Home / Informações / Tipos de Besouros Brasileiros

Tipos de Besouros Brasileiros

Existem cerca de 350 mil espécies de besouros em todo o mundo, o que representa 40% de todos os insetos e 30% dos animais. Deste montante, aproximadamente 28 mil espécies que pertencem a 105 famílias foram encontradas no Brasil.

Vamos abaixo conhecer seus representantes, que não são essencialmente originários do Brasil, mas que estão presentes no país, assim como em outros países vizinhos ou mais distantes, pois insetos são animais que existem em praticamente todos os lugares do mundo. E como a maioria destes insetos gosta de madeira, não é difícil que tenham trânsito por vias de transporte internacional que os leva a vários pontos do globo.

Tipos de Besouros Brasileiros
Tipos de Besouros Brasileiros

Tipos de besouros – O Besouro da Figueira 

O Besouro da figueira, Acrocinus longimanus, é um besouro escaravelho tropical nativo do sul do México ao Uruguai. O besouro arlequim se alimenta de seiva e recebe esse nome por causa de seu padrão elaborado de marcas em preto, vermelho e amarelo esverdeado nas capas das asas de ambos os sexos.

O nome da espécie longimanus é uma palavra latina que se refere aos membros superiores extremamente longos (manus) dos machos, que são geralmente mais longos do que o corpo inteiro do besouro. Como adulto, a espécie é muito grande, com um corpo que pode medir cerca de 76 mm (3 polegadas) de comprimento.

Tipos de besouros – Besouro Hércules 

O besouro Hércules (Dynastes hercules, dinastinae): é uma espécie de besouro-rinoceronte nativo das florestas tropicais da América Central, América do Sul e Pequenas Antilhas,  e é a mais extensa espécie de besouro no mundo, e é também um dos maiores insetos voadores do mundo.

Tipos de besouros – O Serra pau

O serra pau (Enoplocerus armillatus): exibe forte dimorfismo sexual (quando fêmea e macho possuem características externas distintas) e é um dos maiores representantes da família Cerambycidae. As fêmeas atingem um comprimento de 70-80 milímetros e machos 110–120 milímetros, mas espécimes de até 150 milímetros foram capturados.

Os machos tem mandíbulas impressionantes e grandes. Esta espécie é caracterizada por antenas pretas muito longas, élitros de cor marrom pálido, pernas dianteiras bastante grossas e quatro espinhos agudos em ambos os lados do protórax. Tem hábitos diurnos e é frugívoro (alimenta-se de frutas) e atraído por exsudatos (líquidos orgânicos) de árvores, enquanto as larvas são brocas de raízes, alimentando-se de materiais em decomposição.

Tipos de besouros – Macrodontia cervicornis 

Macrodontia cervicornis é um dos maiores besouros, dotado de enormes mandíbulas nos machos, dos quais deriva ambos os nomes em seu binômio: Macrodontia significa “longo dente “, e cervicornis significa” chifre de veado “. Medidas de comprimento de insetos normalmente excluem pernas, mandíbulas ou chifres, mas se as mandíbulas estão incluídas, o espécime mais longo conhecido de M. cervicornis é de 17,7 cm.

Tipos de besouros – Titanus giganteus 

Titanus giganteus pertencem à família Cerambycidae. É a maior espécie conhecida de sua família e um dos maiores insetos atualmente, atingindo machos de até 17 cm de comprimento. Localiza-se na região amazônica, nas florestas tropicais da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Guianas e centro-norte do Brasil.

Até o momento, muito poucas fêmeas deste coleóptero foram capturadas, uma vez que seu comportamento é muito discreto, sendo seus hábitos praticamente desconhecidos. Nenhuma larva desta espécie rara foi encontrada. Acredita-se que eles podem viver em madeira podre e que devem medir cerca de 30 cm de comprimento e 5 cm de largura.

Tipos de besouros – Blapida okeni 

Blapida okeni é um besouro da famíliaTenebrionidae e subfamília Stenochiinae. Seu habitat abrange as florestas tropicais e campos do Brasil. Apresentam élitros de cor negra brilhante, quase lisos, numerosos e irregulares, com impressões grandes e listras impressas e mal marcadas em sua superfície. Existe um par terminal de projeções, na parte de trás, como espinhos, em ambos os lados. Esta espécie pode ser encontrada na árvore Fabaceae denominada bracatinga (Mimosa scabrella).

Tipos de besouros – Arrebenta bois, Vaca loura

Cissites maculata (denominado popularmente, no Brasil de Arrebenta-bois ou vaca loura) é um besouro da família Meloidae. Seu habitat são as florestas tropicais e os campos da América Central e do Sul, sendo relativamente difíceis de encontrar, do norte da Argentina e do território da Mata Atlântica brasileira ao Peru, Colômbia, Venezuela, Guianas, Panamá e Antilhas, porém com registros isolados questionáveis na Costa Rica, Nicarágua, México e sul dos Estados Unidos, onde existem os Cissites auriculata, que apresentam manchas menos arredondadas em sua superfície.

É um besouro de tamanho que varia entre 1,5 cm e 7,5 cm. Distingue-se facilmente pelo abdômen negro e alongado, geralmente ornamentado por bandas vermelhas transversais. O estado larvar é parasítico e hipermetabólico, existindo diferenças morfológicas nas várias fases larvares. A cabeça do macho é maior do que a da fêmea.

Tipos de besouros – Joaninha 

A joaninha (família Coccinellidae) é pequeno besouro que varia em tamanho de 0,8 a 18 mm. Os entomologistas preferem amplamente os nomes besouros de joaninha ou joaninhas, pois esses insetos não são classificados como verdadeiros insetos.

Os coccinelídeos costumam ser visivelmente coloridos de amarelo, laranja ou vermelho, com pequenas manchas pretas nas capas das asas, com pernas, cabeças e antenas pretas. Há, no entanto, uma grande variação nesses padrões de cores. Por exemplo, uma minoria de espécies, como Vibidia duodecimguttata, uma espécie de doze manchas, tem manchas esbranquiçadas em um fundo marrom.

Coccinelídeos são encontrados em todo o mundo, com mais de 6.000 espécies descritas. Existem em praticamente todas as principais regiões produtoras de culturas dos países temperados e tropicais. A maioria dos coccinelídeos tem corpos arredondados, elípticos e em forma de cúpula, com seis pernas curtas. Dependendo da espécie, eles podem ter manchas, listras ou nenhuma marcação.

Joaninha 
Joaninha

Os coccinelídeos de sete manchas são vermelhos ou alaranjados, com três manchas de cada lado e uma no meio e possuem uma cabeça preta com manchas brancas de cada lado. A maioria das espécies de coccinelídeos são geralmente considerados insetos úteis, pois muitas espécies atacam os homópteros herbívoros, como pulgões e insetos, que são pragas agrícolas.

Muitos coccinelídeos depositam seus ovos diretamente em colônias de pulgões e escamas de insetos, a fim de garantir que suas larvas tenham uma fonte de alimento imediata. No entanto, algumas espécies tem efeitos indesejados e entre estes, os mais proeminentes são da subfamília Epilachninae (que inclui o besouro do feijão mexicano), que são eles próprios herbívoros.

Normalmente, as epilacinas são apenas pequenas pragas agrícolas, comendo as folhas de grãos, batatas, feijões e várias outras culturas, mas seu número pode aumentar explosivamente nos anos em que seus inimigos naturais, como as vespas parasitóides que atacam seus ovos, são poucos. Em tais situações, eles podem causar grandes danos às culturas.

Tipos de besouros – O besouro escorpião 

O besouro escorpião, Onychocerus albitarsis, é uma espécie de escaravelho branco, castanho-avermelhado e preto,  da família Cerambycidae. É notável por ser o único inseto que pode liberar uma picada venenosa de suas antenas, cujos segmentos terminais evoluíram para se parecer com a cauda de um escorpião. É encontrado no Brasil e é tido como o único capaz de inocular toxinas no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *