Home / Curiosidades / Diferenças Entre Leão Marinho, Foca e Lobo Marinho

Diferenças Entre Leão Marinho, Foca e Lobo Marinho

Apesar de fazer parte de famílias diferentes, alguns animais são tão parecidos que fica difícil dizer que eles realmente não são praticamente iguais. Por exemplo, você sabe qual a diferença leão e lobo marinho e uma foca? Provavelmente não. Bom, para começar, eles são, sim, diferentes entre si. Apesar de fazerem parte da mesma subordem, a Pinnipedia, eles pertencem a família distintas. A foca faz parte do conjunto Phocidae, já a leão-marinho é integrante da Otariidae, assim como o lobo-marinho.

A diferença entre leão marinho, foca e lobo marinho

Lobo-marinho

Integrante também da família Otariidae, o lobo-marinho é um mamífero do tipo pinípedo, com barbatanas e pés. Os machos são mais pesados que as fêmeas e pesam 300 quilos. Uma das características que mais chama atenção são seus pelos, daí o nome de lobo. Nos jovens estes são pretos, quando envelhecem, adotam um tom de marrom escuro. Os machos também exibem pelagem avermelhada no pescoço. São bem parecido com o leão-marinho, mas o lobo é mais forte e tem um corpo mais robusto.

Lobos marinhos 
Lobos marinhos

Leão-marinho

Como dito, o leão-marinho faz parte da família Otariidae. A maior diferença dele para a foca é a orelha. Essas são evidentes. Outro ponto a se destacar neste animal são suas nadadeiras, as anteriores são longas e servem como apoio para o bicho. Já as posteriores têm uma alta capacidade de rotação, o que permite que ele se oriente para frente. Por causa dessa característica física, o leão-marinho detém mais facilidade em se locomover em terra do que as focas.

Focas

Da família Phocidae, o traço mais evidente da foca é que ela não possui orelhas, apenas um orifício que fica responsável pela audição. É essa característica que a diferencia do leão -marinho. Então, caso esteja andando pela praia e aviste um animal desses, basta olhar para sua cabeça e ver se ela apresenta orelhas ou não. Se tiver, é um leão-marinho, caso não, então ela é uma foca. Simples, não?!

Outro detalhe que as diferença são as nadadeiras. As da frente, na foca, são curtas e por isso não podem ser usadas como apoio. Já as posteriores estão sempre viradas para trás, favorecendo a natação do indivíduo. Mas, por outro lado, isso dificulta sua movimentação em terra. Em decorrência disso, ela não consegue andar no solo, apenas se arrastar, contorcendo todo seu corpo para tal atividade.

Lobos marinhos 
Lobos marinhos

Características desses animais

Sobre o leão-marinho

O leão-marinho recebeu esse nome por se parecer com o bicho terrestre, isso porque os machos exibem pelos que parecem com a juba do leão. Também emite um rugido parecido com esse indivíduo que mora nas savanas da África. Consegue se locomover muito bem na terra, mas por causa disso não é um exímio nadador. Anda tão bem em solo firme que é capaz de subir em rochas.

Exibe um corpo que conserva calor, o que é muito importante já que vive em locais com baixas temperaturas e passa um bom tempo submerso na água. Sua pele tem uma enorme camada de gordura que funciona como um tipo de isolamento térmico. Esta é bem parecida com a presente no urso polar, ajudando no armazenamento de energia, também facilitando a locomoção do bicho na água.

Seu corpo é delicado e liso. Apresenta um pescoço musculoso e resistente. Tem um focinho pontiagudo com bigode.

Como deu para perceber, se trata de um animal semi-aquático, podendo viver tanto na água quanto em terra firme. Ele é considerado uma espécie lenta, passa a maior parte do seu dia deitado, tomando sol.

É uma criatura que vive em grupos, sendo a maior manada de mamíferos existente na Terra, com alguns conjuntos tendo milhões de integrantes. Essa convivência social favorece o aquecimento corporal desses seres.

Ele consegue mergulhar até 200 metros de profundidade e fica mais de meio hora submerso.

Como é carnívoro, necessita de dentes fortes. Estes são bem parecidos com o dos ursos e dos felinos.

Sobre a foca

Focas
Focas

A foca é um mamífero que vive principalmente em águas geladas. Existem cerca de trinta espécies desses animais, que são divididos em dois grupos. As focas verdadeiras, que não tem orelhas, e as “otárias”, que exibem estas em tamanho reduzido. Na verdade, ambas têm essa característica, a diferença é que no primeiro grupo elas são internas, no segundo, são externas.

Ela pode ser vista pelo mundo todo, mas é mais abundante nos mares dos polos norte e sul. Enquanto algumas gostam de mar aberto, outras preferem viver perto de costas. Todas passam boa parte do seu tempo em praias, ilhas ou placas de gelo. Para procriar, sempre vai para terra firme.

Tem um corpo roliço na parte central e mais estreito nas extremidades. Ela pode chegar aos 6,5 metros de comprimento, com uma massa de 3,6 toneladas.

Sobre o lobo-marinho

O lobo-marinho gosta de habitar locais isolados, principalmente em ilhas com grutas e cavernas submersas ou em praias desertas que a presença do homem não seja algo comum. Pesa cerca de 250 quilos e pode medir até dois metros de comprimento. Sua alimentação é mais restrita por só mergulhar até 100 metros de profundidade, comendo peixes dessa região. Por dia chega a consumir 12 quilos de comida, cerca de 4% do seu próprio peso.

O animal exibe um corpo desenvolvido para o ambiente marinho, com os quatro membros parecidos com barbatanas. Como é de se imaginar pelo nome, tem o torso com pelos, que são castanhos-escuro, mas ficam pretos próximo do dorso. No ventre, essa pelagem é mais clara.

O bicho apresenta uma camada de gordura subcutânea que serve como uma reserva de alimento, proteção mecânica e térmica, já que vive em águas frias.

Ele quase não se reproduz, mas, em contrapartida pode viver até os 40 anos de idade. Essa baixa natalidade se deve ao fato das fêmeas só alcançarem a maturidade sexual entre os 4 ou 6 anos de idade. A mãe só dá a luz a um filhote, a cada dois anos. Em algumas ocasiões pode nascer gêmeos, mas é algo raro de acontecer.

Gostou? Não esqueça de compartilhar.

Um animal adulto por vez

Normalmente, há apenas um animal subadulto de cada vez transportado em uma praia de areia passando por sua muda anual. É preciso viajar para outro lugar ao longo da costa da Califórnia para ver um espetacular elefante-marinho adulto, com sua longa tromba ou nariz, para o qual a espécie é chamada.

As focas e os leões-marinhos também são conhecidos como animais deslibramtes. Nos Parques Nacionais e Estaduais de Redwood, o selo orelhudo mais comumente visto é o leão-marinho da Califórnia ( Zalophus californianus ). Esses animais podem ser vistos arrastados para fora das rochas costeiras e, ocasionalmente, nas praias arenosas.

Leão marinho
Leão marinho

A maioria dos leões-marinhos da Califórnia no RNSP são machos adultos e sub-adultos que migram para o norte após a estação de reprodução no sul da Califórnia. Os leões-marinhos da Califórnia são o “selo treinado” de parques e circos marinhos. Eles são uniformemente marrons escuros e vocalizam com o notável leão-marinho “casca”.

O outro leão orelhudo residente é o leão-marinho Steller, ou do norte ( Eumetopias jubata), uma espécie ameaçada pelo governo federal. Pode haver uma pequena colônia de reprodução de Stellers usando rochas próximas à costa no RNSP.

Os machos Steller são maciços, o maior dos selos orelhudos, pesando 1.200 libras (0,5 tonelada métrica) ou mais. As fêmeas são muito menores. Os leões-marinhos Steller têm pêlos dourados com extremidades mais escuras e, em vez da “casca” do leão-marinho da Califórnia, os Stellers vocalizam rosnando ou “berrando”.

Conclusão

O que achou sobre esse apanhado geral incluindo as focas, lobos marinhos e leões marinhos? Acreditava que poderia ser possível unir essas 3 espécies e discorrer sobre suas principais diferenças? Foi exatamente o que fizemos nesse artigo!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *