Home / Curiosidades / Pato Doméstico de Estimação: Como Criar? Qual Preço?

Pato Doméstico de Estimação: Como Criar? Qual Preço?

Cães, gatos, pássaros, hamsters, porquinhos da índia, todos esses são os animais de estimação “mais comuns”, ou seja, aqueles que vemos com mais frequência na casa das pessoas. Não é para menos, eles são super fofinhos e ótimos companheiros. Mas e se você quiser algo fora do comum, como um pato, por exemplo? Tudo bem também, contanto que você siga todas as instruções necessárias para oferecer ao animal as condições ideias para ele ter uma vida saudável ao seu lado. 

Está pensando em adotar um pato, mas não sabe pode onde começar? Aqui vai algumas dicas para você ter seu bichinho de estimação. 

Como criar um pato 

Um dos fatos primordiais para você que quer ter um pato de estimação é saber que este bicho é um indivíduo super sociável. O que é ótimo, isso quer dizer que ele vai se dar muito bem com você, por outro lado, isso também quer dizer que você não deve comprar apenas um, mas, no mínimo, dois exemplares desta ave. Eles precisam da companhia de outro da sua espécie, por isso, se dois for muito, talvez seja melhor pensar mais sobre o assunto. Agora, se este detalhe não for um problema para você, então pode seguir com a ideia de adotar um desses. 

O segundo fator que deve ser levado em consideração é o local onde o bicho viverá. Ele é um animal que precisa de espaço, então é ideal que sua casa tenha um jardim para que ele possa andar livremente. Além disso, ele precisará de uma capoeira de tamanho considerável, onde ele possa ficar em situações de chuva, por exemplo. Também é seu local de proteção contra predadores. E, obviamente por ser um indivíduo aquático é que ele precisa de um local onde terá fácil acesso a água. O que quer dizer que ele precisa de uma lagoa artificial ou algo que seja parecido com isso ao seu alcance. Também é importante que este seja o maior possível. 

Além de um local adequado para viver, o pato também precisa morar num ambiente limpo. O primeiro passo é colocar na casinha que comprou pra ele um piso de areia, isso fará com que a limpeza das fezes do animal seja feita de forma mais fácil. 

Voltando a lagoa, é preciso manter a água sempre limpa. A noite, prefira tirar o pote de comida que ele não comeu durante o dia, isso evitará que o seu bichinho consuma algo estragado ou indevido. 

Pato Doméstico
Pato Doméstico

Alimentação do pato 

Os patos consomem, diariamente, cerca de 170 a 200 gramas de comida. Sua alimentação é variada, por isso você pode dar sementes, grãos, verduras, insetos e até alguns peixes. Ainda é possível complementar essa dieta com rações específicas para a espécie. Mas fique atento, pois esta é usada para engordar o animal, então é preciso ter um equilíbrio se optar por esse alimento. O tipo de dieta vai variar dependendo da espécie de pato que você for comprar, então é sempre bom consultar um veterinário para optar pela melhor alimentação para o seu pet, mas a base de comida da ave é a mesma para todas as raças. 

É primordialmente deixar que o seu animal tenha acesso livre a comida, assim como acontece com a água. Que, assim como já falamos, deve ser tocada diariamente. 

Os primeiros dias do pato na sua casa 

Se deseja pegar um filhote, confirme com o vendedor ou com o doador se este já passa dos 5 semanas de vida, data ideal para ele ser separado da mãe. Em seus primeiros dias, você deve deixá-lo num local quente, como uma caixa de papelão, por exemplo. Adicione palha para deixar ela ainda mais aconchegante para o bebê pato. 

E, apesar dele passar boa parte da sua vida na água, você não pode deixá-lo em contato com o líquido nos primeiros dias. Isso porque ele ainda é novo demais e não desenvolveu plumagem o suficiente. 

Essa será a rotina do seu pet pelos próximos dois meses, período que ele deve ficar dentro de casa, sob seus cuidados. Após esse tempo, você pode começar a acostumar o bicho com a área externa da sua residência e até na rua. Mas, claro, fazendo isso durante climas amenos, não vai sair com o animal debaixo de chuva ou sob um sol muito escaldante.

Pato Doméstico
Pato Doméstico

Saúde 

O pato não precisa de cuidados frequentes com o veterinário, mas isso só vai acontecer se você se atentar devidamente aos cuidados de higiene e alimentação do bicho. Se seguir todas as dicas que demos aqui, as visitas ao médico serão bem poucas. Além de seguir essas recomendações, fique atento ao comportamento da ave, se ela apresentar falta de apetite, secreção ou vermelhidão nos olhos, dificuldade em respirar, inflamação; irritação ou secreções nasais, fezes muito dura ou mole, penas opacas; eriçadas ou sujas, ou qualquer alteração em seu comportamento normal, é preciso levar o indivíduo ao veterinário. Todos esses sintomas podem ser alguma doença e seu pet precisa de atenção de um profissional no assunto. Fora isso, o pato é um bicho de fácil criação. 

Preço 

Além de ser de fácil criação, os patos são relativamente baratos. É possível achar o pet por até 30 reais no mercado livre. Porém, fique atento ao vendedor. Faça uma pesquisa sobre ele, se o animal vive em condições ideais, lembre-se que muitos apenas utilizam o bicho como máquina reprodutora e não se preocupam em dar uma vida boa, com cuidados básicos e necessários para os indivíduos. Assim como outros pets, como cães e gatos, você também pode ver a possibilidade da adoção. Adotar é sempre melhor que comprar, ainda mais se o vendedor for suspeito. 

Seguindo todos esses cuidados temos certeza que você vai adorar essa experiência diferente de ter um pato como animal de estimação em casa. 

Mas, antes, veja se você tem a possibilidade de dar tudo que o animal precisa, afinal, ele te acompanhará pelos próximos 15 anos. E bicho não é brincadeira, então é preciso estar ciente de todas as responsabilidades antes de ter um. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *