Home / Curiosidades / Qual o Maior Urso Que Já Existiu?

Qual o Maior Urso Que Já Existiu?

Apesar de não ser algo tão comum hoje em dia, como era nos anos dos dinossauros, a terra já teve e ainda tem animais incrivelmente grandes. Atualmente podemos ter uma noção disso olhando para o elefante-africano ou para a baleia-azul, considerados os maiores bichos da terra, terrestre e marinho, respectivamente. E o urso também faz parte desse grupo. Atualmente, o polar é considerado o maior do planeta, com cerca de 2,5 metros de altura. Mas acredite que, mesmo com esse tamanho todo, ele ainda consegue ser mais baixo que o urso-gigante-da-face-curta ou da-cara-achatada americano. Ele foi o animal da espécie com a mais ampla estatura que já existiu. Conhecido cientificamente como Arctodus, este ser podia medir 3,5 metros quando estava de pé. Segundo os pesquisadores, ele morava na América do Sul, entre 500 mil a 2 milhões de anos atrás. Com base nas informações retiradas após um estudo em cima de um esqueleto descoberto na Argentina, em 1935, acredita-se que nenhum outro indivíduo chega perto desse poderoso carnívoro. E da lista dos maiores do mundo, o urso-gigante-da-face-curta está apenas em quinto lugar.

Vamos conhecer os outros colocados? 

Os maiores animais da história

1 – Spinosaurus 

O primeiro colocado dessa lista, obviamente, é um dinossauro. De acordo com paleontólogos, ele é o maior carnívoro que já viveu na terra. Ele passeava por aqui há cerca de 93 a 100 milhões de anos atrás, onde hoje fica a África. A criatura tinha 18 metros de comprimento e podia pesar 10 toneladas. E mesmo com esse tamanho todo, alguns fatos apontam que ele se alimentava de peixes, embora pudesse predar facilmente dinossauros menores. 

Além da estatura, ele também é conhecido por ter a cabeça mais longa da espécie, com quase dois metros. 

2 – Argentinosaurus

Olhando essa lista, acredito fielmente que a natureza é uma “entidade” muito sábia. Os seres humanos não teriam a menor chance vivendo no mesmo período que esses animais. 

Mais uma vez, o segundo colocado de maiores animais do mundo é, adivinhem só? Outro dino. Desta vez estamos falando do Argentinosaurus. Bom, como nome dá a entender, ele foi uma criatura que vivia na Argentina. Quer saber qual era o tamanho desse indivíduo? Bom, basta você olhar para o um prédio de seis andares e terá uma noção. Pois é, esse bicho média 36 metros e meio de extensão e mais 100 toneladas de massa. Por causa disso, ele ganhou o título de maior dinossauro que já andou na terra. Imagina uma prédio de seis andares, andando por aí? Uma cena muito reconfortante, não é mesmo? 

Esse grandão viveu por aqui há 100 milhões de anos atrás. E vários mistérios ainda rodeiam a espécie, mas os cientistas descobriram que se tratava de um indivíduo herbívoro, tinha pescoço e cauda longa, mas sua cabeça era relativamente pequena. Tudo isso foi trazido à tona após uma análise de em um fóssil achado na Argentina, em 1988. 

3 – Supercrocodilo 

Já mencionamos que os humanos não teriam a menor chance se tivessem surgido na época dos dinossauros? Pois é, isso porque não somente eles seriam uma ameaça para nós, outros bichos também teriam esse papel, como o Supercrocodilo ou supercroc, como é carinhosamente apelidado. Ele morou por aqui há 150 milhões de anos atrás, na área onde atualmente fica a África. Crê-se que ele poderia chegar aos 12 metros de comprimento e ter uma massa de oito toneladas. Segundo os especialistas na área, o ser ficava nas margens dos rios, alimentando-se de peixes, principalmente. Mas, não se engane, pois ele poderia facilmente caçar dinossauros menores por causa da sua mandíbula gigante. 

4 – Argentavis 

O Argentavis magnificens é considerado a maior ave que voa que já habitou a terra. Ela era encontrada na Argentina, há cerca de 6 mil anos atrás. Cientistas imaginavam que o animal voava como um planador de altíssimo desempenho, podendo chegar a 240 quilômetros por hora. Seu tamanho era bem próximo de um avião Cessna 152. As asas mediam 6,5 de uma ponta a outra e as penas eram do tamanho de espadas de samurais. 

Pouco se sabe sobre esse indivíduo, mas acredita-se que ela disparava sobre os ventos, mas como ela pousava ou decolava, ainda é um mistério. 

5 – Escorpião-marinho 

E essa lista só fica cada vez mais assustadora. Os escorpiões já não são nada agradáveis, mas, acredite, era muito pior há 400 milhões de anos atrás. Isso porque, nesta época, existia uma espécie desse animal que chegava a dois metros e meio de altura. Ah, e a melhor parte é que ele era uma criatura marinha. Imagina estar dando aquela nadada tranquila no mar aberto e se deparar com isso? Se eu não morresse pelo ataque do bicho, com certeza seria com os 100 mini infartos que teria de ver um escorpião desse tamanho. 

Muitos acreditam que este é um predecessor das criaturas atuais. Bom, ainda bem que eles não herdaram o mesmos tamanho. Se bem que eles continuam mortais da mesma forma. 

6 – Megalodon 

E, como se não fosse o bastante, também existia tubarão gigante. Conhecido como megalodonte ou Carcharocles Megalodon, esse ser média de 12 a 20 metros e tinha uma massa de 50 toneladas. E vocês com medo do tubarão-branco. 

Sua mandíbula era também grande que ele podia engolir um rinoceronte inteiro. 

Fez parte do período Mioceno, existindo entre 1,5 a 25, milhões de anos atrás, no Oceano Pacífico. Apesar de sua extinção ser quase unânime, alguns cientistas acreditam que, na verdade, ele vive nas profundezas do mares, nunca saindo de lá, nos fazendo acreditar que ele desapareceu. Será? 

7 – Titanoboa 

Você tem medo da sucuri? Pois saiba que ao lado da Titanoboa ela seria uma formiga. Enquanto a primeira mede 6 metros, esse bicho histórico chegava facilmente aos 13 metros de comprimento. Ou seja, o dobro. 

Esse animal fofinho morou por aqui 58 a 61 milhões de anos atrás onde hoje fica a Amazônia. Quem disse que o Brasil também não tinha criaturas gigantes. 

Gostou? Não esqueça de compartilhar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *