Home / Curiosidades / Quais Os Tipos De Dinossauros Que Existiram Na Terra?

Quais Os Tipos De Dinossauros Que Existiram Na Terra?

Essa é uma pergunta complexa e merece igualmente uma resposta a altura. Quais foram os tipos de dinossauros que habitaram o planeta? Para respondermos precisamente a esta questão precisamos antes de mais nada te informar quanto a contradição ou problemática que esta classificação causa. Apesar de ser usada até hoje, muitos estudiosos não sabem afirmar se é a melhor classificação nem mesmo se é totalmente assertiva quanto a sua catalogação.

Tipos De Dinossauro Por Harry Seeley

O pesquisador Harry Seeley definiu que todas as espécies de dinossauros que viveram no planeta poderiam ser divididos em dois principais grupos e a sua divisão é utilizada até hoje. Para Seeley os dinossauros poderiam ser Ornitísquios ou Saurísquios.

Os Ornitísquios, para o profissional, seriam os dinossauros com o quadril de ave e a estrutura pélvica em formato retangular. Não se preocupe, exemplificaremos melhor isso tudo mais adiante. As espécies que se encaixavam neste primeiro grupo possuíam a púbis orientada para o centro do copo, de maneira totalmente distinta dos Saurísquios.

Os Saurísquios por sua vez contemplava as espécies de dinossauro com o quadril de lagarto e a púbis orientada para a região do crânio. Sua região pélvica apresentava formato triangular.

Dentro de cada um destes grupos definidos por Harry Seeley haviam outros tipos agrupados e vamos conhecer um pouco sobre eles logo abaixo. Não se preocupe que ilustraremos com espécies de cada um destes tipos.

Ornitísquios
Ornitísquios

Os Tipos De Ornitísquios

Todas as espécies que se encaixavam neste primeiro grupo poderiam ser dividas novamente em dois grupos distintos, sendo eles os neornitísquios e os tireóforos. Todos os ornitísquios eram espécies herbívoras e como bem sabemos, grupo como os maiores exemplares de animais (em relação a porte. Os maiores dinossauros por regra geral são os herbívoros com porte substancialmente mais expressivo que as espécies carnívoras).

Os neornitísquios: este grupo integra muitos gêneros distintos de dinossauros que já habitaram o planeta e desta forma concentraremos nos mais expressivos. Neste grupo temos animais caracteristicamente com dentes muito afiados e grossos. Ao que tudo indica eram espécies que se alimentavam mais especificamente de árvores e ou plantas duras.

Como exemplo de neornitísquios temos o gênero Iguanodon, o mais conhecido na infraordem Ornithopoda. São animais fortes e robustos, suas pernas são igualmente muito potentes e sua mandíbula é voraz. Alguns dos integrantes deste gênero podiam facilmente chegar aos dez metros, entretanto, alguns do mesmo gênero não passavam de um metro e meio.

Ainda dentro dos neornitísquios, outro gênero muito conhecido é o Triceratops. Este gênero está na ordem Ceratopsia e se destaca pelos três chifres localizados em sua cabeça. São sempre quadrúpedes e com a presença de uma plataforma cranial posterior. Apesar destes serem especialmente quadrúpedes haviam integrantes do gênero Ceratopsia que eram bípedes e com porte ligeiramente mais diminuto e modesto.

Os tireóforos: os tireóforos são uma das ordens de dinossauros mais desconhecida. Nesta ordem, denominada de Thyreophora, estão dinossauros herbívoros bípedes, (por incrível que pareça, os dinossauros bípedes são os mais primitivos) e também quadrúpedes. Curiosamente os integrantes desta ordem possuem um tipo de armadura óssea em seu dorso. O porte dos integrantes, varia bastante, desde espécies grandes a pequenas.

Dentre os principais tireóforos temos os Chialingosaurus, que foram dinossauros com mais ou menos quatro metros de altura e com placas ósseas em toda a extensão de suas costas.

Outro tireóforos é o Scelidosaurus que se configura como um dinossauro de cabeça pequena, com cauda longa e muito desproporcional. Ao redor do seu dorso tem escudos que o recobrem por inteiro.

Os Tipos De Dinossauros Saurísquios

Outro grupo de dinossauros que comentamos que seria, segundo Seeley, o segundo no qual todas as espécies se encaixariam são os saurísquios. Os saurísquios englobam todas as espécies carnívoras e algumas espécies herbívoras. É certamente o grupo mais diversificado. Dentre os gêneros que podemos encontrar neste grupo temos os terópodes.

Os terópodes eram espécies bípedes. Os mais antigos eram espécies unicamente carnívoras e com características predatórias. Com o passar dos anos foram aparecendo espécies herbívoras e igualmente espécies onívoras.

Ainda sobre os terópodes, as espécies que integram este grupo em suma apresentavam três dedos funcionais e ossos ocos, ou pneumáticos, como alguns pesquisadores definiram. Os ossos pneumáticos são dotados de cavidades ou orifícios por onde o ar passa. Os terópodes eram espécies sistematicamente ágeis e algumas desenvolveram inclusive a capacidade de voar.

Por falarmos em voar,  acredita-se que alguns dos dinossauros terópodes sobreviveram a extinção em massa ocorrida no período Cretáceo e também que antes do ocorrido teria dado origem a outras espécies voadoras.

Segundo estudiosos os terópodes seriam antepassados das aves, sim das aves que conhecemos hoje. Outros, por sua vez, acreditam que as aves seriam espécies evoluídas destes dinossauros, fazendo-os com que não tenham sido extintos por completo.

Alguns exemplos de terópodes são o Velociraptor que apesar do porte pequeno (cerca de um metro e oitenta centímetros de comprimento) era um excelente predador, sendo uma espécie carnívora com grandes garras.

Outro terópode era o Tyrannossaurus, um predador voraz que podia passar dos doze metros e que já foi muito representado em filmes de dinossauros. Por último, mas nem por isso menos importante, temos também o Gigantoraptor um dinossauro que curiosamente apesar de apresentar plumas não voava. Seu comprimento era de em média de oito metros.

Outro grupo que faz parte do grupo principal saurísquios são os sauropodomorfos.

Na ordem Saurodomorpha temos os maiores herbívoros. É uma ordem na qual temos os grandes comedores de plantas. Animais quadrúpedes, com cauda e pescoço alongado. Mas os ancestrais eram pequenos (alguns menores que um ser humano) carnívoros e bípedes.

Estes ancestrais, que eram menores, eram assustadoramente ágeis para proteger-se de predadores.

No caso dos gigantes andavam em grandes bandos nos quais as crias eram protegidas pelos mais velhos. O que mantinha longe toda e qualquer ameaça.

Nesta ordem, temos indivíduos que podiam chegar a mais de trinta metros de comprimento.

Dentre os representantes desta ordem temos o Saturnalia, um ancestral de pequeno porte que foi um dos primeiros integrantes do grupo. Media pouco mais meio metro.

Nesta ordem temos ainda o Apatossaurus que assim como as espécies que vieram após o Saturnalia, possuía cauda longa pescoço alongada e mais de vinte metros de comprimento.

Como um sauropodomorfo temos o maior dinossauro a habitar à Terra. Estamos falando do Diplodocus. Indivíduos desta espécie podiam chegar a incríveis trinta e dois metros de comprimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *