Home / Informações / Tarântula Rosa

Tarântula Rosa

Dados científicos

Nome científico: Grammostola rósea | Ordem: Araneae | Família: Theraphosidae.

Tarântula Rosa
Tarântula Rosa

Identificação

A tarântula rosa é uma espécie grande e imponente de temperamento calmo. O seu corpo é coberto por denso manto de pelos de coloração variável do castanho ao rosa. O abdómen possui uma coloração rosa. E as patas tem uma envergadura de 11 a 14 cm.

Distribuição e Habitat

Chile, Bolívia e Argentina. Zonas áridas e semi-áridas.

Conservação

Felizmente, essa espécie encontra-se não ameaçada de acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza.

Tarântula Rosa Conservação
Tarântula Rosa Conservação

Tarântulas como animais de estimação

Cuidados básicos das tarântulas

Atualmente, os animais considerados “exóticos” também foram inseridos no contexto residencial e, assim é cada vez mais comum encontrar tarântulas como animais de estimação, adquirindo-as em lojas de animas ou através da internet. Caso nunca tenha tratado ou possua experiência com uma tarântula, antes de adquirir uma é importante levar em consideração as questões abaixo.

  1. Espécie da tarântula

Há aproximadamente 850 espécies de tarântulas (terrestres e arborícolas), logo é muito importante saber qual a espécie da tarântula que vamos comprar. Assim é necessário conhecer a espécie antes de adquiri-la, deste modo, será capaz de proporcionar todas as condições necessárias que elas precisam.

  1. Em qual local colocá-la

As tarântulas, no geral, não necessitam de grandes espaços para viver. Podem ser utilizados desde pequenos terrários de plástico a terrários de vidro. Estes últimos são uns dos melhores, pois são fáceis de limpar e dão mais estabilidade e segurança. O inconveniente dos terrários de vidro é que estes são mais dispendiosos que os de plástico.

Como Criar Tarântula
Como Criar Tarântula

O ideal é que o terrário esteja localizado em um local onde a luz do sol não incida diretamente, pois pode interferir na saúde do animal, uma vez que eles são noturnos. Porém, os terrários variarão de acordo com a espécie da tarântula. Se for uma tarântula arborícola este deverá ser alto, com ramos para a tarântula poder subir e fazer a sua teia. Se for uma terrestre, o terrário deverá ser espaçoso e baixo para evitar que a tarântula suba e haja uma eventual queda, o que pode resultar em ferimentos no animal.

  1. Qual é o solo ideal?

Visando uma boa moradia para a tarântula é importante escolher um bom solo. Existem vários tipos de solos ou substratos a venda, tais como vermiculite, turfa, perlite, fibra de coco, cascas de madeira, entre outros. Todos conservam muito bem a umidade.

Características da Tarântula Rosa
Características da Tarântula Rosa

Para as tarântulas arborícolas não é necessário colocar muito substrato, já que estas geralmente se encontram nas partes mais altas do terrário, onde costumam fazer os seus ninhos. Contudo, nas espécies terrestres existe a necessidade de colocar uma grande quantidade de substrato (entre 2 a 15 centímetros), dependendo de a espécie ser apenas terrestre ou se também gosta de cavar as suas próprias tocas.

  1. As tarântulas precisam de luz?

As tarântulas devem ser colocadas num local onde apanhem a luz do dia, mas nunca diretamente. Não necessitam de qualquer tipo de luz artificial (lâmpadas) uma vez que estas são animais completamente noturnos.

Tarântula Rosa Animal Noturno
Tarântula Rosa Animal Noturno
  1. Temperatura adequada

As tarântulas são animais de sangue frio. Sendo assim, é necessários lhes proporcionarem uma temperatura adequada. Dependendo das espécies, as temperaturas noturnas podem oscilar entre os 18 e os 24 ºC, enquanto que as diurnas podem encontrar-se entre os 24 e os 33 ºC. No geral, a temperatura noturna deve-se manter entre os 20 e os 22 ºC e a diurna entre os 24 e os 27 ºC. O uso de aquecimentos é uma boa alternativa para regular a temperatura do terrário, há vários sistemas de aquecimento, como os fios de aquecimento, mantas de aquecimento, lâmpadas de aquecimento ou pedras de aquecimento.

  1. Umidade adequada

As tarântulas originam-se de países que possuem uma umidade durante a noite bastante elevada. Deste modo, há a necessidade de lhes proporcionar um ambiente que se assemelha muito ao de origem. Para isso basta colocar um bebedouro com água e com um pulverizador, borrifar de forma periódica o substrato do terrário.

Grammostola Rosea
Grammostola Rosea
  1. Dieta das tarântulas

As tarântulas são predadores, logo comem apenas alimentos vivos. A dieta deve ser variada, alternando entre grilos, baratas, tenébrio, gafanhotos. As tarântulas aguentam algum tempo sem comer, mas não sem beber, sendo necessário ter em permanência no terrário um recipiente com água limpa e fresca.

Especificidades da Tarântula rosa

A tarântula rosa chilena é uma das aranhas de estimação mais populares, devido sua cor única e seu temperamento calmo. Ela também é muito mais barata que outas espécies de tarântulas.

Tarântula Rosa Chilena
Tarântula Rosa Chilena

Informações sobre a rosa chilena

Nativa da América do Sul gostam de clima quente e umidade. Essas aranhas são nomádicas e noturnas. Vivem em buracos para se protegerem e caçam durante a noite. Essa espécie de aranha leva até quatro anos para atingir a maturidade e chegam a medir até 13 cm. Ela é coberta por pelos de diversas cores dentre elas o marrom escuro, o laranja avermelhado e o rosa o qual inspirou o seu nome.

Casinha

A rosa chilena (como é conhecida) não precisa de muita manutenção e não requer um ambiente muito espaçoso. Elas devem ser mantidas em um local bem fechado, bem ventilado. Um terrário de vidro funciona bem, o tamanho ideal é de 8 a 20 litros. Já que as tarântulas são noturnas, elas não precisam de luz . A luz pode também secar a umidade do abrigo e essa espécie em particular precisa de muita umidade.

Tarântula Rosa Chilena Criar
Tarântula Rosa Chilena Criar

Elas se desenvolvem melhor na temperatura de 27º C. Caso viva em um local mais frio, aqueça um pouco o ambiente. Sua tarântula irá precisar de um solo úmido, areia, musgo e vaso de orquídea são boas opções. Você pode controlar os níveis de umidade mantendo os olhos no solo, se eles permanecerem úmidos a umidade será ideal. Pode, também, criar uma névoa no interior do abrigo algumas vezes por semana, para garantir que os níveis de umidade estão no mínimo em 70 por cento.

Alimentação

Essa espécie de tarântula gosta de comer grilos, alimente-a com 4 ou 5 grilos por semana. Alimente os grilos com frutas e vegetais antes de dá-los para as aranhas. Algumas tarântulas adultas comem camundongos, e essa refeição a deixará satisfeita por algumas semanas. É melhor matar o rato primeiro se você não quer correr o risco dele enfrentá-la. Dê água para ela com algodão molhado, não deixe o algodão secar e sempre substitua por um algodão limpo.

Tarântula Rosa Alimentação
Tarântula Rosa Alimentação

Manuseio

Você precisa sempre ter cuidado quando se trata de tarântulas, independente da espécie. A rosa chilena é uma das espécies mais calmas de tarântulas. Porém, deverá ter cautela quando for pegá-la, elas são venenosas e pode trazer sérios riscos para a vida. Essas aranhas também são muito delicadas por causa de seu esqueleto externo. Se elas caírem de apenas alguns centímetros elas podem quebrar o esqueleto e morrerem.

Fotos da Tarântula Rosa

E aí, gostou? Compartilhe como seus amigos! Combinado? Antes de fechar esse post, sugiro que você deixe sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Saiba que todos os dias aqui no blog tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Caso você queira receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *