Home / Curiosidades / Como Acabar com os Pulgões das Plantas?

Como Acabar com os Pulgões das Plantas?

Se você tem uma horta ou um pequeno jardim em casa, com certeza já deve ter ouvido falar dos pulgões, certo? Este é um inseto do tipo sugador que se alimenta da seiva das plantas, causando diversas doenças nela, como enfraquecimento, nanismo, folhas amarelas, curvadas e curtas. Este afídeo é responsável por causar grandes danos em plantações de larga escala, dando um enorme prejuízo para os agricultores. 

Se você está tendo problema com esse animal em casa, não se desespere. Apesar de problemático, é possível eliminá-lo sem o uso de inseticidas, que podem, no final das contas, mais prejudicar o jardim do que salvá-lo desses insetos. É por este motivo que vamos dar algumas dicas de como você pode fazer isso da forma mais natural possível, sem suas flores ficarem expostas, ou mesmo você, a substâncias tóxicas. 

Receitas caseiras contra pulgões

A primeira coisa que você deve saber para lidar com pragas, no geral, é que elas aparecerem por um motivo. Isso quer dizer que sua horta ou seu jardim deve estar com déficit de alguma coisa. As plantas não estar saudáveis como deveriam, a adubação não está em dia, ocorreu um desequilíbrio na temperatura, assim como insolação ou ventilação errada, excesso ou escassez de água, uso de tesouras não esterilizadas e até lixo acumulado abre espaço para esses indivíduos. Por isso, é necessário ficar atento a tudo. Se estiver, não precisa ficar preocupado com o aparecimento deste inseto. 

Agora, se sua pequena plantação já está sofrendo com a criatura, então é hora de utilizar as receitas naturais para acabar com eles. 

Pulgões
Pulgões 

1 – Água de fumo com sabão 

A mistura mais conhecida no Brasil para exterminar o pulgão e outras pragas é a água de fumo com sabão. Essa receita já apresenta resultados após alguns dias de uso contínuo. Para tal, você precisará de: um litro de água, dez centímetros de fumo de rolo – ralado -, ½ sabão em barra – ralado -.

Misture todos os ingredientes e deixe no fogo até o sabão derreter por completo. Em seguida, o líquido  precisa descansar por cerca de 24 horas. Depois disso, ele já está pronto para uso e você pode borrifar-lo nas plantas que estão sendo atacadas pelo pulgão. 

2 – Alho cozido 

Pegue um cabeça de alho inteiro e cozinhe em 500 ml de água. Deixei ferver. Em seguida, aguarde esfriar, coe e jogue nas folhagens. O mesmo pode ser feito com a cebola. Mas neste caso você usará a casca do alimento. 

3 – Infusão de ervas 

O pulgão também pode ser eliminado com uma infusão de diversas ervas. Você pode utilizar anis, coentro e cavalinha. Um punhado de cada um destes itens deve ser adicionado em um litro de água. Aguarde até ferver, desligue e deixe descansar. Por fim coe e está pronto para uso. 

4 – Água de pimenta 

No liquidificador, adicione algumas pimentas e dois copos de água. Bata tudo. Será preciso que a mistura permanece em repouso durante uma noite toda. Na manhã seguinte, coe e dilua a mistura em mais um copo de água. Jogue nas plantas de uma a duas vezes na semana. 

Pulgões
Pulgões

5 – Água de urtiga 

Pegue um galho novo de urtiga e adicione água. Ele deve ficar no fogo até ferver. Em seguida, deixe de molho por dez dias, sempre mexendo a receita, diariamente, com uma varinha até que as folhas se separem do caule. Obviamente que o tamanho deste terá que ser proporcional ao da sua panela. 

Você pode pulverizar ou regar as plantas. 

6 – Pimenta e óleo

No liquidificador, adicione 100 gramas de pimenta e mais 100 de alho. Após bater os dois alimentos, adicione-os numa garrafa de dois litros de álcool. Deixa a mistura curtir por sete dias. Em seguida, dilua 100 ml da receita em 10 litros de água.

7 – Coentro 

Essa receita é ideal não só para pulgões, mas também para ácaros. Cozinhe fez folhas de coentro em um litro de água por dez minutos. Aguarde esfriar, coe e pulverize as plantas afetadas. 

8 – Mistura poderosa 

Essa receita leva alguns pedaços de sabão de coco, uma cebola grande – inteira -, uma cabeça de olho, muitas pimentas e 500 ml de água. Junte e bata todos os itens do liquidificador. Você perceberá que a mistura ficará pastosa e com um cheiro bem ardido. Coe e guarde a calda concentrada. Será usado a água, não a pasta. Sempre que precisar, dilua o líquido em dez partes de água e borrife na planta toda. 

Prevenção 

Como dito, a melhor atitude a ser tomada é cuidar das suas plantas antes que elas sejam atacadas por essas pragas. O uso dessa receitas deve ser visto como um último recurso. 

Para impedir que sua horta sofra com esses insetos, procure sempre fazer uma boa limpeza nos vasos, canteiros, etc. Recolha folhas e galhos secos. Não esqueça de analisar de perto as suas plantas. Olhe folha por folha, inclusive embaixo delas. Esse processo deve ser feito uma vez por semana, pelo menos. 

Se algo estiver errado, pode ter certeza que a própria folhagem vai lhe dizer, por isso é tão importante fazer essa vistoria com frequência. Assim, você previne o ataque antes mesmo dele acontecer, ao invés de ter que eliminar os pulgões. 

Identificação das pragas 

Caso você percebe sinais de pragas, o próximo passo é identificá-la para poder usar o melhor remédio contra a criatura.

No caso dos pulgões, você reconhecerá o bicho pela próprias características físicas, lembrando que ele pode ser visto em diversas cores, não só verde ou marrom, por exemplo. 

E aqui vai uma dica para você poder reconhecer outras pragas: as lesmas e os caracóis costumam aparecer a noite e gostam de solos úmidos. Eles furam e devoram caules, botões e folhas. 

Já as formigas cortam e levam pedaços da folhagem para seu ninho. Mas é importante verificar se é o que está acontecendo com o seu jardim, já que nem todas elas atacam hortas. As que causam mais estragos são as cortadeiras e as saúvas. 

Por fim, use as receitas na parte da noite, para que a mistura não entre contato com o sol e acabe queimando as folhas da sua planta. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *