Home / Curiosidades / Orangotango Preto Existe? Qual A Sua Espécie?

Orangotango Preto Existe? Qual A Sua Espécie?

Vamos ser diretos quanto a pergunta tema deste texto. Não! Orangotango preto não existe, isto quanto a todas as três espécies existentes de orangotangos. O orangotango de Bornéu, o orangotango de Sumatra e o orangotango Tapanuli.

Todos eles têm a cor do seu pelo característica, com no máximo algumas variações de tons na sua cor marrom avermelhada. A única diferença entre eles quanto a sua pelagem, seria a do orangotango Tapanuli que caracteristicamente  tem o pelo mais ondulado.

Orangotango
Orangotango

Orangotango E Um Tal Parente Próximo + Os Primatas Pretos

O que podemos citar aqui como possibilidade de ter tido o pelo preto mas sem uma possível resposta categórica quanto ao assunto pelo tempo que foi extinto, há mais de cem mil anos atrás, é o parente mais próximo dos orangotangos e o maior primata já existente, podendo chegar a medir até três metros de altura e pesar até quinhentos quilos, como seu próprio nome sugere, ele é o gigantopithecus.

Já primatas que sabemos que caracteristicamente têm a pelagem preta são os conhecidos gorilas e chimpanzés, primatas estes citados que remetem muito ao King Kong pelo seu porte gigante, característica que o orangotango não fica muito atrás. Mais especificamente dentre os primatas sobreviventes, neste quesito em primeiro lugar vem o gorila, em segundo o chimpanzé e em terceiro os protagonistas deste texto, os orangotangos.

Dada a resposta do texto, vamos a algumas curiosidades destes grandes primatas ainda sobreviventes.

Ainda Sobre As Características Físicas Do Orangotango 

Ainda sobre a sua aparência física, os orangotangos de Sumatra e de Bornéu são os mais parecidos, já os de Tapanuli se diferencia mais dos outros dois, quanto ao seu crânio menor e consequentemente a sua cabeça também, seu esqueleto e até a sua arcada dentária. Também se distinguem em seu comportamento, para se acasalar e reproduzir, o macho vocaliza para atrair a fêmea, o que não acontece com as outras duas espécies. E até quanto a sua alimentação, diferente dos orangotangos de Bornéu e Sumatra que têm a sua alimentação mais vegetariana, a base de cascas, folhas, frutos, sementes, os Tapanuli preferem pinhas de plantas coníferas e as lagartas.

Todos eles são onívoros e como tais têm pequenos invertebrados além de vegetais em sua alimentação. Engraçado pensar que a base da alimentação de um animal com um porte tão grande e caracteristicamente forte seja principalmente a base de frutos.

Uma curiosidade quanto a isto é que a teoria da extinção do novamente citado, gigantopithecus é que seus habitats naturais que assim como os orangotangos, até mesmo por serem os parentes mais próximos do mesmo, eram florestas asiáticas que foram transformadas em savanas e que assim o gigante não conseguiu se adaptar e sobreviver, até porque precisavam de uma quantidade muito grande de alimentos para dar conta de todo o seu porte.

Os Orangotangos Como Os Maiores Arborícolas Existentes

Mais uma curiosidade é que os orangotangos são os únicos primatas asiáticos, todos os outros, inclusive os gorilas e chimpanzés são africanos.

O Bornéu e o Sumatra têm os mesmos nomes de seus habitats, a ilha de Bornéu e a ilha de Sumatra, respectivamente, presentes mais especificamente na Indonésia. Por lá habitam florestas tropicais de pântanos, onde a sua locomoção seria difícil em um solo com tanta lama, mas não sofrem com este problema, pois são os maiores animais arborícolas e passam boa parte do seu tempo nas alturas das árvores e raramente descem da mesma, a não ser para a caça da sua alimentação em época de seca, por exemplo.

Características Físicas Do Orangotango 
Características Físicas Do Orangotango

Escalam os troncos das árvores, pulam de uma para outra e de galho em galho, além do que também são dignos de conforto e constroem seus ninhos para descanso durante a tarde e dormida durante a noite como animais diurnos que são. Isto mesmo, não são só as aves que têm este hábito de construir ninhos.

Se assemelham a elas em outro comportamento também, quando se alimentam de frutos, acabam sendo dispersores de sementes, assim como conhecidamente as aves fazem.

Seus ninhos são construídos engenhosamente para ser seguro além de confortável. Afinal, são postos a muito altura do solo, onde consequentemente acabam se protegendo dos seus predadores naturalmente, que são os cães selvagens, leopardos, lagartos, mas especialmente os temidos tigres. Ainda sobre a construção do seu ninho, se dá do material obtido nas árvores, de galhos e folhas. Quem disse que elas não podem suportar o peso de um animal tão grande? Isto quando não estão com os seus filhotes, sendo assim, ficam ainda mais pesados.

O Desmatamento E O Estado Dos Animais Arborícolas

Agora pense conosco o que o desmatamento causaria a um animal que habita árvores, depende das árvores para construírem seus ninhos, descansam nas árvores, se protegem de seus predadores nas árvores, retiram o seu principal alimento e protegem os seus filhotes nos altos das árvores? O óbvio e a realidade de muitos animais atualmente, entram em ameaça de extinção.

Esta é a situação das três espécies de orangotangos. Em primeiro lugar na lista com uma classificação mais crítica, está o Tapanuli, que apesar de ter sido descoberto como uma nova espécie a somente dois anos atrás, em dois mil e dezessete, já foi encontrado em risco crítico de extinção, com somente cerca de oitocentos indivíduos sobreviventes na natureza, em seguida o Sumatra, com cerca de sete mil, e um pouco atrás o Bornéu.

Orangotango Extinção
Orangotango Extinção

A característica mais peculiar dos orangotangos e que acaba contribuindo para a sua extinção em uma situação tão crítica, é a sua pouca capacidade reprodutiva. Isto porque vivem em média de quarenta a sessenta anos, em que quando se reproduzem, geram normalmente somente um filhote, muito raramente no máximo dois e o intervalo de uma reprodução para a outra é o mesmo que os filhotes são dependentes, por cerca de oito anos. Ou seja, são em média no máximo sete reproduções por fêmea com a geração de somente um filhote.

Uma pena que até uma forma de reprodução pode ser empecilho para a continuação e preservação de tantas espécies de animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.