Home / Curiosidades / Como Cuidar De Um Filhote Recém Nascido De Gato

Como Cuidar De Um Filhote Recém Nascido De Gato

Os gatos são animais muito apreciados por nós seres humanos, ficando apenas atrás do melhor amigo do homem, o cão. Apesar de muito apreciado e querido, não muito raramente encontramos animais que foram abandonados por seus tutores ou acabaram fugindo e por azar estão na rua.

Infelizmente também não muito ocasionalmente filhotes são abandonados a própria sorte como se não fossem nada de mais por pessoas desumanas e cruéis.

Se para um animal já adulto sobreviver na rua é difícil, imagina para um animal filhote, recém-nascido? Parece praticamente impossível, não é? Ele estará certamente condenado a morte. Pensando nisso, muitas pessoas acabam se solidarizando e ao encontrarem filhotes na rua acabam levando-os para casa para os primeiros cuidados para que posteriormente possam colocá-los para adoção. Entretanto, não são todos nós que conseguimos cuidar de um filhote recém-nascido de qualquer animal que seja. Sendo assim nasceu este post, aqui daremos dicas sobre como você pode cuidar especialmente de um gatinho recém-nascido, ou de alguns gatinhos recém nascidos.

Filhote de Gato
Filhote de Gato

Gatos Neonatos Com Até Quatro Semanas

Não importa muito bem como este pequeno anjinho acabou nas suas mãos, agora é seu dever dar o seu melhor para que ele possa sobreviver e se adequar ao mundo sem a sua mãe. Falamos isso porque de fato você precisará dar o seu melhor uma vez que a mortalidade de gatos neonatos (filhotes com até quatro semanas) é muito alta e embora não seja o que nenhum de nós queira, o filhote pode acabar não resistindo.

Caso você o tenha encontrado na rua, a caminho de casa, ou algo assim, certifique-se de que a mãe não está por perto. Se você o encontrou em uma caixa próximo a um determinado lugar certamente ele é mesmo órfão e foi abandonado. Isso é importante porque é fundamental que imediatamente após encontrá-lo você busque ajuda em ONG’s, clínicas veterinárias, amigos e familiares, para que possa o mais rapidamente encontrar uma mãe de leite, uma gata que poderá adotar o gatinho e fornecer leite para ele. Se eventualmente não for possível que o gato fique junto a essa mãe de leite, você deve ao menos conseguir o leite para amamentar o gatinho com uma mamadeira. Faça a divulgação de que precisa de uma mãe de leite o mais rápido possível para que você encontre uma dentro de algumas horas.

Mantendo A Temperatura Dos Gatos Recém Nascidos

Assim que você já buscou encontrar uma gata que possa servir como mãe de leite para o gatinho, o segundo passo agora é cuidar da temperatura do bichano. Isso porque até a terceira semana os filhotes de gato não conseguem regular a sua própria temperatura sozinhos. Para tanto você pode estabelecer uma caixinha como cama para o(s) gato(s). Você pode forrar esta caixa com jornal ou papel picado para evitar que o frio do chão passe diretamente para a caixa e prejudique o filhotinho. Da mesma forma você pode optar por colocar um pedaço de manta ou cobertor. Se você não tiver nada disso, certifique-se de pelo menos tentar manter o animal quente com o calor do seu corpo, mas cuidado para não aquecê-los demais. Assim como o frio, o calor excessivo também pode ser prejudicial para a saúde do filhote.

Mantenha o local onde o gatinho ficará sempre limpo, não importa onde seja, se é na caixinha, ou em qualquer outro lugar. A regra do local limpo vale também para os locais onde o gatinho venha a circular. Deixe tudo limpo e lembre-se de limpar tudo diariamente.

Cuidar de Gato Recém Nascido
Cuidar de Gato Recém Nascido

Caso você tenha dificuldade em encontrar uma mãe de leite para o gato, não dê leite de vaca para ele. O leite de vaca puro pode levar o recém-nascido a um quadro de diarreia que neste estágio da vida pode ser fatal para o filhote, levando-o a uma desidratação severa. Se você eventualmente não encontrar uma gata leiteira poderá adquirir um produto denominado sucedâneo, que substitui o leite de gata para os filhotes recém nascidos. Você pode encontrar o produto em bons pets shops, entretanto, é possível fazê-lo em casa, mas adiantamos que a receita é um tanto quanto difícil e apresenta medidas bem precisas de cada ingrediente.

Se mesmo assim você quiser tentar, a receita consiste na mistura de setenta e cinco ml de leite de vaca zero lactose, dezoito ml de gema de ovo crua e quatro ml de creme de leite. Misture tudo e ferva. Mas ao servir para o gatinho, este composto deve estar apenas morno. Este sucedâneo é apenas para casos de emergência e não substitui o produto comercial caso seja possível ser comprado, muito menos substitui o leite de uma gata.

Processo De Alimentação Do Gato Recém Nascido

O processo de alimentação de um gato recém-nascido deve ser feito com uma mamadeira sempre esterilizada com o bico fino e comprido. Lave sempre a mão antes e depois de cada mamada.

O gato deve estar de barriga para baixo enquanto mama e é preciso deixar a mamadeira de modo que não entre ar e que o gatinho não inale ou inspire o leite. Para gatinhos de até dez dias, o indicado é alimentá-los a cada duas horas. Para gatos de duas semanas a pouco mais de quinze dias, recomendamos uma refeição a cada três ou quatro horas. Para filhotes com até quatro semanas, as refeições podem ter um intervalo maior de cerca de cinco a seis horas. Para gatos com mais do que quatro semanas você pode alimentá-lo três vezes por dia. A partir de quatro semanas você deve começar a oferecer água para o bichano e comida úmida com sucedâneo.

Qual A Quantidade De Alimento Indicado?

Normalmente o sucedâneo vem com a quantidade descrita de acordo com a pesagem do animal e quando o mesmo mama diretamente na gata, tende a parar quando está satisfeito. De todo modo, gatos com cerca de cem gramas devem consumir por volta de trinta ml de sucedâneo. Filhotes com trezentos gramas podem consumir um pouco mais do que o dobro, ficando com cerca de oitenta ml de sucedâneo diariamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *