Home / Curiosidades / Onde Vivem os Hirudíneos? Qual sua Função para o Ecossistema?

Onde Vivem os Hirudíneos? Qual sua Função para o Ecossistema?

Se você é um leitor assíduo deste site e do mundo animal você provavelmente já sabe disso, mas, para aqueles que chegaram agora e ainda sabem muito pouco sobre esse universo vasto, misterioso e encantador que é a fauna e a flor, não só do Brasil, mas do mundo, saiba que toda criatura tem seu papel no mundo. Todo ser vivo, desde de uma simples bactéria ao maior felino do mundo, o leão, possui uma importância no ecossistema. Para você entender melhor, o ambiente em que vivemos, afinal, também somos “bichos”, funciona como um círculo, um carrossel, onde cada indivíduo está diretamente ligado a outros e cada um desempenha uma parte importante no meio ambiente. Hoje, o nosso foco vai recair sobre um deles, na verdade, um grupo: o dos hirudíneos. Saberemos quem eles são e a importância que representam dentro da natureza.  

Antes de respondermos a pergunta do título, onde moram os hirudíneos, vamos saber mais sobre eles?

Sobre os hirudíneos

Quando falamos dos hirudíneos estamos falando de uma classe sugadora de sangue. Na verdade, ela é composta por uma única criatura: a sanguessuga. Ela faz parte do filo Annelida, classe Clutellata e da subclasse Hirudinea, que também já foi conhecida como aqueta, que significa sem cerdas que, aliás, é uma das características da desse animal. Sabia que o nome foi mudado com base na substância que ele produz, um anticoagulante poderoso chamado de hirudina? É um bicho que se alimenta de sangue e, para isso, ela se fixa na pele da sua vítima por meio de suas ventosas, sugando este líquido. Algumas não são hematofagas, ou seja, não “comem” sangue. Neste caso, elas possuem uma dieta carnívora, mesmo que o seu nome indique o contrário. 

Onde vivem os hirudíneos?

Os hirudíneos ou sanguessugas habitam, principalmente, águas doces ou lagos com lama. Mas como o grupo é muito grande, existe uma variedade enorme desse animal, é comum vê-lo em diversos habitats, como a água salgada do mar. Além dessas regiões tropicais, algumas das espécimes vivem em árvores. Isso mesmo, e usam deste local para atacar suas presas de cima, caindo sobre elas para se alimentar. Imagina que agradável estar andando pela florestas e, de repente, uma sanguessuga cai em cima de você. 

Mas mesmo com essa diversidade de moradia, a grande maioria prefere ocupar lagos, lagoas e rios calmos. 

Qual sua função para o ecossistema?

Como dissemos lá no começo do texto, todo animal que vive no mundo tem uma importância no ecossistema, seja para ajudar a melhorar o seu funcionamento ou, como no caso da sanguessuga, ser usado para tratamentos médicos. Você com certeza já deve ter visto esses animais em filmes de Hollywood, certo? Na maioria das vezes elas estão “atacando” alguém. Na verdade, elas estão apenas se alimentando. Afinal, todo mundo precisa comer, certo? Bom, mas, em alguns casos, como em Velocidade Máxima 2, vemos a criatura desempenhar um outro papel: uma forma de cura. O vilão vivido por Williem Dafoe sofria de intoxicação por chumbo e, para se livrar do excesso da substância em seu sangue, ele utiliza as sanguessugas que sugam a substância vermelha e, junto com ela, o chumbo. 

Apesar de tal feito ter sido mostrado em um filme de ação fantasioso, na realidade, essa já foi uma prática muito comum e que, em razão dos seus benefícios, está voltando a moda. 

Para se ter ideia, os egípcios já utilizam o bicho para realizar tratamentos médicos. E não pense que ele era usado em apenas em algumas situações, a sanguessuga era usada para absolutamente tudo, qualquer doença que você possa imaginar. De uma simples prisão de ventre até dores de cabeça. Isso porque os povos acreditavam que grande parte dessas mazelas eram causadas pelo excesso de sangue no corpo, sendo assim, uma simples sangria – tirada desse excedente – resolveria vários problemas de saúde.

Hirudíneos
Hirudíneos

Esse costume foi passada para as gerações seguintes, chegando ao século 19, provavelmente a época de ouro do animal. Acredita-se que naquele ano, milhões de sanguessugas foram usadas, isso apenas nos hospitais de Paris. Mas, com a evolução da medicina ocidental, mais cética, ela caiu em desuso pelos médicos não acreditavam que existiam evidências dos benefícios do seu uso, além do fato do bicho ter quase entrado extinção por causa dessa utilização exacerbada. Para se ter ideia, ele era tão popular que, na época, era possível alugar sanguessugas na farmácia. Com alguns trocados você levaria uma boa quantidade desse indivíduo para casa, temporariamente. 

Alguns anos depois, a sanguessuga está sob os holofotes novamente por contribuir em cirurgias delicadas, como reimplantação de órgãos. Isso porque ela é capaz de reconectar a ligação entre veias, um processo muito delicado e difícil de ser feito, além de tirar o excesso de sangue dos pacientes que passam por essa reconstrução. Ela também é uma boa opção para quem sofre com dores nas articulações. Além de tudo, todo o processo é indolor devido a “anestesia local” criada pela saliva do animal. Aliás, é por causa dessa substância que você não sente quando é “atacado” por essa criatura. E esse elemento é tão poderoso que nos Estados Unidos criaram uma máquina que imita a sucção feita pelo bicho. O aparelho é usado naqueles pacientes que não se sentem muito à vontade com um espécie de lesma grudada em sua pele, sugando seu sangue. Além disso, diversas empresas farmacêuticas estão tentando recriar a anestesiada criada pela criatura. Caso isso aconteça, será uma grande descoberta para a ciência e uma enorme mudança na medicina. 

O sucesso é tanto que já existe uma empresa no País de Gales, a Biopharm, que cria sanguessugas e as vendem para os hospitais de todo mundo que tem o interesse de usar esse animal em cirurgias. 

Hirudíneos
Hirudíneos

Bom, de qualquer forma, mal não faz, não é mesmo. Só não recomendamos o aluguel de sanguessuga, já que utilizar uma espécie já usada por outra pessoa equivale a uma seringa infectada. Ou seja, não é uma boa idéia. 

Está vendo como todo animal possui um papel importante no ecossistema? Por isso é imprescindível preservar toda e qualquer espécie da natureza. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *