Home / Curiosidades / Qual é o Habitat do Tubarão-Baleia? Quanto Tempo Vive?

Qual é o Habitat do Tubarão-Baleia? Quanto Tempo Vive?

O tubarão-baleia, também é conhecido como Rhincodon typus e pintadinho. Apesar do nome, não é uma baleia e é um animal que vive no ambiente marinho. 

Ele é um peixe cartilaginoso e é considerado um dos maiores tubarões do mundo, podendo chegar a 12 metros de comprimento e pesar incríveis 21 toneladas. Alguns conseguem ultrapassar essa medida. O maior baleia de que se tem registro chegava aos 19 metros de envergadura. 

Apesar da fama dos tubarões como bichos agressivos, esta espécime é considerada gentil, dócil e até brincalhona, permitindo que os mergulhadores passem a mão nele. Ou seja, ele não apresenta nenhum perigo. O que contrasta bastante com o seu tamanho. 

Apesar de simpática, prefere viver sozinha e é muito difícil encontrar um grupo dessas criaturas. 

Habita águas de mar aberto dos oceanos, principalmente em regiões tropicais. No Brasil é visto principalmente em Pernambuco, nas regiões de São Paulo e São Pedro. 

Tubarão-Baleia
Tubarão-Baleia

Habitat e expectativa de vida do tubarão-baleia 

Gosta de habitar águas quentes. Em decorrência disso, nunca vão para locais que não sejam tropicais. É encontrado de Honduras até a Austrália Ocidental e o Caribe. Quase nunca aparecendo na África ou em Nova York. A maior concentração do animal encontra-se nas Filipinas, principalmente entre os meses de janeiro e maio. Isso acontece porque os bichos estão à procura de comida ou estão no período de reprodução. 

Quanto a expectativa de vida da criatura, é de se assustar. Ela tem uma média de vida que varia dos 60 aos 150 anos.

Alimentação

O tubarão baleia não é do tipo caçador e nem predatório. Na verdade, ele é conhecido como uma criatura filtradora. Ele abre a boca – enorme -, nadando para frente, fazendo que uma grande quantidade de água e comida entrem na sua cavidade bucal, fazendo com que ele se alimente sem qualquer dificuldade. Em seguida, o líquido é eliminado por meio das brânquias, permanecendo apenas as partes sólidas. Por causa desse hábito, ele come de tudo, não é uma espécie seletiva. É possível achar na sua dieta algas, pequenos peixes, crustáceos, lulas, fitoplâncton, entre outros. Por hora, é capaz de filtrar cerca de 6 mil litros de água. 

Acredita-se que um tubarão jovem pode comer 21 quilos de fitoplâncton por dia. 

Um dos traços que facilita esse gigantesco consumo de comida diariamente é sua boca, que é grande e tem um formato achatado. Internamente, ela exibe dentes pequenos, uma característica que tem tudo a ver com a sua alimentação, já que não se trata de uma espécime predadora, fazendo-se desnecessário o desenvolvimento da dentição. Ele também os usa muito pouco. 

Essa abertura pode medir um metro e meio de largura. 

Características

Apesar do seu tamanho assustador, o tubarão baleia não é um indivíduo rápido. Ele se locomove de forma lenta, justamente por causa do seu comprimento e peso. 

Tem o corpo cinza escuro com degradês, além de manchas horizontais e verticais. Inclusive é por esta característica que ele é identificado. Exibe barbatanas dorsais e no peito, assim como uma nadadeira na cauda. 

Reprodução

O tubarão baleia é um animal ovovivíparo, o que quer dizer que ela bota ovos internamente, mas estes eclodem ainda no seu corpo, completando o desenvolvimento do filhote antes do parto acontecer. A alimentação destes acontece por meio de um saco vitelínico, onde ficam ligados até o nascimento. 

As fêmeas dessa espécie alcançam a maturidade por volta dos 30 anos, o que é um tempo razoável se levarmos em consideração que o bicho vive até os 150 anos de Idade. Seus bebês nascem já com 60 centímetros de comprimento. 

Preservação da espécie e turismo

De acordo com a IUCN (Lista vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza) ela é um animal vulnerável, ou seja, corre o risco de entrar em extinção. Em alguns países como Taiwan, a caça predatória da criatura ainda é permitida. 

Já na Austrália, existe um local onde os turistas podem nadar ao lado do tubarão, que apesar de ser um indivíduo inofensivo, não deveria ser incomodado e nem ter sua ambiente invadido por estranhos, assim como não ser fonte de dinheiro para o país. 

Curiosidades 

  • Possui cerca de 300 dentes. 
  • Cada mancha em seu corpo é único, como um tipo de digital. Ela é usada pelo biólogos para identificar cada bicho. 
  • É arisco e discreto. 
  • Ele se alimenta parado. 
  • Foi identificado pela primeira vez em 1828, na África do Sul. Mas a sua família, a Rhincodontidae, só foi criada em 1984.
Tubarão-Baleia e fotógrafo
Tubarão-Baleia e fotógrafo
  • O nome tubarão baleia advém do seu tamanho. 
  • Ele é o maior peixe do mundo. 
  • Cerca de 100 indivíduos são mortos anualmente em Taiwan. 
  • É um peixe que cresce de forma lenta. 
  • Ninguém sabe porque os bichos têm as tais manchas brancas pelo corpo. 
  • Não é visto no mar mediterrâneo.
  • Também é chamado de cação-estrela. 
  • Exibe 10 órgãos filtradores. 
  • Sua cauda tem um formato de meia lua. 
  • Na área de alimentação, é possível ver 100 deles, juntos. 
  • Tem vários parceiros ao longa da vida
  •  Já foi encontrado 300 ovos dentro de uma fêmea. O nascimento dos filhotes também não ocorre todos ao mesmo tempo, já que ela tem a capacidade de armazenar espermas. Sendo assim, ela pode se reproduzir em diferentes temporadas reprodutivas. 
  • O indivíduo é caçado devido a sua carne, principalmente a nadadeira, que é usada em sopas medicinais e afrodisíacas. Mas ele também é morto para a produção de óleo de tubarão baleia, um produto valorizado no mercado internacional. 
Tubarão-Baleia de boca aberta
Tubarão-Baleia de boca aberta
  • Corre o risco de sumir devido também a pesca ilegal. 
  • Apesar de ser o maior peixe dos mares, ele não é a maior criatura deste local. Estão na frente dele o tubarão branco, regaleco – peixe remo -, polvo gigante, lula gigante, tubarão frade, cachalote – baleia -, baleia azul e água viva juba de leão. 

Mas mesmo não sendo a maior criatura marítima, com certeza seu tamanho causa um certo medo para aqueles que o vêm. É como dizem, tamanho não é documento, principalmente se pensarmos que a criatura é um bicho dócil e brincalhão. 

Você já tinha lido a respeito do tubarão baleia anteriormente? Gostou de conhecer esse indivíduo? Qual fator te chamou mais atenção? Não esqueça de compartilhar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *