Home / Curiosidades / Porque O Galo Canta? Qual a Função da Crista?

Porque O Galo Canta? Qual a Função da Crista?

Galos são ótimos animais para se criar em uma fazenda. E claro, frito acompanhado com rodelas de cebola fica melhor ainda. Brincadeiras à parte, os Galos são animais bastante interessantes, barulhentos e até um pouco estressados dependendo do momento do dia em que você os encontra. Esses animais são conhecidos pelos seus cantos matinais, mas, sabia que seu canto te uma finalidade especifica?

Recentemente, a ciência trouxe para nós uma informação que nos deixou encucados e até impressionados referente a essas aves. Tanto os Galos quanto as galinhas são descendentes nos nossos temidos tiranossauros rex. Isso mesmo que você ouviu. Pode se orgulhar de comer um prato cheio de coxinhas de tiranossauro, quero dizer, de galinha frita. Bora conhece rum pouco mais sobre os nossos amiguinhos de penas?

Galo Cantando
Galo Cantando

Galos: Animais Com Penas Lindas

Muitas pessoas criam Galos não apenas por causa de sua carne, mas sim, devido a suas penas coloridas e cheias de vida. Existem muitas espécies por aí, todas com penas de colorações diferentes igualmente belas e desejadas.

Na parte de trás de um Galo se concentra as maiores penas. As penas da causa podem ser ainda mais brilhantes e coloridas do que em qualquer outro lugar de seu corpo. Algumas espécies podem ter caudas cujas penas chegam a medir de 30 a 40 centímetros.

Galos: Características Principais

Os Galos e as galinhas se diferem em muitos aspectos, um deles é referente a suas penas da cauda. As penas da cauda de um Galo são bem maiores que a de uma galinha. Embora a galinha possa apresentar uma coloração igualmente bela a do Galo.

Os machos costumam ser bem maiores que as galinhas, isso claro, dependendo da espécie. O ganize e o nanico são suas espécies de Galos que apresentem um tamanho bastante reduzido quando comparados a outros Galos comuns.

Os Galos possuem as cristas com colocações mais vibrantes e vivas, geralmente vermelhas e maiores. As galinhas têm cristas menores e com a coloração mais fraca, um vermelho meio pálido. Os pés dos Galos possuem grandes e pontiagudos esporões que eles usam para lutar entre si em disputas por fêmeas e território.

Galos: Porque Eles Cantam?

Vamos usar como exemplo nós, os humanos. O que costumamos fazer para impor nossa autoridade e vontade? Isso mesmo, falamos mais alto, muitas vezes até gritamos uns com os outros. Para o Galo, cantar é uma forma de ele dizer para os outros Galos que aquele é o seu território e aquelas são as suas galinhas. Ele também canta para manter seu território sob seu controle. É como impões sua autoridade como macho.

Seu canto também é uma forma de intimidação e uma tentativa de assustar seu possível rival. Galos têm hábitos diurnos, e por isso ele costuma cantar no raiar do dia. O canto também é um meio usado para declarar que o líder do galinheiro continua vivo e mandando em tudo.

Galos: A Crista Em Sua Cabeça

Galos e galinhas possuem cristas, ambos diferentes decorrente dos sexos, o Galo tem uma crista bem maior e mais vermelha que a galinha. Está parte considerada por muitos “inútil” neste anima tem um papel muito importante dependendo da sua raça.

As cristas dos Galos é uma forma deles de chamar a atenção das fêmeas. Quanto maior a crista, mais as fêmeas se interessarão nele. A crista é uma parte que se desenvolve entre 3 e 8 semanas após o nascimento do pintinho. Como eu disse, dependendo da raça, a crista de utilidades diferentes. Alguns Galos possuem cristas exageradamente grandes, sendo normal devido a sua espécie. As espécies que vivem em regiões muito quentes dependem das cristas para sobreviverem.

Nesses Galos de climas quentes, a crista atua como um acelerador do sangue, ou seja, fazem o sangue correr mais rápido pelo animal ocasionando na liberação de calor com maior intensidade. Em locais de constante frio, tanto Galos como galinhas têm cristas bem pequenas, uma vez que essa é a única parte do corpo do Galo que pode acabar congelando por causa do frio. Para nós, humanos, ver um Galo ou galinha com uma crista bem cheia e alta é sinal de que os animais estão com uma boa saúde.

Galos: O Galossauro Rex

Algum tempo, foi coletadas proteínas de fosseis de dinossauros e comparados a amostras de 21 espécies de animais diferentes do mundo, incluindo os répteis que acreditávamos ser os verdadeiros descendentes dessas feras gigantescas.

Acontece que, essa comparação mostrou que as aves, principalmente Galos e galinhas, e avestruzes eram os descendentes mais próximos dos dinossauros do que se acreditava. A ligação das aves com os dinossauros impressionou, tendo a analise confirmado a teoria a nível molecular.

Essa comprovação só reforçou uma teoria que dizia que os dinossauros possuíam aspectos de aves, como penas e outras características que conhecemos nos nossos amigos emplumados atualmente. A pesquisa foi realizada por pesquisadores das Universidades de Harvard e da Universidade Estadual da Carolina do Norte, nos EUA.

Não posso deixar de pensar no quão fascinante isso pode ser, mostrando que, milhões de anos atrás, o temido dinossauro teriam uma evolução que hoje podemos criar em nossas casas. Quando você for comer um ensopado de Galo, tenha em mente que estará comendo muito mais que uma simples ave doméstica, mas sim, um tiranossauro rex. Alguns cientistas debatem a ideia de que, com essa comprovação, pode-se afirmar que algumas espécies de dinossauros ainda vivem nos dias de hoje, tendo eles escapado da extinção milhares de anos atrás.

E se pararmos para pensar, de fato existem aves carnívoros sobrevoando nossos céus. Claro, elas não são tão ferozes quanto os dinossauros, mas, estimasse que seja o próximo passo de suas evoluções que os fizeram sobreviver ao genocídio jurássico.

Conclusão

Os Galos são animais muito interessantes com uma história bem longa para nos contar. Dono de penas bonitas, um canto inconfundível e uma carne saborosa, nossos amigos emplumados também fazem parte de uma grande linhagem de predadores. Só quem cria Galos e galinhas nas fazendo sabe como é difícil cuidar de uma fera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *