Home / Curiosidades / Qual é o Dinossauro Mais Alto? E o Mais Pesado?

Qual é o Dinossauro Mais Alto? E o Mais Pesado?

Quando pensamos em dinossauros, a primeira associação que fazemos a esse animal é altura e peso. Como esquecer de animais gigantes como o tiranossauro rex ou braquiossauro. Mas, apesar disso, existiam espécies de todos os tamanhos, alguns, inclusive tendo estatura de uma galinha.

Porém, o nosso foco hoje é nos grandões e a pergunta que não quer calar é: qual é o maior dinossauro que existiu? Bom, você provavelmente deve ter pensado em um desses dois que citei acima. Você não está completamente errado, mas essa é uma pergunta sem resposta entre os cientistas, isso porque eles não conseguem entrar em um consumo sobre o assunto, por diversão fatores. Como o maior desses animais seria medido? Por meio de sua altura, peso ou comprimento? Em decorrência dessa variedade de opções, não existe uma resposta concreta para tal questionamento. Sendo assim, falaremos dos dinossauros que são considerados os maiores em cada uma dessas categorias. 

Os maiores dinossauros do mundo 

Em comprimento 

Supersaurus Viviane
Supersaurus Viviane

Nesta categoria, o vencedor seria o Supersaurus Viviane, que tinha um comprimento de 34 metros, tendo a maior extensão entre esses animais. Imagina a proporção desse indivíduos. Provavelmente ela não caberia dentro do quintal da minha casa. Em contrapartida, a sua altura não correspondia a sua extensão. Aliás, se você não está ligando o nome a pessoa, digo, ao bicho, ele é aquele que tem uma linha que vai dá sua cabeça até a ponta da sua cauda recoberta de ossos pontiagudos. Quanto ao peso, ele ficava entre 30 e 40 toneladas. 

Em altura 

No quesito altura, esse posto é do Sauroposeidon Proteles. Ele tinha 17 metros de altura, o que faz ele ser dono dessa colocação. O indivíduo vivia na região onde hoje é a América do Norte. Não era do tipo carnívoro. 

Em peso 

Quanto ao maior peso pesado da Era Mesozóica, o posto é ocupado pelo Argentinosaurus. Acredita-se que ele tinha uma massa que variava entre 60 a 100 toneladas. Ou seja, ele chega muito próximo da baleia-azul, o animal mais pesado do mundo. Este bicho aquático tem uma massa de 200 toneladas. 

O maior de todos 

Se juntarmos todas essas categorias, altura, peso e comprimento, então o maior dinossauro já descoberto seria o Tiranossauro. Esse indivíduo viveu entre 70 e 100 milhões de anos atrás. O fóssil mais completo achado da criatura estava enterrando nos Estados Unidos. O amontoado totaliza cerca de 116 ossos, com isso os cientistas acreditam que ele teria quase seis metros, apenas dos pés até os ombros, mais 40 de comprimento e 70 toneladas. Se esses dados estiverem correto, ele então seria o maior dinossauro já descoberto do mundo. 

O menor do mundo

No outro lado da lista, está o menor bicho já achado da espécie. Chamado de Oculudentavis khaungraae, este indivíduo era do tamanho de um beija-flor, pesando apenas duas gramas. Essa descoberta foi possível graças a um crânio conservado dentro de um âmbar, datado de 99 milhões de anos atrás. Isso daria uma luz ao cientistas sobre como os pássaros pequenos evoluíram dos dinossauros. 

Esse fóssil ajudou os especialistas a descobrirem outras coisas sobre esse pequenino. Por exemplo, foi observado uma estrutura de ossos, como um anel, que tinha como função sustentar os olhos do animal. Hoje em dia, estes são simples e com um formato quadrado, já os vistos nesse ser tinha um formato de colher, formando uma espécie de cone, o que leva a crer que ele enxergava tão bem quanto as corujas, espécie que apresenta um amontoado destes muito semelhante. 

Os cientistas também ficaram intrigados como os olhos do bicho saiam da cabeça do indivíduo, algo nunca visto antes. Outro fator interessante era a mandíbula, cheia de dentes. O que quer dizer que, apesar do tamanho, ele se alimentava de insetos. 

E a própria preservação em si já é um grande feito, principalmente pela idade do fóssil. Sendo assim, o âmbar seria a melhor forma de conservação para esses esqueletos. 

O mais rápido 

O Compsognathus longipes não só é o dinossauro mais rápido que já existiu, como foi também o bípede mais veloz. Ele tinha o tamanho de um gato e viveu na terra há 150 milhões de anos. Parecido com um lagarto, ele pesava cerca de três quilos e podia correr 100 metros em apenas seis segundos. Quem é Bolt em comparação a isso. O que quer dizer que sua velocidade chegava próximo a 64 km/h. Ou seja, ele era mais rápido que o avestruz, atualmente o bípede mais veloz, que alcança os 55,4 km/h. 

Curiosidades sobre os dinossauros 

Esse mundo dos dinossauros é um universo muito vasto, principalmente porque novos fósseis podem ser encontrados a qualquer momento. O que, na teoria, quer dizer que nada é uma verdade absoluta e as informações podem mudar constante, como aconteceu com o braquiossauro. Ele era considerado o maior do mundo, pesando 80 toneladas. Porém, mais tarde, novas pesquisas levam a crer que na verdade ele chegava próximo as 50. 

Outro fato nebuloso é quanto uma espécie chamada de Puertasaurus Reuili. Foram encontrados ossos dessa espécie maiores que os do tiranossauro, mas por poucas peças terem sido achadas, isso dificulta o trabalho dos paleontólogos de calcularem peso, altura e comprimento. 

Aliás, essa somatória, atualmente, é feita por um scanner digital que consegue definir todas essas características. Essas informações são baseadas nos ossos, como é de se imaginar, principalmente os das patas. 

Deve ser por isso que esse campo é tão fascinante aos olhos da humanidade. Porque uma nova descoberta está sempre a porta, novas raças, tamanhos e até características podem ser observadas. Os novos fósseis mudam tudo o que os cientistas sabiam de determinada espécie até aquele momento. O que, ao mesmo o tempo, deve ser um pouco trabalhoso, pois as alterações de informações são constantes, mas, ao mesmo tempo, recompensador, porque você descobre novas possibilidades. Quem sabe, em um futuro não tão distante, os especialistas conseguiam achar, de uma vez, o maior dinossauro que já existiu na terra. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *