Home / Curiosidades / Quais Aranhas Tem No Brasil?

Quais Aranhas Tem No Brasil?

No Brasil ou em qualquer outro país do mundo, independente das diversas espécies, as aranhas são seres que causam muito medo a humanos simplesmente pela sua aparência no mínimo medonha, com o padrão de quatro pares de pernas, totalizando oito, algumas com pares de olhos, mais especificamente, algumas com um par de olhos, outras com dois, outras com três e finalmente por último, algumas com até quatro pares de olhos.

Se uma aranha com quatro pares de pata já é demais para você, imagine uma com a característica a mais de ter o mesmo número de olhos. Medonho só de imaginar, não é mesmo? Mas se você tem medo de aranha ao ponto de se incomodar ao imaginar, te aconselhamos a não procurar fotos destas peculiares aranhas, pode ser que você faça parte da turma que tem aracnofobia e ainda não saiba, isso mesmo, uma classificação para quem passa do medo para a fobia de aranhas, o que certamente não é nada incomum entre as pessoas.

Aranhas no Brasil
Aranhas no Brasil

Falamos dos diversos pares de olhos que uma aranha pode ter, mas não falamos sobre um tipo de aranha em especial, as que não possuem nem ao menos um olho, isso mesmo, são as aranhas sem olhos. Bom, digamos que menos piores comparadas as com pares de olhos, não é mesmo? Brincadeiras à parte, outra característica que pode deixar a aranha ainda mais medonha são seus pelos, algumas são mais com seus pelos mais espetados e escuros, outras ainda com pelos consideráveis mas mais claros, outras com menos pelos, já outras, quase que peladas. Independente da quantidade de pelos, todas estas aranhas tem uma característica em comum, terem os mesmos sensíveis ao seu meio de vivência, como se exercessem a mesma função das antenas dos animais que as possuem, inclusive, antenas estas que as aranhas não possuem, aí está mais uma característica padrão das aranhas, não possuírem antenas, diferente de alguns animais de outros filos, como é comum nos insetos, por exemplo.

As Aranhas São Invertebradas Artrópodes

Uma característica que deixa qualquer ser humano racional com medo diante de uma aranha, são seus poderosos venenos, algumas com o veneno mais poderoso, outras com o mesmo menos. Se para nós humanos que somos atacados por elas sem o objetivo de sermos comidos, imagine como é para as suas presas, que além de atacadas, servirão de alimento. Uma outra característica em comum das aranhas independente da sua espécie, é não possuir mandíbula, mas o seu organismo não deixou a desejar quanto a isso, após o ataque de suas presas com seu veneno, liberam enzimas presentes em suas glândulas salivares que deixam a presa em uma textura possível de servir de alimento para quem tem a característica de não possuir mandíbula. Suas presas se transformam praticamente em líquido para serem ingeridas por elas.

Falando mais profundamente sobre elas, são animais invertebrados, em outras palavras, literalmente, não possuem vértebras e nem crânio, o que as diferenciam dos animais vertebrados, que possuem vértebras e crânio. Mais uma característica da aranha que facilita a sua vida de invertebrada, é possuir exoesqueleto, assim como alguns outros animais invertebrados, o exoesqueleto exerce a mesma função das vértebras no caso dos vertebrados, ou seja, protege seu corpo e as auxiliam na locomoção. Como todo exoesqueleto, é composto de quitina e é externo ao seu corpo.

Aracnídeas

Já falamos que são invertebradas, que são pertencentes ao filo dos artrópodes, sendo assim, invertebrados que possuem exoesqueleto, o que não falamos ainda é que dentro do filo dos artrópodes, são aracnídeas, junto a outros animais medonhos e venenosos, como os também temidos e até parecidos, escorpiões, por exemplo.

Na classificação dos aracnídeos, as características em comum dos animais pertencentes são as já citadas falta de mandíbula e de antenas. Curiosamente, dentro do filo dos artrópodes, além da classificação dos aracnídeos, há algumas outras, como a dos insetos, que ao contrário das aranhas, dentre as características em comum, tem o fato de terem antenas que as auxiliam em seu meio de vivência, assim como o pelo exerce essa função no caso das aranhas.

As Venenosas Mais Pequenas

Apresentadas as características gerais das aranhas dentro da sua diversidade, vamos falar especificamente de espécies que temos no Brasil, ou melhor, ademais, das que causam mais medo, compreensivelmente, por serem as mais venenosas. Para começar a te preparar, já falamos que o Brasil junto com a Austrália são os países que mais apresentam aranhas venenosas.

A princípio vamos falar de uma espécie que está entre as mais pequenas, mas que contraditoriamente, também está entre as mais venenosas, é a viúva negra. A sua picada e o seu veneno em humanos causa graves reações, de fortes dores e inchaço a dores abdominais e até náuseas. São encontradas no Brasil além de diversos outros países da América.

Você já se perguntou pelo seu peculiar nome viúva negra? Pois saiba que ele é bem original, seu significado tem a ver com a sua reprodução, ao realizarem a cópula, é comum a fêmea matar o progenitor, o que curiosamente também é comum em algumas outras espécies de aranhas. Também saiba que este hábito não é nada difícil para a fêmea, já que são até quatro vezes maiores do que os machos. A segunda espécie a falarmos é a aranha marrom, que além do Brasil se encontra em outros países com a característica de terem o clima tropical. Ela também está entre as menores e mais venenosas. Seu envenenamento pode causar desde forte dor, a ferida grave e até necrosamento.

A próxima a falarmos também está entre as menores e mais venenosas, é a aranha de jardim, também conhecida como aranha de grama pelo seu habitat. Seu envenenamento cauda de dores, formigamento, queimaduras e reações alérgicas.

As Maiores Aranhas

Agora vamos as maiores e as especificamente brasileiras. Elas são a caranguejeira rosa salmão brasileira encontrada na região nordeste e a aranha Golias comedora de pássaros, habitante da região amazônica. Não precisamos falar muito quanto aos significados de seus nomes, não é? Por último, deixamos a mais medonha, tanto que o significado do seu nome em grego é justamente assanha, é a armadeira. Seu envenenamento causa perda de controle muscular e respiratório,  podendo levar a paralisia ou asfixia, consequentemente. Outro efeito cruel de seu envenenamento específico em homens é uma ereção de horas muito dolorosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *