Home / Curiosidades / Ariranha Ataca Pessoas? Onde Vivem?

Ariranha Ataca Pessoas? Onde Vivem?

Este animal que parece muito com uma foca, ou lontra, vive aqui mesmo no nosso país e é considerada um dos maiores carnívoros sul americanos.

Este animal é cercado por controversas brutais que o catalogam como uma criatura puramente selvagem que ataca no momento em que tiver chance. Incidentes com este animal deram a ele essa fama de cruel e sanguinário.

Mas, será mesmo que a ariranha realmente merece esse titulo de animal feroz e perigoso? Bem, este é o assunto de hoje no artigo vamos ver tudo que conseguirmos sobre este nosso companheiro brasileiro de longa data.

Ariranha: feroz ou inocente?

Se alguém desconhecido invadisse sua casa, como você iria reagir? Iria correndo se apresentar ao invasor ou não pensaria duas vezes em tentar expulsa-lo do lugar a todo custo? Bem, é isso que passa pela cabeça de todo animal.

Afinal, seu território é apenas seu, e o outro não foi convidado, é um invasor e precisar ser detido. Provavelmente foi esse o pensamento da ariranha no incidente ocorrido em 1977 em um zoológico.

Aos 33 anos, o sargento do exército Sílvio Delmar Hollenbach foi morto após sofrer mais de 100 mordidas de ariranhas pelo corpo. Foi chamado de herói por todos ao ter salvo a vida de um menino de 13 anos, que estava para ser atacado pelos animais.

O rotulo de “espécie perigosa” se deve exatamente a esse ocorrido que ceifou a vida do sargento. Mas, será mesmo que esse título pode ser empregado a esses animais? Bom, como já comentei, quando um estranho invade a sua casa, sua primeira reação é expulsa-lo.

Ariranha
Ariranha

A ariranha, como muitas outras espécies da fauna brasileira, só ataca quando uma ameaça invade seu espaço particular, como a entrada da sua toca ou seu ambiente. Em época de reprodução, esse comportamento torna-se bastante comum.

Recomenda-se que, de maneira geral, não tente invadir nenhum espaço de algum animal potencialmente perigoso. Se acabar invadindo, não faça movimentos que ative o instinto de sobrevivência do animal, porque assim ele irá atacar.

Indo contra o pensamento comum, muitos defendem as ariranhas. São, na verdade, animais dóceis que temem o ser humanos mais do que nós as tememos. Hoje em dia, o local onde a tragédia aconteceu permanece como um dos mais visitados.

No habitat das ariranhas está uma placa que narra o acontecido e conta um pouco sobre os animais que vivem ali.

Ariranha: Onde vivem naturalmente?

Esses animais podem viver tanto na terra quanto na água e costumam habitar as regiões mais úmidas do Brasil. Margens de rios, lagos e pântanos são só seus ambientes favoritos. Esses animais precisam estar sempre bem hidratados, mesmo que possam viver em terra.

Seu habitat envolve grande parte do território nacional, desde a Amazônia até Mato Grosso e Brasília. São animais de bom temperamento e hábitos diurnos, ou seja, caçam de dia e dormem a noite. Como as pessoas.

Se você já visitou lugares muito úmidos e ouviu alguns barulhos bem altos, provavelmente são as ariranhas. São caracteristicamente muito barulhentas e gostam de meter a fuça onde não foram chamadas.

Na maioria dos casos, mesmo na natureza, são animais de bom comportamento, que investigam quando um desconhecido se aproxima (em épocas normais, claro) e as vezes até interage positivamente.

Ariranha
Ariranha

Isso se deve ao fato de serem curiosos perante o desconhecido e o novo. Além do mais, essas primas distantes das lontras são muito brincalhonas e travessas. Sua especialidade é nadar e mergulhar e claro, socializar a beira dos rios, nas margens.

Cada vez mais que penso, imagino que as ariranhas são como as pessoas. Dormem de noite e trabalham de dia, socializam a beira de ambientes aquáticos, como os humanos na praia e são curiosos e brincalhões. É, a natureza tem suas ironias.

Eles vivem em bando com no máximo 10 membros e vive abaixo das raízes das arvores, em tocas, sempre próximas de algum rio. Como muitas espécies como o cachorro, as ariranhas marcas seu território por vias orais, ou seja, mancando lugares com seus desejos naturais.

Espero mesmo que você tenha entendido isso sem que eu precise ser totalmente claro.

Ariranhas: Pequenas orelhas, grandes corpos

As ariranhas são animais com uma aparência confundível a de outros mamíferos, como a lontra. Podemos dizer que são primos distantes.

Suas orelhas são pequeninas e sua cabeça tem um aspeto ovalado com olhos grandes. Seu corpo é alongado e o pelo é bem liso e espeço bem curto. Sua coloração é castanha com manchas brancas na área do pescoço.

Toda a extensão do seu corpo, exceto a cauda tem em média 1,80 metros, contando com a cauda, mais 65cm, pega as pequenas lontras até os 2,45 metros. Se elas pudessem ficar em pé, seriam maiores que muitas pessoas por aí.

Já no quesito peso, elas até que são bem magrinhas, pesando em torno de 35kg a 40kg. Como na vida animal o gênero define as características dos animais, os machos ganham em peso e tamanho com seus 45kg e mais de 1,80 metro.

Enquanto as fêmeas ficam para trás nunca ultrapassando os 30kg e medindo aproximadamente 1,70 metros. Parece injusto, mas, a vida animal é assim.

Ariranhas: Alimentação

São sim mamíferos, e um dos poucos que povoam a terra, porém quando adultas se alimentam de carne. Outra semelhança com os humanos.

Gostam de uma dieta de frutos do mar, já que vivem em rios. É a principal fonte de comida sendo peixes, moluscos e até crustáceos. Mas, comem também ovos de aves e as próprias aves aquáticas que encontram dando sopa por aí.

Claro que eles não descartam um bom e suculento pedaço de carne, tendo como alimento pequenos mamíferos, ou melhor, outros pequenos mamíferos que não seja da mesma espécie. Sua boca tem dentes fortes e grandes e é dono de uma mordida feroz e forte.

Vale ressaltar que as ariranhas nunca comem suas refeições na água, para come-las, elas preferem dar um pulinho na superfície.

Conclusão

As ariranhas são animais belos de hábitos curiosos e brincalhões que sempre estão juntos em qualquer que seja o lugar que habitam. Sua ferocidade é natural de qualquer animal do tipo. Incidentes podem acontecer e são mais raros do que você pensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *