Home / Curiosidades / Diferença Entre Cabra e Ovelha

Diferença Entre Cabra e Ovelha

A cabra e a ovelha são animais herbívoros, ruminantes, pertencentes a espécies distintas e constituem umas das primeiras espécies domesticadas e criadas pelo homem, sendo vitais economicamente como fontes de carne, pelagem e leite.

Tanto a cabra quanto a ovelha pertencem à família Bovidae, que constitui uma família de mamíferos ruminantes e inclui animais como antílopes, bisontes e bois. Os bovinos apresentam um papel importante na evolução cultural dos seres humanos, pois muitas espécies foram domesticadas para fins de subsistência.

Dentro da família Bovidae, a cabra e a ovelha pertencem à subfamília Caprinae. A criação desses animais como meio de subsistência pelo homem denomina-se caprinocultura, no caso das cabras, e ovinocultura, no caso das ovelhas.

As Características da Cabra 

A cabra doméstica, Capra aegagrus hircus, é uma subespécie que descende da espécie selvagem Capra aegagrus, originária da Ásia Central e é um dos menores ruminantes que foram domesticados e existem muitas raças diferentes. A domesticação desta espécie teve início há cerca de 10000 anos no Irã, para a obtenção de leite e couro, e, desde então, as cabras foram espalhadas por todo o mundo, principalmente devido à capacidade dos rebanhos de cabras em sobreviver em ambientes pouco propícios, como ilhas.

Denominamos cabra a fêmea da espécie e o macho, bode. Os machos da cabra pesam entre 45 e 55 quilos e as fêmeas pesam entre 25 e 35 quilos e a espécie apresenta aproximadamente 70 cm de altura e uma média de 1.40 cm de comprimento. Apresentam pelagem lisa, mas algumas raças podem apresentar lã.

A coloração é altamente variável, podendo ser de preta a branca, incluindo outras cores como vermelha e marrom e padrões com manchas, listras e multicolorida. Os chifres são dimórficos, sendo, portanto, diferente para machos e fêmeas. O macho da cabra apresenta barba e produz feromônios durante a época de reprodução, com um odor rançoso, proveniente de glândulas sexuais.

Uso Econômico da Cabra

Os rebanhos de cabras são usados para obtenção de pele e carne, bem como para a produção de leite e queijo. A carne de cabra é a fonte alimentar animal mais consumida no mundo e o leite de cabra é mais consumido do que o leite de vaca. Quanto à obtenção de pele, a raça de cabra angorá apresenta uma pelagem longa e macia, muito utilizada para produzir um tecido semelhante a uma seda macia denominada mohair.

Habitat e Alimentação da Cabra

As cabras geralmente se movem em rebanhos que percorrem territórios de até 20 km. Os machos geralmente percorrem um território maior do que as fêmeas. Naturalmente, as cabras habitam regiões montanhosas e penhascos rochosos, mas a cabra doméstica pode ser encontrada e criada em pastagens, matagais, afloramentos rochosos e florestas semi-abertas ou abertas. A espécie pode ainda procurar abrigo em saliências rochosas.

Cabra 
Cabra

As cabras são herbívoras e ruminantes, apresentam uma dieta altamente variada e são capazes de extrair um maior número de espécies de plantas do que outros animais, alimentando-se de qualquer planta, mas principalmente gramas, ervas e arbustos. As cabras são capazes de sobreviver alimentando-se de plantas de qualidade inferior à maioria dos herbívoros e, portanto, as cabras podem sobreviver e subsistir em ambientes altamente explorados pelo homem. As cabras são, portanto, altamente adaptáveis e capazes de sobreviver em paisagens particulares e inóspitas.

As cabras alteram as comunidades vegetais e a estrutura das florestas e ameaçam espécies de plantas vulneráveis, quando em rebanhos numerosos. A redução da vegetação reduz as opções de abrigo para animais nativos e o pastoreio excessivo em comunidades nativas leva à degradação do ecossistema, além da possibilidades de as cabras selvagens disseminarem doenças para animais nativos.

As Características da Ovelha

A ovelha doméstica, Ovis aries, vive em todo o mundo em associação com seres humanos. Acredita-se que a ovelha tenha se originado na Europa e, com a domesticação, a espécie foi introduzida em outros lugares do mundo. Existem mais de 200 raças distintas de ovelhas e as características físicas das ovelhas domésticas variam muito entre as raças. As ovelhas fêmeas tendem a ter entre três e dois terços do tamanho dos machos, que denominamos carneiros, e apresentam em média 1.6 cm de altura e 1 metro de altura.

A pelagem das ovelhas é do tipo lã, sendo ondulada. A coloração varia de branco leitoso a preto. As ovelhas selvagens são diferentes das ovelhas domésticas, mas a seleção de características economicamente importantes produziu ovelhas domésticas com ou sem lã, chifres e orelhas externas.

Uso Econômico da Ovelha

A ovelha é uma das espécies mais importantes do planeta como fonte de carne, leite, lã e peles e a criação de ovelhas apresenta importância vital na economia de vários países. A carne de ovelha é consumida no mundo inteiro e o leite é utilizado na indústria de laticínios, principalmente para a produção de diversos tipos de queijo. As raças de lã foram desenvolvidas para se obter pele em quantidade e qualidade superior e a obtenção da lã ocorre no mundo todo.

Os rebanhos de ovelha podem ser criados e mantidos em diferentes ambientes e a custos relativamente baixos, mas o manejo é complicado, principalmente pela sensibilidade dos animais. A ovelha é uma espécie extremamente sensível ao frio intenso, de forma que, nas regiões mais frias, deve haver cuidado com os filhotes.

Ovelha
Ovelha

Habitat e Alimentação da Ovelha

A ovelha está entre os primeiros animais a serem domesticados, então a espécie foi criada em todo o mundo, podendo ser encontrada em vários tipos de ambientes naturais, incluindo florestas de montanha temperadas e até mesmo climas desérticos, mas principalmente em áreas montanhosas. A ovelha pode viver em montanhas desertas a até 1200 metros de altitude ou em terrenos gramados com elevações de até 6000 metros.

As ovelhas são herbívoras e ruminantes. Normalmente se alimentam de sementes, gramas e outras plantas e, nas pastagens, alimentam-se de gramíneas, podendo também consumir feno e aveia. Algumas ovelhas não precisam de muita água para sobreviver.

As populações domesticadas estão causando impactos na diversidade nativa de espécies de plantas, especialmente em ilhas. O impacto que o pastoreio tem sobre a vegetação é conhecido por causar declínios em espécies de aves herbívoras raras e ameaçadas de extinção. Além disso, a proliferação de ovelhas domésticas tem afetado adversamente populações de seus parentes selvagens através da competição por forragem e propagação de doenças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.