Home / Curiosidades / Qual a Diferença Entre Alpaca e Lhama?

Qual a Diferença Entre Alpaca e Lhama?

Apesar de tanta diversidade da fauna e flora do Brasil, muitos animais dos quais abordamos por aqui não são habitantes do nosso país, mais dois deles com esta característica são as ilhamas e as alpacas. Apesar de que as ilhamas já foram importadas por empresários em praias brasileiras para entretenimento dos turistas, mas não são criadas no Brasil em uma população considerável para serem classificadas como habitantes daqui. Elas são mesmo habitantes da Cordilheira dos Andes, onde a altitude e o frio são muito presentes e os seus característicos pelos são auto proteção natural contra o último, mas neste caso estamos falando das alpacas e lhamas selvagens, já que por lá é a sua região de origem.

Alpaca e Lhama
Alpaca e Lhama

Diferenças Comerciais Entre A Alpaca E Lhama

Atualmente elas são criadas culturalmente para a produção de lã, de estrume, de couro e de carne no Peru, Bolívia e Chile, especialmente no primeiro em que há cerca de oitenta porcento da população total de alpacas pelo mundo.

Já quanto a criação das ilhamas, a Bolívia é a recordista, com cerca  de dois milhões de indivíduos da espécie. Como dois animais que são, apesar das suas fortes semelhanças, obviamente, são diferentes. Mas também há as características em comum, como já dissemos, são criadas para a produção dos mesmos produtos comerciais, mas já começam a se diferenciar por aqui, as alpacas têm o pelo ou a lã considerada melhor no mercado, pela sua textura mais macia e brilhante, portanto a lã da ilhama é considerada inferior comparada a primeira por ter uma textura mais grossa e menos sedosa. A pelagem das alpacas são divididas comercialmente e classificadas em duas de acordo com a sua qualidade, a huacaya com a lã mais grossa comparada a suri com a mesma mais macia. Fora a lã, tanto o estrume da alpaca quanto da ilhama podem ser aproveitados,  em plantações e também são habitualmente comerciados.

Quanto ao couro e a carne, às ilhamas tem os mesmos mais consumidos e consequentemente mais comercializados comparado às alpacas.

Diferenças Na Aparência De Ambas

Agora quando olhamos as suas aparências, suas distinções são claras, as alpacas são diversificadas em mais de vinte cores de pelagem, enquanto as ilhamas, menos, entre elas estão a branca, a amarelada, a marrom e a preta. Quanto as outras características, as alpacas tem o focinho menos alongado, a cara e as orelhas menores, já as ilhamas as mesmas ao contrário, ou seja, o focinho mais comprido e a cara e as orelhas maiores, com a última mais pontiaguda. Quanto aos seus portes, claramente as alpacas são menores e as ilhamas maiores, mais especificamente, a primeira mede cerca de noventa centímetros e pesa em média sessenta quilos, já a segunda mede cerca de um metro e vinte centímetros e pesa em média cem quilos.

Curiosidades Quanto a Sua Criação

São animais de simples criação, basicamente são herbívoras, se alimentando a base de pastagem, como capim e mato, onde também acaba sendo a sua habitação. Lidar com ilhamas e alpacas também não é uma tarefa difícil, são conhecidas por terem o convívio pacífico com humanos e com outros animais, tanto é que geralmente são criadas em rebanhos. Mas dizem que o limite da ilhama não vai tão longe ou em outras palavras, tem o pavio curto e acabam reagindo com as famosas cuspidas ou coices.

Por este motivo, curiosamente foram consideradas o oitavo animal mais irritável segundo o Animal Planet. Outra curiosidade é que a sua tosa para a retirada da lã também é denominada como tosquia e é feita no mês de novembro, não só pensando no comprimento do seu pelo, mas também na sua higiene, conforto e bem estar, já que é a época do verão. Por tosquia ou tosa são retirados cerca de um quilo e meio de lã. Só imagine um animal oriundo das Cordilheiras dos Andes com tanto pelo para lidar com o frio, tendo que lidar com o mesmo diante do calor dos países em que são culturalmente criados, nada melhor do que juntar o útil ao agradável como é feito.

Características Próprias Entre A Alpaca E A Lhama

Nestas regiões a ilhama também é usada como meio de transporte, seja das próprias pessoas ou de mercadorias, característica que as alpacas não compartilham pelo seu porte e capacidade menor. Já a ilhama tira de letra, percorrem cerca de trinta quilômetros carregando em média trinta e cinco quilos.

Outros animais que nos lembram por também praticar estas atividades são os camelos e os dromedários mas que nada tem a ver com as alpacas e as ilhamas. Uma das características que deixam os dois animais do texto mais parecidos ainda, são as suas reproduções. A gestação dos dois dura cerca de onze meses e reproduzem somente um filhote, muito raramente no máximo dois. Os filhotes de alpacas nascem pesando cerca de sete quilos e o de ilhama, cerca de onze. Suas expectativas de vida é em média vinte e cinco anos.

Vicunhas E Guanacos

Outros animais que fazem parentesco como as duas espécies são as vicunhas e os guanacos. Ambas as espécies também tem as suas características em comum e as que as diferenciam. As duas são também  oriundas de regiões altas e frias e também são criadas culturalmente especialmente no Peru, em maior população, assim como as alpacas, ademais na Bolívia e no Chile.

Quanto as suas aparências, claramente elas se diferenciam entre si. Curiosamente a vicunha é um dos menores animais entre eles, pesando somente em média quarenta quilos, mas maior que a alpaca e da ilhama por exemplo quanto a sua estatura, medindo cerca de um metro e trinta centímetros. Já os guanacos pesam em média noventa quilos e medem cerca de um metro e vinte centímetros de altura, praticamente o mesmo porte da ilhama, mas de fácil distinção entre eles.

Sua reprodução também é muito semelhante à da ilhama e da alpaca, mas o que mais as diferenciam é que enquanto a maior população das últimas citadas é de domesticadas, as outras são de selvagens. Curiosamente, a lã da vicunha é mais valorizada comercialmente do que a da alpaca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *