Home / Curiosidades / Musaranho E A Osteoporose

Musaranho E A Osteoporose

Se olharmos mais de longe ele se assemelha muito a um pequeno rato, se olharmos mais de perto, uma mistura de pequeno rato com um passarinho, pelo seu bico, opa, focinho alongado. Focinho comprido este com um faro que o ajuda e muito nas suas caças em seus habitats. Caças que são compostas de insetos, (são insetívoros) encontrados em seu habitat que é muito diversificado, suas caças são feitas desde vegetações densas, até o alto das árvores, o solo, a neve e até na água quando necessário.

Musaranho Pigmeu
Musaranho Pigmeu

O Musaranho Pigmeu

Quando demos a informação no início do texto de que ele mais se assemelha a uma mistura de rato com pássaro, já demos a entender sobre o seu tamanho, quando falamos que só se alimentam de insetos, também, afinal, qual o porte de um animal que sobrevive se alimentando somente de insetos? Mas e se eu te disser que uma das várias espécies de musaranhos é o menor mamífero existente no mundo? Isso mesmo! Falando o seu tamanho exato te aproximamos mais desta realidade, são cerca de somente trinta e cinco a cinquenta e três milímetros, isso mesmo, não é nem centímetros, de comprimento e pesam somente cerca de uma a três gramas. Lembrando que todo este minúsculo comprimento é somado a sua cauda, que tem cerca da metade do comprimento do seu corpo. Mas qual esta espécie de mamífero tão pequena?

É o mais conhecido entre a diversidade dos musaranhos justamente pelo seu título de menor mamífero do mundo, o musaranho pigmeu. Ademais sobre a sua aparência, geralmente tem uma coloração de pelo padrão, uma espécie de acinzentado, amarronzado ou no máximo avermelhado. Ainda sobre as suas características físicas, tem seis mamas como mamíferos que são, um bigodinho estilo ratinho mesmo, olhos pretos é assim como a suas orelhas, redondinhos e pequeninos, suas patas dianteiras e traseiras com cinco dedos são tão pequenas que chegam a ser desproporcionais ao seu corpo já minúsculo.

Nada de Ameaça de Extinção Do Musaranho, Mas Por que?

Como já dissemos sobre os habitats dos musaranhos, são bem diversificados e mais especificamente com a espécie pigmeu não é diferente. Habitam desde a Europa, até a África, o oriente, arabia e a Ásia e também foi introduzido na Espanha. Em todas estas regiões não são classificados como ameaçados de extinção, inclusive, não há motivos para a ameaça de extinção destes pequenos animais. O que ajuda a esta classificação certamente é a sua adaptação a diferentes habitats, alimentação disponível abundantemente na natureza e a sua reprodução, também podendo ser caracterizada como abundante.  Mais uma vez sobre a sua alimentação, curiosamente há quem cite que os musaranhos pigmeus também gostem de consumirem azeitonas além de insetos e há a informação de que podem chegar a praticar o canibalismo caso a sua caça venha a faltar.

Reprodução e Vida

Quanto a sua reprodução abundante, podem chegar a se reproduzir três vezes ao ano, gerando de dois a cinco filhotes por vez. Se um adulto da espécie pigmeu é tão pequena assim, imagine o quão sensível é a sua cria, pesam bem menos que uma grama, nascem pelados e com os olhos fechados. A gestação dura cerca de um mês e com aproximadamente três semanas, os filhotes já desmamam. Sua capacidade de se reproduzir, ou seja, maturidade sexual, chega tardiamente, pensando na sua tão pequenina expectativa de vida, que é de somente dois anos de idade. Vivem de forma solitária e só convivem entre si para a reprodução. Ainda sobre o seu comportamento, são noturnos, o que de certa forma os protegem de seus predadores na natureza, que são algumas espécies de aves, cobras e lagartos, além do gavião e da coruja.

Musaranho Pigmeu
Musaranho Pigmeu

Pequenos Mas Defensivos

Seria justo um animal tão pequenino ter formas de se defender e de sobreviver na natureza que não dependesse do seu porte e assim o é. São capazes de liberar um odor muito forte no ar como forma de defesa a ameaças ou de facilitar a caça de sua pequena presa, também possuem glândulas em suas salivas que liberam veneno, também usada nas duas situações descritas anteriormente. Mas não fique com medo do musaranho achando que eles liberam venenos letais ao ser humano, o que não é verdade. O comportamento de liberar o seu odor, também é comum quando o macho quer atrair a fêmea para o acasalamento e reprodução, outra forma do macho tentar atrair a fêmea é emitindo sons.

Osteoporose Reversa? E Metabolismo Lento

Dentre as suas mais curiosas características, está o fato de terem o metabolismo, digamos, não só acelerado, mas aceleradíssimo. Para você ter noção, eles precisam se alimentar de três em três horas, ou melhor, necessitam, isto porque se não consumirem sua alimentação neste período de tempo, correm o risco de morrerem. Isso mesmo! De tão acelerado que é o seu metabolismo. Mas também não é qualquer quantidade de alimento, tem que ser aproximadamente a mesma quantidade do seu porte.

Para te aproximar ainda mais desta curiosa realidade do musaranho, os comparando a nós, seu coração bate cerca de doze vezes mais do que o nosso. Mas afinal, falamos e falamos do musaranho, mas ainda não informamos qual a sua relação com a osteoporose. Bom, vamos lá!

Acontece que outro fato curioso é que o bichinho tem a incrível capacidade de encolher a sua estrutura óssea no inverno, o que a diminui em pelo menos um quinto ou vinte porcento, mas não é só isso, ele também tem a capacidade de voltar a sua estrutura óssea ao seu tamanho natural no verão. Em outras palavras esta capacidade para a realidade do ser humano seria uma espécie de osteoporose reversível, pois como você deve saber se conhece esta doença, uma vez que a nossa estrutura óssea é diminuída, tal doença ocorre, mas se tivéssemos esta mesma capacidade do musaranho, seria reversível, já pensou que maravilha?! Por este motivo estes bichinhos ainda estão sendo objetos de estudos científicos. Será que um dia ele terá este importante papel de ter ajudado na cura da osteoporose? Fica aqui o questionamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.