Home / Curiosidades / A Cobra Do Milho É Venenosa? – Corn Snake ou Americana

A Cobra Do Milho É Venenosa? – Corn Snake ou Americana

Enquanto alguns podem temer a cobra do milho, também conhecida como corn snake que em tradução livre nos remete ao seu próprio nome, cobra do milho, outros a desejam incansavelmente como pets de estimação para lá de exóticos. Mas afinal, esta serpente pode trazer riscos para nós seres humanos? É venenosa? Essa são apenas algumas das informações que você encontra neste post.

A Corn Snake, A Cobra Americana

A corn snake também conhecida como cobra do milharal, tem o nome científico de pantherophis guttatus e é uma serpente norte-americana que há muitos anos é criada em cativeiro para fins comerciais. Sendo um animal de estimação muito desejado mundo afora. É uma serpente que não apresenta riscos para nós seres humanos uma vez que não se trata de uma espécie venenosa. Isso mesmo, a cobra do milho não é uma serpente venenosa e como tal não traz riscos para nós seres humanos.

Cobra Do Milho
Cobra Do Milho

Suas presas são abatidas por constrição que consiste ao contrário do que se imagina, na interrupção do fluxo sanguíneo e consequentemente no tráfego de oxigênio. Quando pensamos em constrição o que nos veem a cabeça é que estas espécies abatem suas presas por meio da quebra dos ossos, mas segundo estudos, o que de fato leva ao óbito da presa é a falta de oxigenação nos órgãos vitais.

Cobras peçonhentas podem se utilizar da constrição, mas a prática é utilizada sempre por serpentes não peçonhentas.

São animais amplamente criados como o objetivo de se tornaram animais de estimação, tanto em seu país de origem, os Estados Unidos da América, como no Brasil, em países do continente europeu e também em países asiáticos como o Japão, por exemplo. Apesar de atualmente apresentarem uma variação de cores muito grande, a corn snake é constituída de cinco pigmentos, dos quais pode haver variações de combinações com ativação e desativação de determinados pigmentos. Um exemplo muito comum da coloração da corn snake é uma mistura de amarelo, ou melhor, um fundo acinzentado ou alaranjado com manchas arredondadas em um tom de vermelho vivo. Mas esta é apenas uma das possíveis combinações que a espécie apresenta.

São animais de hábitos crepusculares e noturnos, mas durante a primavera podem acabar tendo o hábito diurno não raramente.

Outras Características Físicas E O Porquê Do Seu Nome

A corn snake pode viver em cativeiro mais de vinte anos e atingir mais de dois metros de comprimento, em liberdade, entretanto, pode viver bem menos do que isso, atingindo cerca de sete anos. Em relação ao seu nome, corn snake, cobra do milho ou do milharal, há duas hipóteses bem aceitas quanto a isso. Uma delas diz que estas serpentes procuram em milharais roedores e outros animais para se alimentarem, ajudando inclusive no controle de pragas para os agricultores. Outro motivo para este nome é em relação as suas características físicas, isso porque a barriga da corn snake lembra muito a cor do milho. Ainda sobre a relação da corn snake com o milho e o milharal, é sempre comumente encontrada em locais onde as colheitas de milho são abrigadas, utilizando do local como um tipo de refúgio.

Durante o período reprodutivo a fêmea pode chegar a por cerca de vinte ovos que gerarão quando eclodidos filhotes com cerca de  vinte centímetros. Sua reprodução ocorre durante o inverno e sua reprodução em cativeiro tem obtido bastante sucesso, perpetuando a corn como uma excelente opção de animal de estimação. Seus ovos quando postos estão sempre em áreas quentes e escondidas em seu território.

Alimentação E A Criação Em Cativeiro

Embora desperte a atenção de pessoas que buscam por um animal de estimação exótico, a corn snake não acaba de fato sendo adquirida por todos que em um primeiro momento acabaram por cogitá-la, isso por conta da sua alimentação carnívora. São animais que podem consumir desde pequenos roedores, a ovos de aves das mais diversas, como também posturas de outros répteis e anfíbios. No caso da criação em cativeiro, as corns devem consumir quando ainda jovens um rato ou camundongo neonato a cada quatro dias. Já quando atinge a fase adulta esse consumo passa para um rato vivo a cada dez dias. E convenhamos, não são todos os tutores que são capazes de dar uma presa viva para o seu animal de estimação e ver aquela indefesa criatura lutar pela sua vida sem chances reais de sobrevivência.

Apesar desta característica da cobra do milho possui um comportamento que podemos definir como pacífico embora apresente hábitos totalmente defensivos quando se sente ameaçada, o que é normal para todo animal selvagem ou não.

Com o comportamento tranquilo, por assim dizer, é tida entre os seus criadores como um animal de fácil manutenção e administração, podendo ser indicado até mesmo para criadores inexperientes que estão começando agora a sua criação.

Ainda sobre a criação em cativeiro, como animal de sangue-frio há uma necessidade de atenção quanto a iluminação e consequentemente o calor no local onde está sendo criada. Para que possa manter-se saudável é importante que a temperatura do cativeiro tenha no mínimo vinte e três graus e no máximo cerca de trinta graus Celsius.

A Criação Em Cativeiro E Os Requisitos Básicos

Para que você possa ter a sua corn snake em casa é preciso que você tenha um terrário de pelo menos noventa centímetros. Noventa centímetros se você for criar apenas uma cobra, caso deseje criar mais de um esta medida deve ser proporcionalmente aumentada de maneira progressiva.

Ainda sobre seu cativeiro é necessário que haja para a serpente locais adequados para que a mesma possa se esconder, não ficando o tempo todo sobre os olhos atentos de seu tutor. E por falar em olhos atentos, é fundamental que o cativeiro da corn snake seja bem vedado visto que são tidas como animais que possuem uma incrível e invejável capacidade de fuga.

O substrato que será disposto por todo o seu abrigo deve ser regularmente trocado de modo a evitar o desenvolvimento de fungos e bactérias que poderão comprometer a saúde do pet. Caso perceba algo de anormal com relação ao seu animalzinho de estimação procure imediatamente por ajuda de um médico veterinário especializado em animais exóticos que dará toda a assistência necessária para a manutenção da boa saúde do animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *