Home / Curiosidades / Peixe Molinésia: Curiosidades, Nome Científico E Respiração

Peixe Molinésia: Curiosidades, Nome Científico E Respiração

Você consegue imaginar quantos peixes existem em todo o mundo? Quantas espécies diferentes estão a habitar as águas de nosso planeta? Uma pergunta para lá de difícil. E reconheçamos, existe uma série infindável de peixes de espécies distintas que mereceriam toda a nossa atenção. Mas para aprendermos um pouco sobre cada uma destas espécies gastaríamos mais tempo do que certamente temos aqui, nesse pequeno espaço de tempo chamado vida. Por isso, resolvemos trazer neste post um peixe que merece a sua atenção. Estamos falando do peixe molinésia. Um peixe característico que chama e muito a nossa atenção, e não poderia ser diferente.

Peixe Molinésia: A Apresentação Inicial

O peixe molinésia é uma espécie característica para não dizermos outra coisa. É uma espécie característica e uma das suas principais particularidades diz respeito a sua capacidade de ser brincalhão, ativo e muito alegre e divertido. Pode parecer engraçado utilizar estas definições para um peixe, mas ao olharmos o comportamento deste animal não conseguimos pensar em descrições melhores e mais adequadas do que esta.

Quem possui aquário muitas vezes acaba optando pela criação do molinésia pela particular e característica beleza desta espécie. Por falarmos em criação em cativeiro do molinésia, curiosamente esta espécie convive muito bem com outras espécies quando criada em aquário, entretanto, de modo ainda mais curioso o peixe molinésia não convive bem com outros indivíduos da mesma espécie. Curioso não é?

E assim como acontece com inúmeras outras espécies, peixe molinésia é um nome genérico utilizado para designar uma variedade muito grande de molinésias que apresentam características em comum. Como, por exemplo, o molinésia negro que possui, como o nome sugere, as escamas totalmente escurecidas e o molinésia velifera que também é conhecido como poencilia velifera. Mas como é comum a este tipo de ocorrência, todos estes peixes que genericamente são definidos apenas como molinésia sem levar em consideração a sua variável ou subespécie apresentam características comuns, ou bem similares que conheceremos a seguir.

Molinésia Laranja
Molinésia Laranja

Característica Dos Molinésias

O molinésia é um peixe de pequeno porte, para não dizer de porte muito pequeno. Os adultos da espécie apresentam no máximo seis centímetros de comprimento quando bem desenvolvidos. São originários do norte da Venezuela e também do México e recebem o nome científico de poecilia sphenops. Quando criado em cativeiro exige alguns cuidados especiais como, por exemplo, a temperatura da água de seu aquário que deve ser de em média vinte e seis graus. O ph também deve ser devidamente controlado ficando próximo de 7,2 e 7,8. O dh deve estar em média em quinze, podendo variar entre dez e vinte.

Reprodução Do Molinésia E O Medo Dos Pais

Os molinésias se reproduzem de maneira fácil, por assim dizer. O macho procura constatemente pela fêmea e justamente por isso é indicado que seja colocado um macho para cada três fêmeas no aquário. Apesar de não conviverem bem com a própria espécie em pequenos grupos tendem a serem dóceis com desentendimentos comuns e corriqueiros, nada que prejudique a saúde e o bem-estar do animal.

Após a cópula a fêmea dará à luz aos filhotes por volta de vinte e oito a quarenta dias. Por incrível que pareça, em uma única gestação a fêmea pode dar à luz a até oitenta filhotes, mas a média é de cerca de sessenta, a sessenta e cinco. O que ainda assim são números impressionantes, não é?

Após o nascimento os filhotes já conseguem nadar e se alimentar poucas horas depois. Para eles é necessário que seja ofertado naupilus de artemias ou ração para alevinos. O aquário onde a família estará deve propiciar aos filhotes locais onde poderão se esconder dos pais, uma vez que os mesmos podem atacar as próprias crias. Isso acontece porque ao que tudo indica as fêmeas podem acabar confundindo os filhotes com alimentos vivos (o peixe molinésia é ovíparo e pode consumir micro vermes e outros seres vivos pequenos). Desta forma, se puder separar a fêmea dos filhotes será ainda melhor.

Respiração Dos Peixes E Outras Curiosidades

A respiração dos peixes e consequentemente do molinésia é bem diferente da nossa que é feita por meio dos pulmões. Com os peixes a respiração é feita por meio das guelras. As guerras auxiliam na respiração aquática da seguinte forma: a água entra pela boca do peixe, chega as guelras e daí o sangue recebe todo o oxigênio necessário. A partir da entrada, ou melhor, chegada de oxigênio, o dióxido de carbono é eliminado por meio dos opérculos que são os pequenos buracos na cabeça dos peixes encontrados lateralmente. O que acontece nas guelras dos peixes é o mesmo que acontece em nossos pulmões e a água que é eliminada possui uma maior concentração de dióxido de carbono do que de oxigênio.

Curiosamente apesar do seu pequeno porte, o molinésia passa boa parte de seu dia em busca de alimento. Costumam consumir limo ou algas, mas a depender do tutor também podem consumir rações específicas, spirulina e micro vermes.

A espécie ou subespécie mais comum de molinésia é a molinésia negra e quando vivem de maneira selvagem são encontrados em água salgada. Mas são muito comuns na criação em cativeiro devido principalmente a sua personalidade brincalhona e a sua resistência, docilidade e aparência.

E por falarmos em cativeiro, vivem em média de dois a três anos em aquário.

Molly Dálmata

Essa variação do peixe molinésia faz jus ao nome que recebe: dálmata. São realmente muito similares aos cachorros dálmatas. Com coloração branca com manchas em tom preto distribuído em todo o corpo. Manchas pequenas, como se fossem bolinhas, lembrando muito bem um sorvete de flocos. É uma espécie nativa do México e da região norte da Colúmbia. Embora seja também ovíparo sua alimentação é fundamentalmente composta de vegetais. Justamente por ser de fácil manutenção e criação é indicado para quem está começando a criação em aquário.

São, assim como todo bom molinésia, um animal que pode ser definido com ativo, vistoso e brincalhão. E ao contrário de outras espécies, possui uma considerável adaptabilidade a conviver com outros indivíduos da mesma espécie. Apenas não recomendamos que você crie muitos molinésias em um único aquário nem mesmo crie muitos machos juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *