Home / Curiosidades / Cágado, Tartaruga e Jabuti: Quais as Diferenças?

Cágado, Tartaruga e Jabuti: Quais as Diferenças?

Esse assunto já foi uma polêmica, e ainda é. Afinal, você sabe diferenciar um cágado de uma tartaruga e de um Jabuti? Pois esses animais possuem muitas semelhanças, mas também possuem diversas diferenças, e hoje vamos te ensinar a diferenciar de uma vez por todas esses três, para não se confundir nunca mais.

Eles são membros da família Testudinata, também conhecidos como quelônios. Se destacam de outros répteis pois possuem carapaça. Mas, apesar de serem tão parecidos e confundidos, eles possuem diversas diferenças entre eles, principalmente morfologicamente e em relação ao habitat.

Diferença entre jabuti, cágado e tartaruga
Diferença entre jabuti, cágado e tartaruga

Os Jabutis 

Os Jabutis são aqueles que muitos possuem em casa. Eles são totalmente terrestres. O casco desse animal é longo e arredondado, não sendo próprio para nadar. Quando se sentem ameaçados se escondem na carapaça. 

Jabutis são animais bem lentos, e, como já dito, estritamente terrestres (diferentemente dos cágados e das tartarugas). Os cascos deles são altos, com formato de cúpula e os pés são arredondados, semelhantes aos dos elefantes, e justamente por possuírem esse formato também não se dariam bem na água, impossibilitando a natação. Possuem cabeça pequena, grandes olhos, e tímpano por atrás e abaixo de seus olhos. Quando se sentem ameaçados, tendem a recolher suas patas dianteiras e traseiras, assim como a cabeça, para dentro da carapaça e se fingir de morto.

Os jabutis são quelônios que habitam em diferentes ambientes, podendo estar tanto em um deserto quanto em uma floresta. Algumas espécies de jabutis podem cavar, e outras espécies praticam o hábito de se enterrarem na lama.

Jabutis
Jabutis

A alimentação dos jabutis é onívora, e é formada por insetos, flores, folhas, carniça e outros. Os jabutis também consome sementes, e por isso são dispersores e importantes para o meio ambiente.

Os jabutis são animais que vivem em média cinquenta anos, são calmos e dóceis, e por terem essas características se tornaram a escolhas de diversas pessoas e famílias ao redor do mundo, para serem animais de estimação. Para ter um jabuti em casa, é necessário ter um terrário, aquecedores nesses terrários, folhas para substrato e um  espaço com tamanho bom o suficiente para que o jabuti possa se locomover com liberdade.

Você se lembra do conto da Lebre e a Tartaruga? O animal dessa história, na verdade, era um Jabuti, e não uma tartaruga. 

Caso você deseje ter um casal de jabutis, saiba que nas espécies que encontramos no Brasil as fêmeas colocam em média seis ovos redondos, e fêmeas jabuti-amarelo depositam de um até quinze ovos. E quando os filhotes chegam, a carapaça ainda não é firme, e com isso ficam os filhotes ficam muito vulneráveis aos predadores. Portanto, é necessário ter cuidados, ambiente seguro e, de preferência, dicas de um veterinário ou biólogo, para que tudo ocorra perfeitamente nessa nova fase da vida dos jabutis.

As tartarugas

Tartarugas são animais exclusivamente aquáticos, podendo viver em água doce ou salgada, dependendo da espécie. Seu casco é achatado, sendo próprio para nadar. As que vivem em oceanos têm suas patas parecidas com nadadeiras, pois realmente exercem essa função.

Existem 7 espécies diferentes de tartarugas marinhas, e temos 5 espécies no Brasil.

As tartarugas de água doce tem os dedos ligados por uma pele, igual os pés de pato. Elas também se encolhem no casco quando se sentem ameaçadas.

Tartaruga
Tartaruga

Elas podem ser animais de estimação?

Podem! Mas para isso precisa-se saber como lidar com a tartaruga em casa. Além de fornecer um ambiente e dieta adequados para as tartarugas aquáticas, eles não precisam de muita atenção, embora a interação regular possa resultar em uma tartaruga mansa e sociável, especialmente com tartarugas-cartográficas . De qualquer forma, elas são adoráveis ​​e, se bem tratados, devem proporcionar anos de diversão.

Na década de 1970, o governo dos EUA fez a conexão entre tartarugas e  infecções por Salmonella , especialmente em crianças, e proibiu a venda de tartarugas com menos de dez centímetros de comprimento. O raciocínio por trás dessa proibição não era que as tartarugas bebês carregassem mais Salmonella do  que as maiores, mas que as crianças têm mais probabilidade de lidar com tartarugas menores ou colocá-las na boca. Por isso, o cuidado com a manipulação e higiene.

As tartarugas aquáticas, em casa, precisam de grandes tanques, iluminação especial, boa filtragem e limpeza regular.

Os Cágados 

Os cágados também são semi aquáticos, mas ficam apenas em água doce. Eles realizam parte de suas atividades dentro da água e parte fora d’água. 

De forma generalizada, os cágados podem ser considerados onívoros. O estímulo visual é a forma principal de sentido para o cágado encontrar o seu alimento. Após localizar, ele se aproxima vagarosamente da presa (se a presa estiver imóvel) ou inicia uma perseguição, se a presa estiver viva e se locomovendo. Depois de reconhecer com o olfato,(utilizado exclusivamente quando é uma presa imóvel), o cágado faz a apreensão da refeição através de sucção. No caso da presa ser de porte maior, acontece a dilaceração, e o alimento é dilacerado com o uso de uma das patas dianteiras do cágado.

Na época de reprodução, os cágados machos buscam as fêmeas. Isso acontece através do olfato, eles cheiram a cloaca de outro animal com o intuito de reconhecer e determinar a aceitação da fêmea.

Como diferenciar o cágado da tartaruga de água doce? 

Pelo pescoço. Os cágados possuem um pescoço bem longo, enquanto a tartaruga possui um pescoço bem mais curto. 

Simples, não é? Sabendo mais sobre cada habitat desses animais é totalmente possível distingui-los. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *