Home / Curiosidades / Jacaré do Papo Amarelo é Perigoso? Ataca Seres Humanos?

Jacaré do Papo Amarelo é Perigoso? Ataca Seres Humanos?

Classificação científica

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Reptilia

Ordem: Crocodylia

Família: Alligatoridae

Gênero: Caiman

Espécie: C. latirostris

Nome binomial

Caiman latirostris

Daudin, 1802

Fonte: Wikipedia

Jacaré do Papo Amarelo
Jacaré do Papo Amarelo

Jacaré do Papo Amarelo – Origem e Nome Científico

Esses animais possuem traços de seus antepassados. Contemporâneo dos grandes dinossauros que habitavam a Terra há milhões de anos, este réptil conseguiu sobreviver às grandes transformações do Planeta. O jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris) é um réptil crocodiliano encontrado no leste e centro da América do Sul, incluindo o sudeste do Brasil, norte da Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia. É encontrado principalmente em pântanos de água doce, pântanos e manguezais, geralmente em águas paradas ou muito lentas.

Jacaré do Papo Amarelo – Características

Na natureza, adultos normalmente crescem de 2 a 2,5 m de comprimento, mas alguns machos idosos foram registrados para atingir 3,5 m. Jacarés adultos em cativeiro pesam entre 29,2 a 62 kg. A maioria tende a ser de cor verde-oliva clara. Alguns apresentam manchas em seus rostos. A característica física mais notável é o focinho largo do qual seu nome é derivado. O focinho está bem adaptado para rasgar a vegetação densa dos pântanos. Devido a isso, eles engolem parte da vegetação densa enquanto buscam alimentos. O ciclo de vida é longo e pode ultrapassar os 70 anos de idade.

Jacaré do Papo Amarelo – Distribuição

A espécie possui uma ampla distribuição na região sudeste da América do Sul, com 70% concentrada no Brasil. Pode ser encontrado no nordeste da Argentina, norte do Uruguai, sul do Paraguai, sudoeste da Bolívia, sul, sudeste e nordeste do Brasil, ocupando os biomas cerrado, caatinga, mata atlântica e pampas. Em áreas urbanas no Brasil, pode ser encontrado no Rio de Janeiro, Florianópolis e Belo Horizonte.

Jacaré do Papo Amarelo – Habitat

Esta espécie vive sobretudo em pântanos, charcos, rios e riachos, mas podem também viver em água salgada.

Jacaré do Papo Amarelo – Biologia e Comportamento

Como a maioria dos sauropsídeos, o jacaré de papo amarelo é ectotérmico, ou seja, depende de seu ambiente externo para regular sua temperatura corporal. Um estudo recente sobre a contribuição da frequência cardíaca para a regulação da temperatura corporal dos jacarés mostrou um aumento na frequência cardíaca à medida que a temperatura aumentou, e diminui quando a temperatura diminui.

O calor do sol é absorvido através da pele para o sangue, mantendo sua temperatura corporal elevada. Um batimento cardíaco aumentado ajuda a transferência de calor recém-absorvida pelo corpo mais rapidamente. Quando o ar se torna mais frio, a necessidade de manter a frequência cardíaca aumentada é perdida.

Jacaré do Papo Amarelo Características
Jacaré do Papo Amarelo Características

Jacaré do Papo Amarelo – Dieta

Sua dieta consiste principalmente de pequenos invertebrados, e pode esmagar conchas para se alimentar de tartarugas e caracóis. À medida que seu tamanho aumenta, o tamanho de sua presa também tende a aumentar. Todos os jovens jacarés-de-papo-amarelo tem uma dieta composta principalmente por insetos, no entanto, à medida que o jacaré cresce, aumenta a ingestão de pássaros, peixes e répteis. Um estudo posterior de outro grupo também concluiu que o jacaré do papo amarelo e seus parentes são omnívoros obrigatórios e desempenham um papel importante na dispersão de sementes de plantas em seus habitats.

Jacaré do Papo Amarelo – Reprodução e Longevidade

A fêmea coloca de 18 a 50 ovos de cada vez. Embora raros, até 129 ovos foram encontrados em um único ninho, presumivelmente de várias camadas. Eles colocam seus ovos em duas camadas, com uma ligeira diferença de temperatura entre as elas. Isso resultará em uma proporção mais uniforme de machos e fêmeas.

O jacaré não tem cromossomos sexuais, mas depende da temperatura para determinar a proporção de filhotes machos e fêmeas. Ovos em temperaturas mais altas (32 ° C ou mais) se desenvolvem em fêmeas e ovos em temperaturas mais baixas (31 ° C ou menos) se desenvolvem em machos. A eclosão ocorre cerca de 90 dias após as fêmeas botarem seus ovos. Eles recebem este nome por apresentarem o papo na cor amarelada durante a fase de acasalamento. O tempo de vida estimado desta espécie é de 50 anos.

Jacaré do Papo Amarelo Curiosidades
Jacaré do Papo Amarelo Curiosidades

Jacaré do Papo Amarelo – Conservação

A caça da espécie começou nos anos 1940. Sua pele é muito valorizada pela sua textura suave. Até que a maioria dos países os tenha feito ilegais, essa era a maior ameaça para o jacaré do papo amarelo. Isso os ajudou a recuperar sua população. A nova ameaça é a destruição do habitat. O desmatamento e o escoamento da poluição são as duas principais causas para a destruição de seu habitat.

Jacaré do Papo Amarelo – Ataques a humanos e qual o perigo

Já foram relatados casos em que foram encontrados restos de humanos em jacarés do papo amarelo que foram abatidos. E há também relatos de pescadores nestas áreas (região do Pantanal mato-grossense) que estavam desaparecidos. Foram dois relatos no ano de 2017.

Os biólogos explicam que os ataques podem ocorrer nos períodos em que não há alagamento suficiente dos rios, o que faz com que os jacarés permaneçam nos leitos. Em algumas regiões de Rondônia, houve uma ação de retirada das espécies locais de jacarés nas épocas de seca, o que gerou lucro para a comunidade e o controle de riscos de ataques a humanos.

Jacaré do Papo Amarelo no Aquário de SP
Jacaré do Papo Amarelo no Aquário de SP

Porém nas regiões onde restaram a mata atlântica, o contexto social é diferente e dificilmente ocorreria o mesmo com o feito em Rondônia. A solução seria incentivar a criação em cativeiro da espécie, que é uma atividade bem rentável dado ao valor da pele destes animais, que pode chegar a R$ 4000.Com este valor de mercado, há também muita caça do animal.

Perigo em épocas de seca, em locais onde possam existir a espécie sempre vão existir. Se ameaçados eles podem fugir, assim como podem se tornar agressivos se estiverem defendendo seus ovos. Um ataque deste animal é como o de um tubarão. Eles podem facilmente quebrar um casco de tartaruga com seus dentes. O melhor é evitar estes locais nos tempos de seca dos leitos de rios. Mas, a preservação da espécie deve ser também conscientizada, pois a matança deste animal é proibida por lei. Contudo, vale ressaltar que ataques a humanos por esta espécie são raros de acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *