Home / Curiosidades / Como Acabar com Infestação de Camundongos

Como Acabar com Infestação de Camundongos

O camundongo é um roedor incluído na família Muridae e pertence à espécie Mus musculus. Hoje, o camundongo é uma espécie que vive em associação com os seres humanos, sendo um animal cosmopolita, encontrado em várias condições ambientais. É uma espécie que apresenta importância médica, devido ao convívio no ambiente doméstico e à capacidade de transmissão de inúmeras enfermidades aos humanos.

Distribuição e Habitat dos Camundongos 

É uma espécie muito abundante no mundo todo atualmente, porém o camundongo surgiu no Mediterrâneo, no Irã, Afeganistão e Paquistão e seguiu o homem em sua expedição pelo planeta, tendo sido distribuído para todos os continentes através de embarcações. O camundongo é uma espécie abundante e vive no ambiente urbano, em associação sinantrópica. É um animal encontrado frequentemente associado ao lixo e esgotos, se abrigando em depósitos de armazenamento e qualquer local que forneça alimento.

Camundongos 
Camundongos

Características Gerais dos Camundongos

Os camundongos são roedores de tamanho pequeno, atingindo no máximo 10 cm de comprimento e 30 gramas em peso. A espécie possui uma pelagem curta com variação de tonalidades, como branco, cinza, marrom e preto. O camundongo possui orelhas grandes e focinho de formato triangular. São animais com excelente visão, audição e olfato apurados.

Em nossos ambientes domésticos, os camundongos consomem uma enorme variedade de alimento humano, incluindo materiais domésticos, como tecido e sabão. Quando em populações abundantes, esses animais podem ser considerados como verdadeiras pragas agrícolas, pois consomem grandes quantidades de grãos.

O camundongo é uma espécie com altas taxas de reprodução, possuindo a capacidade de se reproduzir em uma velocidade excepcional. A reprodução ocorre durante o ano todo, com as fêmeas apresentando a capacidade de entrarem em novo cio em menos de um dia após o parto. A gestação é curta, em torno de 20 dias e as ninhadas são grandes, com até 12 filhotes. Como as fêmeas podem ter até 10 ninhadas por ano, as populações dos camundongos se recuperam e crescem muito rapidamente, infestando ambientes urbanos com muita facilidade.

Os Camundongos e Sua Relação com o Homem

Os camundongos são depósitos naturais de muitos micro-organismos, como bactérias, protozoários e vírus e, portanto, contribuem para a disseminação de diversas doenças. Essas enfermidades podem ser transmitidas aos seres humanos através do manuseio dos camundongos, contato com excrementos e secreções e também através da mordida. Muitas doenças graves são transmitidas dessa forma, tais como hantavirose, leptospirose, coriomeningite linfocitária, salmonelose, dentre outras.

Os camundongos também são vetores de muitas outras doenças indiretamente, ao carregar pulgas, ácaros e outros pequenos artrópodes que se alimentam do sangue de um animal infectado, tornando-se portadores de micro-organismos. A peste bubônica, doença responsável pela morte de um terço da população europeia durante a Idade Média, e o tifo são doenças transmitidas aos humanos pelas pulgas comensais dos camundongos.

Camundongos em Casa
Camundongos em Casa

Além da capacidade de transmissão de doenças, os camundongos podem ser considerados como pragas agrícolas, pois, quando abundantes, consomem uma grande quantidade de grãos, além de contaminarem os alimentos armazenados com seus excrementos. Como possuem um hábito alimentar totalmente onívoro e oportunista, os camundongos se alimentam de qualquer coisa disponível, sendo capazes de destruir tecidos e madeira.

Assim, considerando-se o alto potencial reprodutivo, o poder destrutivo dos camundongos quando em populações de altas densidades e as doenças transmitidas, a espécie é capaz de infestar um ambiente muito rapidamente, tornando-se uma praga urbana.

Como Prevenir Uma Infestação de Camundongos

Uma infestação de camundongos pode ser causada por diversos fatores, mas, normalmente, criar um ambiente que favoreça o desenvolvimento dos animais, fornecendo condições propícias a sua instalação são um dos fatores que contribuem. Assim, o melhor método é sempre a prevenção, evitando-se a criação de um ambiente favorável à reprodução dos camundongos, através das seguintes técnicas:

  • elimine o hábito da acumulação: os camundongos são atraídos por lugares com entulhos, construindo seus ninhos em lugares escondidos. É importante descartar caixas de papéis, jornais e revistas velhas, móveis velhos e utensílios acumulados e manter a limpeza em dia;
  • certifique-se de que buracos na parede, canos e calhas estejam livres e tampe-os com espumas ou palhas de aço. Os camundongos vivem abrigados em lugares muito estreitos;
  • mantenha todos os ambientes da casa limpos, pois os camundongos são bastante sensíveis a cheiros de produtos de limpeza, como desinfetantes e água sanitária;
  • mantenha os potes de alimentação dos animais de estimação dentro de casa e cuidado com o armazenamento dos alimentos;
  • tenha cuidado com despensas e armários de alimentos, nunca deixando potes e pacotes abertos. O uso de recipientes de metal ou vidro isola o cheiro do alimento e evita a atração de roedores e outras pragas;
  • tenha cuidado com o lixo, pois os camundongos são capazes de roer e rasgar latas, sacos e madeira.

Como Combater Uma Infestação de Camundongos

Algumas vezes a prevenção é falha e a infestação por pragas acontece. Uma das formas de combate mais básicas é a retirada das fontes de alimento, água e abrigo. É importante ter em mente que alguns métodos de combate são cruéis e, por mais que a infestação possa considerar os animais como pragas, a prática de maus-tratos ou mutilação de animais silvestres ou domésticos é considerada crime ambiental no Brasil.

Armadilhas que utilizem o esmagamento e de pressão, como as ratoeiras, são métodos cruéis e alguns animais são capazes de arrancar seus próprios membros ao tentar se libertar. Inclusive, a Resolução número 301 do Conselho Federal de Biologia proíbe o uso desse tipo de armadilha para contenção. Alguns raticidas também causam hemorragia interna e sofrimento prolongado, além de serem perigosos para crianças e outros animais.

Infestação de Camundongos
Infestação de Camundongos

Existem algumas armadilhas, como gaiolas, que não causam traumas físicos ao animal, possibilitando que o camundongo seja posteriormente solto em uma área externa, próximo a uma área livre. Alguns raticidas atuais são de ação crônica, demorando mais tempo para matar o animal e apresentam menor toxidade.

As estratégias de controle de uma infestação por camundongos consideram o comportamento da espécie e a forma mais adequada de combatê-los, protegendo a saúde das pessoas e do meio ambiente, é contratar uma empresa especializada. O controle integrado une o conhecimento dos hábitos comportamentais da espécie, levando em consideração o meio-ambiente. Algumas empresas utilizam métodos de controle biológico, utilizando agentes patogênicos dos próprios camundongos, como vírus, bactérias e fungos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.