Home / Curiosidades / Qual Raça De Carneiros Tem Chifres?

Qual Raça De Carneiros Tem Chifres?

Carneiros são animais comumente criados em fazendas junto com outros animais. São considerados os animais mais valiosos em um ambiente doméstico.

Também chamados de ovinos (para os machos) e bovídeos (para fêmeas) o carneiro e a ovelha são responsáveis por proporcionar muitos benefícios ao ser humano. Um desses benefícios, vendo da ovelha, é o leite. E a vindo de ambos a lã.

A lã dos carneiros e ovelhas é usada na confecção de roupas geralmente para o inverno. São conhecidas por serem bem quentes. Durante o verão, o animal tem todo o seu pelo, a lã, raspado, deixando-o sem nada, assim, podendo se sentir bem no calor do verão.

Ao inverno, a lã dos do carneiro e da ovelha já está grande e pronta para esquenta-los no inverno. Durante o inverno, é comum manter os animais com lã, assim, evita que sintam frio, adoeça e acabe morrendo.

A carne também é outro benéfico disponibilizado por este animal. Muitos consideram a carne desses animais muito suculenta. Ficou curioso e quer conhecer esses animais um pouco mais? Continue lendo o artigo, beleza?

Os Chifres

Neste artigo, focamos em uma parte de muita importância dos carneiros, os chifres. Essas belezinhas curvas e muito resistentes é a principal forma de defesa que o carneiro possui.

Tanto ele como as ovelhas possuem chifres, no entanto, os chifres que o macho possui são bem maiores. Vale a pena ressaltar que nem todos os animais desta espécie possuem chifres, e isso é uma questão biológica bastante complicada.

Para entendermos precisamos a ajuda de especialistas. Pesquisei um pouco e consegui descobrir o que a ciência dizia sobre as ovelhas sem chifres, logico, alguns carneiros também não possuem e isso é um fato hereditário.

A existência do chifre em si é um fator hereditário, ou seja, passado de pais para filhos. Segundo o que a ciência nos conta, a presença de um chifre em um carneiro ou uma cabra se deve a existência de um gene que está mapeado no cromossomo 1 desses animais.

Carneiros com chifres
Carneiros com chifres

Esse gene se chama PIS. Os cientistas o dividiram em duas formas. A primeira forma é o “p”, quando o animal possui esse gene, é certeza de que o carneiro ou a ovelha que nascer terá chifres normalmente. Mas, a outra divisão do gene o “P”, que denomina o animal hospedeiro de mocho, é um dominante que vai sobre por o gene “p”.

Em outras palavras, ambos os animais, carneiro e ovelha tiverem chifres, a forma “p” dos chifres estará presente no filhote. Caso um dos pais tenha chifres e o outro não, o animal sem chifres provavelmente é um mocho, ou seja, possuidor da segunda forma o “P”.

Como a segunda forma (P) é dominante, o filhote nascerá mocho, ou seja, sem chifres. Uma espécie de ovelha sem chifres é a Ovis aries. Muito conhecida nas fazendas, essa ovelha não possui chifres e seus filhos nasceram sem também.

Com exceção desta espécie doméstica, a maioria das outras possui chifres, que são de grande importância para a sobrevivência no meio selvagem. Já que grande parte vive livre na natureza. Espécies com chifres protuberantes também são domesticadas e bastante presentes em fazendo por aí.

Muflão

Está espécie de ovineo é muito conhecido pelos seus enormes pares de chifres recurvados que podem chegar a medi mais ou menos 50 cm a 1 metro. Achou isso impressionante? É porque você ainda não sabe o peso que essas coisas têm. Ambos os chifres podem chegar a pesar 20kg.

É muita coisa para se levar na cabeça. Esse carneiro tem aproximadamente 70 cm de altura e 1,25 de comprimento e tem uma cabeçada que amassaria o capo de um carro com muita facilidade. E pesa algo em torno de 160kg.

As ovelhas desta espécie são diferentes, algumas tem chofres e outras não tem. Outras duas espécies de carneiros que possuem chofres são o carneiro selvagem e o carneiro-de-dall.

Carneiro-de-dall

Essa espécie vive em áreas montanhosas na America do norte e como seus parentes bodes, são ótimos equilibristas e escaladores. Aparentemente, todos desta espécie possuem essa mesma característica.

Pensão que carneiros, bodes e todos deste gênero são como desafiadores do perigo, escalando e desafiantes montanhas íngremes, árvores altas, rochas e o que mais encontrarem que pode ser escalado.

Os chifres de muitas espécies de carneiros são caracteristicamente curvados e grossos, pois, são usados para lutarem entre si pela disputa de território ou mesmo pelas fêmeas. Eles chocam cabeça com cabeça, chifre com chifre até que o mais fraco acabe se dando por vencido.

Carneiro Selvagem

Essa espécie convive ao lado do nosso amigo que acabei de comentar, o carneiro-de-dall. Ambas as espécies vivem na América do norte. Sua história é extensa e beira a mitologia.

Os carneiros selvagens são reconhecidos em várias subespécies, sendo que duas delas correr risco de extinção atualmente. Todos desta espécie possuem chifres recurvados que apresentam as mesmas características dos outros carneiros de outras espécies.

As subespécies dos carneiros são:

  • Carneiro-das-montanhas-rochosas;
  • Carneiro-da-sierra-nevada;
  • Carneiro-selvagem-do-deserto.

Suas fêmeas, as ovelhas, são possuidores de chifres, porém menores e apenas levemente curvados. As ovelhas podem pesar cerca de 90kg enquanto os machos extrapolam e chegam até os 135kg. Bem gordinhos, não é?

Mas, o peso tem uma grande influência dependendo da subespécie que pertencem. Como eu disse, esses carneiros têm uma história que beira a mitologia, pois eram admirados, ou venerados, pelo povo Apsaalooka.

Tá bom, vamos chamá-los apenas de Crow, é outro nome que possuem, porém, mais fácil. Tendo até histórias contadas pelos idosos. Realmente são fascinantes.

Alimentação

Esses animais se alimentam das comidas que a terra dispõe, como vegetais, grama, folhagens, gramíneas. Vale lembrar que são animais regurgitadores, em outras palavras, após mastigarem e engolem o alimento por uma vez, ele o regurgita novamente para a boca para que seja mastigado por uma segunda vez.

Eu sei, é um tanto quanto nojento.

Conclusão

Quase todas as espécies de carneiros possuem chifres grandes e recurvados de praticamente a mesma coloração. Vale lembrar que existe a pratica da “mochar”, onde os fazendeiros queimam o botão dos cabritos para impedirem que os chifres cresçam.

Antes de terminar, quem aqui já tomou leite de ovelha ou caba? A carne desses animais e até mesmo o couro e a lã nos deixam quentinhos durante o inverno, agradeçam a eles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *