Home / Curiosidades / Características Do Porquinho Da Índia: Reprodução E Nome Científico

Características Do Porquinho Da Índia: Reprodução E Nome Científico

Hoje falaremos de um animal que é muito conhecido e apreciado como animal de estimação, o porquinho da Índia. Apesar de receber este nome em nada esta espécie de relaciona com o seu nome. Ficou curioso? Vem com a gente e descubra essa e outras informações curiosa sobre o porquinho da Índia.

Não É Da Índia E Não É Um Porquinho

O porquinho da Índia é um animal que recebe o nome científico Cavia porcellus. Seu nome científico tem origem no tupi e Cavia vem de savia que corresponde a similar a rato ou roedor. Porcellus por sua vez faz referência a diminuição de porco, ou seja, porquinho. Temos aí então porquinho da Índia.

Entretanto, o porquinho da Índia não tem nenhuma relação ou parentesco com o porco que conhecemos e consumimos. Pelo contrário, ele é um parente próximo dos coelhos e dos hamsters. Segundo pudemos investigar, o nome porquinho vem por semelhança ao som que estes animais emitem, que de fato se parelha muito com o som produzido pelos porcos.

Quanto a sua origem que não tem em nada a ver com a Índia, eles são originários da América, do continente americano. Ao que tudo indica o nome Índia faria relação a uma região do continente americano denominado de Índias ocidentais por referência aos colonos europeus que ao chegarem aqui acreditavam estar chegando as Índias.

Porquinho Da Índia
Porquinho Da Índia 

Agora que já introduzimos um pouco o assunto e explicamos que em nada estes animais tem relação com o seu nome, vamos conhecê-los um pouco mais.

Apesar de serem animais inicialmente selvagens atualmente não se encontram mais em habitat natural, sendo possível de serem encontrados apenas em criações domésticas, lojas e criadouros.

Os porquinhos da Índia inicialmente foram domesticados por populações sul americanas com dois objetivos bem distintos, um era para utilizá-los na alimentação e outro para terem-os como animais de estimação. Estudos revelam que o processo de domesticação teria tido início no Peru ou em Bogotá na Colômbia.

Características Físicas Do Porquinho Da Índia

Estes animais são de porte pequeno, podendo chegar no máximo a trinta centímetros mas ficam em torno de vinte a vinte e cinco centímetros no máximo. Os machos possuem um tamanho maior do que as fêmeas que são menores e mais leves que o macho. O peso que estes animais podem chegar varia entre setecentos gramas a um quilo e duzentos quando muito.

Seu corpo é compacto e robusto. Seus olhos ficam abaixo do centro de suas orelhas que apresentam o formato de uma pequena pétala caída. O seu nariz é centralizado e pequeno um pouco acima de sua boca pequenina e triangular. Apesar de aparentar ter apenas quatro dentes divididos entre a mandíbula superior e inferior na verdade estes animais possuem vinte dentes. Dois mais proeminentes na parte inferior e dois na posterior e mais adentro há outros dezesseis que você certamente nem mesmo imaginou.

Segundo estudos acredita-se que a cor da pelagem destes animais naturalmente fosse marrom mas devido ao tempo em que foi domesticado e o cruzamento indiscriminado entre os indivíduos possui atualmente um padrão bem diversificado de cores podendo ser preto, branco, albino, marrom, amarelado e uma mescla de cores.

Porquinho Da Índia
Porquinho Da Índia

Reprodução, Gestação E Número De Filhotes

Sua gestação tem o tempo médio de dois meses mas pode se estender até setenta e cinco dias e são animais prolíficos, ou seja, podem gerar muitos filhotes durante toda a vida. Uma prova disso diz respeito ao período em que a fêmea volta a entrar no cio logo após o nascimento dos filhotes. Este período é de apenas seis a oito horas. Justamente por isso após o nascimento dos filhotes que podem ser de dois a três (não raramente podem dar a luz a oito filhotes de uma só vez) deve-se separar o macho da fêmea para evitar uma gravidez subsequente.

Os filhotes se tornam independentes com apenas cinco dias do seu nascimento, não dependendo mais de pai e ou de mãe.

São animais prematuros inclusive, atingindo a maturidade sexual com apenas sessenta dias decorridos do nascimento.

Por falarmos em nascimento e gestação, durante este período a fêmea deve receber atenção redobrada uma vez que está mais sensível. Um dos cuidados extras que o tutor deve ter diz respeito a oferta de alimentos ricos em vitamina C e cálcio para que a gravidez decorra de maneira tranquila.

O segundo cuidado que deve ser rotineiro é quanto a oferta de água, durante a gestação a fêmea tende a consumir mais água do que o habitual e a mesma não pode faltar.

Alimentação, Curiosidades, Etc

Os porquinhos da Índia são animais herbívoros e como tal se alimentam de plantas. Possui uma variedade sistêmica de opções que podem completar a sua alimentação. Dentre estas opções temos o melão, o espinafre, alface, acelga, uva, assim como outros.

Apesar de animais herbívoros, os porquinhos não devem consumir milho, uma vez que é extremamente calórico para eles e pode causar reações alérgicas (similarmente como acontece conosco).

Porquinho Da Índia Alimentação
Porquinho Da Índia Alimentação

Comportamento Destes Pequenos

São animais com maior atividade durante o amanhecer, fim de tarde e por vezes a noite. Quando não estão dormindo acabam passando o seu tempo comendo e fazendo a sua higiene corporal.

São animais que gostam de viver em bandos, mas se você está pensando em adotar ou comprar um porquinho da Índia e o seu intuito não é a reprodução, o indicado são duas fêmeas. Machos são territorialistas e podem acabar brigando entre si quando colocados para viver juntos. Por falar em criação conjunta, o indicado é uma gaiola de pelo menos um metro quadrado para garantir que o seu animal tenha espaço adequado para se desenvolver. Este espaço é estimado para a criação de apenas um porquinho, no máximo dois. A sua gaiola deve conter além de comedouro e bebedouro regularmente higienizados, um local para que o pequeno possa se esconder (como uma casinha ou correlato) e um espaço para se exercitar. Brinquedos para que ele possa roer devem ser disponibilizados uma vez que seus dentes nunca param de crescer e precisam ser desgastados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *