma galinha chocar seus ovos, para em seguida vermos aqueles pintinhos lindos andando por aí? Atualmente com as disputas econômicas das indústrias, a corrida capitalista desenfreada, para acelerar a produção de matrizes e produtos, o tempo se tornou algo extremamente importante e caro. Em relação a avicultura, mais especificamente, a criação de galinhas e seus derivados, tem sofrido muitas mudanças, tanto em se falando de melhoramento genético, como também na redução de tempo para crescimento de pintinhos e produção de ovos. No geral se diz que a chocagem dos ovos dura em torno de 21 dias, apesar de poder variar entre 19 a 24 dias. Porém, o que muitos não sabem é que na verdade, o processo de choca, depende de uma série de variáveis e a contagem do tempo não é em dias, porém em horas. Levando em consideração os parâmetros normais, um pintinho leva aproximadamente 492 horas para nascer.

Galinha chocando ovo
Galinha

Confuso? Que tal aprendermos um pouco mais sobre a reprodução das galinhas?

Inicialmente é importante dizer que quando queremos falar sobre a fisiologia e processo de reprodução das galinhas e o que ocorre na produção e desenvolvimento de seus ovos, temos que ter em mente que se trata de um processo muito complexo, envolvendo a parte neuroendócrina e reprodutora e sua interação com o ambiente em que estes animais se encontram. Os principais fatores ambientais envolvidos no processo fisiológico reprodutivo são: as interações sociais entre os indivíduos, temperatura, alimentação, clima e principalmente, o que mais interfere no ciclo reprodutivo dessas aves, o fotoperiodismo.

De uma forma bem simples, o fotoperíodo nada mais é do que o período em que se tem luz no ambiente. E é este que influencia na fisiologia, pois é a partir de um estimulo luminoso, que a galinha, com atuação da Hipófise, sintetiza os hormônios envolvidos no processo reprodutivo. Como o Hormônio Folículo estimulante (FSH) e o Hormônio Luteinizante (LH).

Galinha chocando ovo
Galinha chocando ovo

Este fator ambiental é responsável pela sincronização reprodutiva dessas aves. É através do tempo de luz durante o dia, que as galinhas estabelecem em que estação do ano é mais propício para entrar no ciclo reprodutivo e garantir também, a maior sobrevivência de seus pintinhos. No caso, elas têm como característica optar por se reproduzir em épocas em que os dias são mais longos.

Falando um pouco sobre a anatomia do sistema reprodutor dessas aves, as galinhas apresentam órgãos como: o ovário, de formato arredondado e poligonal, lobulado e friável, de cor amarelada e apresentando folículos com ovócitos. Ele tem funções tanto celular como endócrina. E também o oviduto, que é considerado como parte, dentro da morfologia reprodutiva, que vai desde o ovário até a cloaca, envolvendo estruturas como o infundíbulo, o magno, o istmo, o útero e a vagina. Destacando que, apenas o ovário e o oviduto esquerdos são desenvolvidos.

Em se falando de anatomia genital masculina, especificamente do galo, podemos dizer que é composto pelos testículos, epidídimos, canais deferentes e pelo órgão copulador, sem apresentar pênis verdadeiro. Ou seja, no ato da copula, a fertilização ocorre com o esfregar do órgão copulador do macho na fêmea somente, não havendo penetração. Diferentemente de aves maiores, como o pato e o ganso, por exemplo, que já apresentam o que é chamado de corpo fálico com tamanhos de 5 cm (centímetros), enquanto que no galo, mede apenas entre 1 a 3 mm (milímetros).

A fecundação acontece quando o espermatozoide, entra em contato com o ovário e consegue se unir com o pró-núcleo feminino, dando início a formação e desenvolvimento do embrião, sendo que, em alguns casos pode ocorrer a chamada polispermia, que nada mais é do que a entrada de 2 ou 3 espermatozoides, porém apenas um se unirá ao pró-núcleo feminino, enquanto os que sobraram sofrerão o processo de degeneração.

Fecundou, e agora?

Após a fecundação, o embrião irá se desenvolver dentro do ovo. O ovo começa sua formação no ovário, completando sua forma tão conhecida, depois de passar por todo o oviduto.  A postura acontece dentro de 24 a 26 horas depois da ovulação, por contração da parede uterina, ação essa, estimulada por hormônios como: as prostaglandinas E e F, e a arginina-vasotocina.

Porque a galinha choca seus ovos?

O ato de chocar seus ovos é caracterizado por alguns fatores, como mudanças de comportamento e alterações na produção de certos hormônios, sendo influenciados sempre pela diminuição da fotosensibilidade no hipotálamo. Um exemplo, é o aumento na síntese da prolactina, envolvida no hábito da galinha, ou qualquer outra ave doméstica, de deitar sobre seus ovos. Já suas mudanças comportamentais, é a cessação na postura, ou seja, não põe mais ovos e tende a permanecer mais tempo no ninho, cuidando de sua prole. É importante ressaltar que as mamães galinhas, não ficam o tempo inteiro sob os ovos, há períodos em que ela precisa deixar os ovos “respirarem” e isso ajuda também, a controlar a temperatura dos mesmos. Fator inclusive de relevância, as variações de calor e frio influenciam no tempo de incubação e nascimento dos pintinhos. A temperatura ideal de incubação ou choca é de 37, 7ºC, podendo variar entre 37,5ºC a 37,7ºC. Valores menores que o ideal, podem levar o pintinho a morte ou a demorar mais tempo para nascer. Já temperaturas acima do ideal estabelecido, irão adiantar de forma prejudicial, o nascimento do filhote.

Galinha chocando ovo
Galinha e Pintinho

A circulação de ar está interligada ao fator de temperatura, podendo sempre alterar os níveis de calor ou frio. Mas não é responsável somente por isso. Quando ocorre, falta de oxigenação no ovo, por exemplo, devido a mãe não ter boas qualidade chocadeiras, ou quando criados em incubadoras artificiais mal supervisionadas, há redução dos níveis de pH que afeta diretamente o embrião e futuro pintinho, podendo como consequência também, adiantar seu nascimento prematuro, resultando em pintinhos mal formados ou mortos.

Portanto estejam atentos, caso tenham ou queiram começar uma criação de galinhas, tenham em mente que se for de vida livre, irão se reproduzir no período do ano que temos mais luz do dia, obtendo boa alimentação e local apropriado. Sendo que o sistema de reprodução é poligâmico, ou seja, o galo irá se reproduzir com várias fêmeas, idealmente tendo 1 galo para cada 12 galinhas. O período de choca, após a fecundação e postura dos ovos irá durar cerca de 21 dias, prestando atenção e cuidando da temperatura e da circulação de ar no galinheiro.

Referências:

  1. https://www.webartigos.com/artigos/incidencia-de-luz-na-granja-de-galinhas-poedeiras/69440
  2. http://www.cbra.org.br/pages/publicacoes/rbra/download/307.pdf
  3. http://fisiovet.uff.br/wp-content/uploads/sites/397/delightful-downloads/2018/06/Reprod_aves.pdf
  4. https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/acta/article/view/3082/5156
  5. https://ricardomartim.wixsite.com/dornashomestead/single-post/2017/11/08/Tempo-de-nascimento-dos-ovos-caipiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *