Home / Curiosidades / Evolução E Origem Do Macaco e Orangotango

Evolução E Origem Do Macaco e Orangotango

Quando falamos em primatas logo pensamos na evolução e origem do homo sapiens sapiens, obviamente, nós. Que a ciência diz que viemos dos macacos a maioria de nós sabemos.

Há quem acredite nesta teoria, por outro lado, existe quem a repele e prefere acreditar em sua crença religiosa, a teoria criacionista. Um fato é que por não termos certeza em nenhuma das duas hipóteses, o mais sensato seria a possibilidade das duas histórias.

Origem Do Orangotango
Origem Do Orangotango

Mas O Que Significa Vir Do Macaco?

O que pode confundir a cabeça, é a explicação de que viemos dos macacos e somos o mais evoluído dos primatas, parando, desta forma, no topo da evolução e não evoluindo mais a partir de então, o que é realmente uma confusão.

O correto é que tanto os primatas quanto nós viemos de um mesmo antepassado descendente comum.

Podemos concluir assim que o nosso tempo de origem não diz respeito ao nosso processo evolutivo mas ao surgimento única e exclusivamente de nossa espécie.

Evolução do Macaco ao Homem
Evolução do Macaco ao Homem

Dentre os grandes primatas estão justamente os orangotangos como pioneiros na origem, com cerca de doze a quinze milhões de anos atrás, em seguida vem o conhecido gorila com cerca de oito a nove milhões de anos atrás, logo em seguida a nossa espécie, com cerca de sete milhões de anos atrás e curiosamente logo depois, com aproximadamente seis ou cinco milhões de anos originaram os conhecidos chimpanzés e o único primata bípedes como nós citado até então, os bonobos.

Atualmente somos a única espécie de primata bípede sobrevivente.

Talvez Isso Te Faça Considerar Que Viemos Mesmo Do Macaco

A origem dos primatas é mais conhecida que a sua evolução, apesar de não podermos ter cem porcento de certeza sobre ela também. Muitos estudos foram feitos ao longo dos anos em cima dos primatas, tanto é que chegamos onde chegamos com a teoria das evoluções.

Um fato que teoricamente faria qualquer pessoa considerar a evolução científica, é o dado de que somos muito próximos aos primatas quanto aos nossos genes. O mais parecido conosco são justamente os primatas que se originaram mais perto de nós, os chimpanzés, com cerca dos impressionante noventa e oito porcento dos genes iguais, mas os orangotangos não ficam muito atrás, com cerca de noventa e sete porcento dos mesmos.

Engraçado pensar que temos somente aproximadamente de dois a três porcento de genes diferentes dos chimpanzés ou dos orangotangos, mas não tão difícil de acreditar quando conhecemos um pouco mais sobre cada um destes primatas.

Charles Darwin Já Percebia A Semelhança…

Que eles não têm a capacidade da fala e comunicação tão avançada quanto a nossa sabemos, mas comprovadamente através de experimentos, já foi possível ensinar língua de sinais específicas de países onde um orangotango e um chimpanzé se encontravam em cativeiro convivendo entre humanos, além da capacidade de aprendizado de contas matemáticas e manuseio em aparatos tecnológicos como o computador.

Há a hipótese destes primatas terem a inteligência aproximada a de uma criança de sete anos. Além dos comportamentos parecidos, como a relação de mãe e filho e desenvolvimento da independência dos filhotes.

volução do Orangotango ao Homem
volução do Orangotango ao Homem

Uma curiosidade é que Charles Darwin chegou a observar o comportamento em comum de seu filho com uma orangotango do zoológico de Londres tendo a crença de que ambos tinham um descendente em comum. Como atualmente sabemos tendo mais contato com a natureza dos primatas, eles tinham muito em comum. O cientista pode observou isso quando o tratador da orangotango a mostrou uma maçã mas não a deu, lhe causando reações iguais a de quando oferecemos um doce a uma criança e logo em seguida nós negamos a entregar. Outra observação marcante e notável, é que o sorriso de seu filho se assemelhava muito ao sorriso da orangotango filhote. Mas os animais que foram objetos de observações, estudos e teorias não foram só a primata ou até mesmo seu filho, curiosamente sua casa era repleta de animais e até mesmo plantações, o que era indispensável para a profissão escolhida por ele.

Adaptação Suficiente Para A Sua Sobrevivência Ou Não?

Outro estudo muito curioso quanto a evolução e origem dos orangotangos, é que apesar do gasto de energia ser proporcional ao porte do animal, o orangotango teve que se adaptar a esta realidade devido ao principal fator de sua ameaça de extinção, o desmatamento do seu habitat.

Que os orangotangos são animais ativos, que se penduram nos galhos das árvores, pulam de galho em galho e escalam grandes alturas acima do solo sabemos, que eles são um dos maiores primatas, com uma altura e peso considerável também sabemos, mas um detalhe não está obedecendo ao padrão. O seu gasto de energia é aproximado ao do bicho preguiça, que como o nome já diz por si só, não é de gastar muita energia como o orangotango. Essa descoberta estuda que o motivo do orangotango não obedecer o padrão é a sua adaptação ao desmatamento e consequentemente a sua alimentação limitada. Ou seja, gastando menos energia, não necessitando se alimentar como antes, quando gastavam mais energia, sendo assim conseguem sobreviver na natureza e preservar a sua espécie mesmo diante do desmatamento.

Do Macaco ao Homem
Do Macaco ao Homem

Em alguns casos, algumas espécies de animais se tornam tão adaptáveis a ação humana na natureza, que são vulgarmente chamados de pragas. Que este não é o caso do orangotango, certamente, mas se esta for uma adaptação suficiente para a sobrevivência e adaptação da sua espécie, ficaríamos felizes. Impressionante como a natureza trabalha para conseguir sobreviver mesmo diante de tanta irresponsabilidade humana, mas que mesmo assim em alguns casos não é suficiente.

Certamente o melhor seria que nossa espécie tivesse mais respeito pelas outras, seus habitats e consequentemente a preservação de sua espécie.

Na nossa opinião, a característica mais parecida do orangotango a nós, é o seu desenvolvimento de filhote até a maturidade. Há quem diga que temos a capacidade de distinguir o que é certo ou errado com cerca dos doze anos e é exatamente esta idade que o orangotango se torna maduro. O tempo de gestação da mãe orangotango é exatamente o mesmo que o dos humanos, nove meses. E o tempo de dependência da mãe, através de observação e repetição dos seus comportamentos para a sua sobrevivência, é de oito anos. Mais parecido do que você imaginava, não é?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.