Home / Curiosidades / Diferença Entre Ave e Pássaro

Diferença Entre Ave e Pássaro

Quem nunca ficou em dúvida sobre a categoria que o pinguim se encaixa? ou sobre a semelhante entre diversos animais que possuem asas, porém nunca conseguiram de fato desenvolver-se ao ponto de conseguir voar? Essas são algumas das diversas dúvidas que você pode ter desenvolvido ao decorrer da vida mas nunca parou para refletir sobre. Agora pensa comigo, nós podemos dizer que a ave e pássaro são a mesma coisa? Será que uma avestruz é da mesma família de um beija-flor? Ficou curioso para saber o se existe essa diferença? Basta seguir lendo o artigo onde cuidadosamente separamos tudo que envolve este tema para matar a sua curiosidade.

Qual a diferença?

Quem nunca se pegou refletindo sobre a real diferença entre animais comuns possuidores de asas, como a ave e pássaro. Será que eles são da mesma família? A resposta é sim! Na verdade, há uma pequena confusão ao se tratar desse assunto. Na realidade, todas os pássaros estão dentro da categoria das aves, ou seja, todo pássaro é uma ave, porém nem toda ave é um pássaro. Separamos este tema em alguns tópicos para que fique cada vez mais claro para você essa união, sendo necessário explorar-se um pouco acerca das características e espécies das aves para que você possa assimilar melhor este conteúdo.

Ave e Pássaro
Ave e Pássaro

Características

Existem algumas características gerais entre a ave e pássaro. Podemos começar falando sobre o seu corpo, que é coberto de penas. a quantidade de dedos pode variar entre 3 e 4, porém é clássico que suas 2 extremidades sejam compostas por 2 pares de asas e 2 pés.

Ambos apresentam um esqueleto ósseo, coração com 4 cavidades – semelhantes ao coração de mamíferos -, pescoço flexível para a sua sobrevivência e uma circulação sanguínea fechada. Claro, existem algumas características que acabam sendo pessoal entre cada espécie, justamente por ser este a razão da existência de tantas adaptações em meio ambiente para a sobrevivência de cada uma delas.

Ave

Uma coisa que une a ave e pássaro é justamente a sua característica marcante: o seu corpo coberto por penas, independentemente do seu tamanho. Elas são essenciais para o seu desempenho em voo. Além disso, elas ainda possuem o sistema digestório completo, contando inclusive com papo e moela. Ainda temos o sistema pulmonar contando com sacos respiratórios, o sistema circulatório fechado e o seu coração, contendo 4 cavidades, semelhante ao coração dos seres mamíferos.

Pássaro

O pássaro é uma categoria dentro do universo das aves, sendo essa a principal diferença entre ave e pássaro. Ou seja, todo pássaro acaba sendo identificado como uma ave, porém não é toda ave que pode ser chamada de pássaro. Os pássaros estão incluídos na categoria Passeriformes dentro do grande círculo das aves, ou seja, ela abrange aves de tamanho pequeno e médio, além de ter como principal diferenciação o seu canto. Ainda sim os pássaros são responsáveis por mais de 50% dos animais categorizados como aves, ou seja, é bastante comum e compreensível a confusão entre os termos ave e pássaro.

Espécies

Por contemplarem uma gama imensa de aves, o que não faltam são espécies para que a diferenciação possa ser realizada. Cada categoria fica responsável por categorizar uma série de animais que são extremamente semelhantes, sendo esse termo utilizado para a ave e pássaro. Voltando-se mais para o nosso país, citaremos abaixo a maioria comum das espécies que são encontradas no Brasil. Podemos dizer que o nosso meio ambiente será privilegiado com a abundância de aves em nosso território.

Entre eles temos:

  • Seriemas;
  • Coruja-orelhuda;
  • Arara-canind
  • Pavãozinho-do-pará;
  • Arara-vermelha-grande;
  • Coruja-da-igreja;
  • Tuiuiú.

Ainda podemos citar a existência de da menor ave do mundo vivendo bem aqui em nosso país, que é o popular beija-flor.

Importância Do Uso Da Pena

Ao contrário do que muitos pensam, o uso da pena para a ave e pássaro não é utilizada apenas para o fator beleza. É justamente através da pena que ambos podem desenvolver o seu voo e ir em busca de sua alimentação. Claro, não são todas as aves que a utilizam com esta forma, como exemplo podemos citar o pinguim – sim, o pinguim é um tipo de ave – que não utiliza suas asas para voar em busca do alimento, ao contrário dos pássaros.

Bico

Um dos pontos em que ave e pássaro acabam se destacando é em relação ao seu bico. Uma das descobertas científicas acerca desta parte do corpo desses animais é que por seu bico se leve em algumas espécies, acabam colaborando com o seu voo, sendo esta uma característica importante. Por exemplo, as aves que possuem bico mais fino e curto, são mais propensas a ingestão de insetos. Para as aves que são carnívoras, seria necessário os bicos mais pesados e pontiagudos. Existem entre as espécies de aves mais que 16 tipos de bicos, cada um com a responsabilidade de facilitar a alimentação e complementar este animal com suas especificidades.

Importância De Ambas

Não é atoa que existem diferenças entre a ave e pássaro, porém, todas são importantes para manter o ecossistema saudável. Uma da importância de ambas as espécies é a forma de controle de pragas a partir de sua alimentação. Seu consumo de animais considerados como pragas para algumas plantações faz com que esses animais sejam considerados salvadores.

Outro ponto a ser ressaltado é sobre a propagação de sementes, o que possibilita o nascimento de novas plantas através da simples atitude de retirar uma semente de uma árvore e transportá-la para outro local. Além disso, podemos desfrutar da beleza desse animal, visto que essa categoria abrange de abelhas à pássaros em geral, distribuindo o seu canto para a população.

Conclusão

Ufa! São tantas as informações acerca deste tema que por vezes podemos até mesmo nos confundirmos. Porém, se você conseguiu ler todos os tópicos com a devida atenção que já consegue identificar a categoria do pinguim e do beija-flor, correto? São pequenos detalhes que podem unir  a ave e pássaro, porém estes são extremamente importantes e devem acima de tudo serem respeitados no meio ambiente. Espero que você tenha gostado deste artigo e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *