Home / Curiosidades / Qual a Ocorrência de Tubarão Branco no Brasil?

Qual a Ocorrência de Tubarão Branco no Brasil?

Se perguntarmos qual é o tubarão mais conhecido pelas pessoas, com certeza elas irão responder o branco. E este indivíduo deve “agradecer” por esse sucesso a Steven Spielberg ou não, já que o filme foi responsável por criar um grande medo em torno do bicho. E, acredite, apesar de parecer um caçador assassino de humanos, essa informação não procede. Ele ataca seres vivos por engano, isso porque ele nos confunde com as focas. E como ele não sabe se realmente está predando este animal, é aí que a mordida teste acontece. Quando percebe o gosto diferente, ele larga a vítima e vai embora. 

Mas, apesar de ser o mais conhecido, ele não está presente em praias brasileiras. Ele pode sim aparecer por aqui, principalmente no lado sul do país, mas essa não é a região preferida do animal por um simples fato: não termos sua comida preferida por aqui, as focas. 

Seria uma ocasião rara ele vir até o Brasil. Tanto que não existem informações concretas de que ele já tenha vindo dar um passeio pelas nossas bandas. Porém, por ser uma criatura migratória, talvez seja uma possibilidade em um futuro distante. Então, fique tranquilo que você não encontrará esse vilão do filme “Jaws” em água brasileiras tão cedo. 

Tubarão Branco
Tubarão Branco 

Sobre o tubarão-branco

Apesar de não parecer, devido principalmente ao seu tamanho, os tubarões são peixes, ou seja, também pertencem ao grupo Chondrichthyes. O que quer dizer que seu corpo não tem ossos, apenas cartilagem. Como dito anteriormente, são conhecidos por sua agressividade e por erroneamente ser o culpado por ataques a banhistas. 

Características 

Ele faz parte de um conjunto de enorme variedade de indivíduos. É considerado um dos maiores predadores dos mares, estando atrás apenas da orca. Por isso encontra-se no topo da cadeia alimentar. 

O animal pode ser visto em mares tropicais, subtropicais e temperados, tanto em zona de surfe – onde normalmente é visto com certa frequência em alguns países – assim como em locais com mais de mil metros de profundidade. 

Ele pode chegar aos 6 metros de comprimentos e pesar cerca de 3 toneladas. Porém existem relatos de um bicho que chegou aos 8 metros. E mesmo sendo “grandão” desse jeito, ele é muito ágil e pode alcançar os 40 quilômetros por hora. 

Tubarão Branco
Tubarão Branco

Um dos outros motivos pelos quais o bicho é temido é por seus dentes, que são gigantescos, cerrados e tem um formato triângular. Sua mordida não fica para trás e pode chegar a uma força de 1,8 toneladas. Aliás, ele pode ter, de uma vez, 3 mil dentes dentro da boca, que são frequentemente substituídos – estes não têm raiz, então acabam caindo mais facilmente. 

E, apesar do nome de tubarão-branco, ele não exibe um corpo totalmente nesta tonalidade. Na parte de cima sua pele é cinza e sua barriga é esbranquiçada. E essa coloração acaba sendo uma ótima camuflagem para ele, isto porque se visto de cima, a criatura pode parecer com um reflexo de luz solar e, ao contrário, de cima para baixo, o fundo do mar. Sendo assim, todas as suas vítimas são pegas desprevenidas por não verem ele se aproximando. 

Como é de se imaginar é carnívoro, por isso sua dieta é composto de alguns animais, como peixes, tartarugas, leões-marinhos e aves marinhas. Mas sua comida preferida são as focas. 

Eles atacam sim, eventualmente, seres humanos, matando cerca de 3 a 5 pessoas, por ano. Mas como dito, a maioria desses ocasiões não são intencionais. O inverso é muito mais recorrente e em maior número, tanto que muitas espécies de tubarões estão em extinção. Então, na verdade, o bicho provavelmente deve ter medo de nós e não o contrário.

Atualmente, segundo a lista do IUCN, o status do tubarão-branco é de em perigo. 

Reprodução 

O ciclo reprodutivo deste indivíduo começa tardiamente, por volta dos 17 anos, com ele vivendo até os 30, mas segundo alguns estudos apontam, é possível que o tubarão chegue aos 70 anos. 

Quando alcança este período, a fêmea tem cerca de 3 metros de comprimento. Seu tempo de gestação  é de 12 meses, e os filhotes já nascem com 1,5 metros de comprimento. A mãe pode dar a luz de um a quatro filhotes por ninhada. 

Os maiores predadores marinhos 

Água-viva mortal 

Água-viva mortal
Água-viva mortal

Além do tubarão-branco estar na lista de maiores predadores do mundo marinho, ele ocupa o lugar ao lado de indivíduos como a água-viva mortal, que é a primeira colocada. Esta possui chicotes venenosos, que podem ter metros de comprimento e segundo relatos, poucas vítimas podem escapar dela, além de descreverem uma dor intensa quando tocados por esta, que se assemelha a um choque. Ela é encontrada na Austrália – que surpresa – e causa mais mortes que cobras, tubarões e crocodilos. E, para piorar, não existe antídoto para o seu veneno. Este é tão potente que em poucos minutos a pessoa perde a visão, tem dificuldade para respirar e pode até morrer. A parada cardiorrespiratória acontece em menos de 3 minutos. 

Crocodilos 

Crocodilos
Crocodilos

Está na lista por aplicar o famoso giro da morte, que afoga sua presa de uma forma nada agradável e dolorosa. Em seguida, o crocodilo destroça o corpo da caça. 

Polvo-de-anéis-azuis 

Polvo-de-anéis-azuis
Polvo-de-anéis-azuis

Apesar de pequeno, ele causa um baita de um estrago. Com apenas 20 centímetros, a espécie tem veneno suficiente para matar 30 adultos em questão de minutos. Para se ter ideia, em comparação com cianeto, a toxina da criatura é 10 mil vezes mais tóxica. 

Peixe-pedra 

Peixe-pedra
Peixe-pedra

Este é o peixe mais venenoso dos mares. Com cerca de 30 a 60 centímetros, o animal é conhecido por ter uma ótima camuflagem, podendo se esconder entre pedras e corais. Ele ataca suas vítimas sem elas sequer perceberem. 

Tubarão-tigre 

Tubarão-tigre
Tubarão-tigre

Entre os tubarões perigosos, este se destaca. Sua dieta é bem variada. O tigre come aves marinhas, crustáceos e tubarões menores. 

Raias 

Raias
Raias

São indivíduos tranquilos, mas você com certeza não vai querer pisar nelas. Assim que percebe que está em perigo, o animal lança seu enorme ferrão em quem está a incomodando que, aliás, pode acertar pontos vitais e causar a morte. Quando estiver em locais com a presença dessa criatura, entre na água arrastando os pés, assim você não corre o risco de pisar nela porque ela se assusta com o movimento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *