Home / Curiosidades / Quais São os Animais Mais Perigosos do Mar?

Quais São os Animais Mais Perigosos do Mar?

Possivelmente, mesmo não fazendo parte do seu cotidiano, você deve ter medo de algum animal, certo? Leão, tigre, onça, tubarão branco, cobra, aranha. Enfim, a fauna do planeta é repleta de indivíduos perigosos e que causam, naturalmente, medo em humanos. Mas isso tem uma explicação, assim como nós, eles precisam se defender dos predadores, e ao contrário dos seres vivos, essas características foram desenvolvidas de uma forma natural nestes indivíduos. O fato deles serem particularmente mortais é apenas uma forma que a evolução lhes deu para se defenderem de seus predadores, que nos incluem, por sermos ameaças a esses bichos.  Afinal, eles precisam preservar suas vidas, certo? 

E falando em bichos periculosos  hoje falaremos das maiores ameaças dos mares. 

Abaixo, separamos os animais marinhos mais perigosos.

1 – Leão-marinho 

Também fiquei surpresa ao ver este indivíduo na lista, enquanto pesquisava sobre o assunto. E ele é perigoso por um motivo simples, mas primordial para a espécie: seu território. Apesar de fofinho e conviver com humanos, em parques aquáticos – sendo treinado para isso -, ele é conhecido por usar a mordida contra as pessoas. No ano de 2006, uma onda de ataque por leões marinhos foi registrada em cidades da Califórnia, como em Newport Beach, São Francisco e Manhattan Beach, deixando alguns cientistas preocupados com a situação. Eles acreditam que o que levou a esse comportamento atípico dos bichos foi a ingestão de algas tóxicas. 

Fora essas ocasiões específicas, ele só atacará se for irritado ou se sentir em perigo. Então é bom não abusar da sorte, não é mesmo. 

Leão-marinho
Leão-marinho

2 – Moreia 

Com uma aparência bem diferente, a moreia tem corpo de cobra, focinho e dentes protuberantes, elas podem causar certo estrago com seu ataque. Sua dentição afiada produz feridas que ficam expostas às bactérias existentes dentro da boca do animal, e bactérias nunca é uma boa notícia para locais machucados. 

Esse animal costuma se esconder em buracos ou fendas durante o dia para poder capturar peixes ou qualquer outro indivíduo que passar pelo local, a noite. Os especialistas inclusive recomendam que os mergulhadores mantenham distância das moreias. 

Moreia
Moreia

3 – Crocodilo

Sem dúvida alguma o crocodilo tem o seu lugar garantido nesta lista. Não foi a toa que ele recebeu a alcunha de um dos predadores mais ferozes da natureza. Podendo alcançar 20 metros de comprimento e pesar 1.360 quilos, o réptil é conhecido por ter uma mordida de causar medo em qualquer um. Essa mandíbula extraordinária permite que ele coma búfalos, cangurus, macacos e tubarões. 

Crocodilo do mar
Crocodilo do mar

4 – Arraia

Apesar de parecer um indivíduo inofensivo, a arraia não só é perigosa, como foi responsável pela morte de Steven Irwin, o famoso caçador de crocodilos. Ele foi morto pela cauda do animal, que contém um ferrão e fica dura quando este se sente ameaçado. Apesar disso, não é um bicho que costuma atacar seres humanos. 

Arraia
Arraia

5 – Baiacu 

Também conhecido como peixe-balão, o animal nem precisa estar próximo de sua presa para matá-la. Ele produz uma potente substância chamada de tetrodotoxina, que é mais forte que o cianureto. Ele é mundialmente famoso por ter a capacidade de inflar seu corpo sugando água, aumentando em duas vezes seu tamanho natural. 

Mas, apesar de ser um animal perigoso, descobertas recentes descobriram que seu veneno poderia ajudar em tratamentos contra narcóticos, em específico a heroína. 

Baiacu
Baiacu

6 – Peixe-leão

Apesar de dócil, o peixe-leão possui espinhos venenosos em seu corpo. Mesmo não sendo fatal para humanos, eles podem causar muita dor – que dura em torno de uma hora -, vômito, dor de cabeça e problema respiratório.  

Peixe-leão
Peixe-leão

7 – Cobra-marinha 

Se você tem medo de cobras, pode incluir a marinha na sua lista. Apesar de ser considerada um animal que não apresenta grande ameaça, o bicho libera toxinas que paralisam e matam a presa em alguns segundos após sua mordida. Elas normalmente consomem camarões, enguias e mariscos. 

Cobra-marinha
Cobra-marinha

8 – Tubarão-tigre 

Apesar do tubarão branco receber toda a atenção, o tigre é o responsável pela maioria das mortes relacionadas a esta espécie. Mesmo assim, carne humana não é a preferida deste bicho, eles preferem aves, lulas, peixes, focas, tubarões pequenos e golfinhos. Ele pode medir 18 metros de comprimento e pesar até uma tonelada. Habita águas temperadas e tropicais, principalmente na região das ilhas centrais do Pacífico. 

Tubarão-tigre
Tubarão-tigre

9 – Peixe-pedra 

De todos os citados aqui, o peixe-pedra pode estar no topo da lista quando falamos de animais marinhos perigosos, e isto acontece por suas razões: ele se disfarça muito bem, principalmente em rochas no fundo do mar, e também por ser o peixe mais venenoso do mundo. Mesmo assim, não é do tipo que ataca, mas por ter estas características é sempre bom tomar cuidado com ele e evitar qualquer tipo de contato. 

Sua defesa, seus espinhos, são sua forma de ataque contra tubarões e outros predadores. Seu veneno causa paralisia e morte, se não for tratado de forma imediata. 

Peixe-pedra
Peixe-pedra

10 – Água-viva 

Água-viva
Água-viva

Mesmo não existindo confirmações oficiais sobre o assunto, acredita-se que a água-viva é responsável por diversas mortes de pessoas que tiveram algum tipo de contato com este bicho, sendo seu veneno, que é encontrado em seus tentáculos, o responsável.

De acordo com a Live Science, existe uma espécie australiana que possui dezenas de tentáculos, cada uma medindo cerca de 15 metros de comprimento, que solta uma substância capaz de matar até 60 pessoas. 

Uma espécie de medusa, chamada de chironex fleckeri, é capaz de matar um ser humano em menos de 3 minutos. 

11 – Polvo-de-anéis-azuis 

Polvo-de-anéis-azuis
Polvo-de-anéis-azuis

Embora sendo um molusco que não chega aos 20 centímetros de comprimento, ele detém um dos venenos mais mortais existentes no mundo animal. São conhecidos por ter uma tonalidade marrom escuro com amarelo e anéis azuis e preto que brilham quando estes se sentem ameaçados. Habitam as águas do Pacífico e se alimentam de caranguejos e lagostins.

Seu veneno, do tipo neurotóxico, liberado por meio da mordida, causa coceira, no começo. Em seguida vem a paralisia respiratória, que pode levar a vítima a morte em apenas 15 minutos. Não existe antídoto contra a sua picada. Ou seja, é melhor se manter o mais longe possível dele e de todos os outros indivíduos presentes nesta lista, só por via das dúvidas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *