Home / Curiosidades / Qual É O Tamanho Do Polvo? Quantos Corações Ele Tem?

Qual É O Tamanho Do Polvo? Quantos Corações Ele Tem?

Que o polvo não é um animal muito conhecido e popular entre a maioria das pessoas isso não é novidade alguma. Mas o que certamente você não conhece são algumas características destes animais que traremos a você.

Estas características ou particularidades da espécie só foram possíveis de serem descobertas graças ao sequenciamento do genoma que permitiu descobrir inúmeras peculiaridades do polvo que antes era inimagináveis.

Bom, mas como é sempre melhor começar do início, vamos a algumas informações preliminares para que você conheça melhor este animal.

Polvo
Polvo

O Polvo Como Ninguém Vê

O polvo é um molusco marinho que embora não seja assim tão conhecido, apresenta uma grande variedade de espécies e uma considerável distribuição geográfica.

Os polvos são animais marinhos que vivem nas profundezas do mar e integram a classe Cephalopoda. Como cephalopode, o polvo não possui esqueleto nem interno e nem tão pouco externo e como esperado o seu corpo é totalmente mole assim como o corpo de todo o molusco.

Descrevendo um pouco de suas características físicas o polvo possui oito braços ou tentáculos como também são denominados. Tentáculos estes que possuem ventosas. Em relação ao restante do seu corpo, a sua cabeça lembra um saco cheio de ar com olhos atentos e um bico córneo.

E já que estamos falando dos braços ou tentáculos do polvo, ele possui o chamado hectocótilo que é um braço modificado por assim dizer que auxilia na introdução dos espermatozoides na fêmea durante o ciclo reprodutivo.

Que Polvo Grande Esse

Quanto ao tamanho do polvo não há como sermos precisamente assertivos. Isso porque o seu tamanho depende da sua espécie. Por exemplo, o octopus vulgaris, denominado de polvo comum, pode atingir cerca de um metro a um metro e meio. Em contrapartida por exemplo temos o enteroctopus dofleini que possui em média três metros com peso aproximado de setenta quilos. Em relação ao peso, o polvo comum pode chegar aos dez quilos. Mas não se engane, embora o enteroctopus seja um exemplo de polvo de porte grande, já houve registro de um polvo que foi encontrado que media cerca de nove metros. Incrível, não é? Mas estas são apenas algumas das informações que reunimos para você quanto a este peculiar animal.

Sempre Carnívoro

Não haveria conceito melhor para definir a alimentação dos polvos do que sempre carnívoros. Para se ter uma ideia, ainda em fase larval assim que eclodem os ovos os polvos filhotes já se alimentam de plânctons. Quando atingem a vida juvenil ou a fase adulta integram o seu cardápio, caranguejos, crustáceos, camarões, lagostas e outros moluscos.

E por falar em consumo de outro molusco, não raramente os polvos podem ter o comportamento canibal.

Para que você consiga imaginar quão estes animais podem agir de maneira irracional quando o assunto é comida, durante o processo reprodutivo a fêmea libera um feromônio que além de atrair o macho a protege para que ela não seja atacada por ele uma vez que o hábito de comer seus semelhantes é mais comum do que gostaríamos que fosse. E já que falamos de reprodução vamos conhecer um pouco mais da reprodução deste animal.

A Reprodução Do Polvo

Quando no período reprodutivo a fêmea pode acabar acasalando com mais de um macho e a cópula pode durar mais de horas, aliás pode durar até mesmo dias.

Após o ato do acasalamento a fêmea procura por um lugar abrigado para a postura. Incrivelmente podem colocar cerca de duzentos mil ovos.

Durante o processo de incubação, que dura cerca de sessenta dias, a mamãe polvo não faz nada além de simplesmente cuidar dos seus ovos. Não se alimentando nem mesmo saindo de perto do local onde eles estão. Durante este processo a mamãe polvo faz movimentos com seus tentáculos favorecendo a corrente de água pelos seus ovos promovendo a sua oxigenação.

Normalmente por conta de todo este sacrifício para o nascimento de seus filhotes, assim que os mesmos eclodem os ovos a mamãe polvo vem a morrer.

Depois que saem dos ovos os polvos filhotes são apenas larvas. Com o passar do tempo ganham forma, tamanho e peso. Após a fase larval os polvos passam para a fase juvenil.

Infelizmente ao que tudo indica, de cerca de cem larvas, apenas uma chega a fase adulta.

Polvo Bebê
Polvo Bebê

Oito Braços, Três Corações, Nove Cérebros

O polvo tem incríveis três corações. Três corações, oito tentáculos e nove cérebros.

Em relação ao número de corações e de cérebros que este animal tem só foi possível estabelecer por meio do estudo do genoma do polvo.

Este animal possui um cérebro em cada um dos seus tentáculos e um nono cérebro que seria um tipo de cérebro comandante.

Se você acha que todos estes cérebros não fazem dele um animal diferente você está enganado. O polvo é tido como o animal invertebrado mais inteligente do mundo, com excelentes mecanismo de defesa contra seus predadores e a capacidade de utilização de ferramentas.

A título de curiosidade são predadores do polvo os tubarões, peixes grandes, mamíferos marinhos, raias e também nós seres humanos.

No caso da predação por nós seres humanos é ocasionada para o consumo de sua carne muito apreciada na alta gastronomia.

Polvo
Polvo

Mecanismos De Defesa Do Polvo

O polvo possui uma série de mecanismos de defesa contra seus predadores. O mais comum para quem conhece o animal certamente é o seu jato de tinta que o mesmo pode lançar a fim de atrapalhar o seu predador.

Com o jato de tinta, a água acaba ficando turva e dificultando o predador de ver o polvo. A tinta lançada também tem cheiro, o que acaba dificultando para seus predadores que se utilizam do olfato para captura-los como o caso do tubarão. Outro mecanismo de defesa do polvo diz respeito a sua capacidade de nadar incrivelmente rápido por meio de um jato de água que o impulsiona a fim de deixar seus predadores para traz.

Como se já não fosse o bastante estes animais ainda possuem a capacidade de camuflagem. Os polvos podem se passar facilmente por pedras e rochas, o que acaba confundido facilmente os seus predadores.

E por último, não menos importante, outra ferramenta de defesa destes animais é a autotomia. A autotomia é a capacidade que alguns animais tem de soltar membros do seu corpo ou fazer a automutilação a fim de distrair os seus predadores enquanto fogem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *