Home / Informações / Sanhaço Verde Com Fotos

Sanhaço Verde Com Fotos

Sanhaços são passeriformes, ou seja, uma ave que é pássaro ou o como é mais conhecido e usado popularmente, passarinhos. É da família dos famosos tiês.

Com o nome científico, thraupis palmarum, esse sanhaço tem o hábito se alojar em coqueiros, por esse motivo também é conhecido como sanhaço do coqueiro, além de também ser conhecido como sanhaço pardo e título do texto, sanhaço verde. Por isso não se confunda ao ouvir falar algum desses nomes achando que não é o mesmo pássaro, pois é sim.

Sanhaço Verde Onde Podemos Encontrá-lo

Sua origem é na latina América e hoje se encontram espalhados por muitas regiões. Essa espécie de sanhaço pode ser encontrada na Argentina, na Bolívia, na Colômbia, na Costa Rica, no Equador, no Panamá, no Paraguai, no Peru e aqui, no nosso país, Brasil, entre nossa rica fauna e flora.

Seu habitat natural é na natureza semi aberta, em plantações, cultivos, serrados, palmares, jardins e ambientes arborizados no geral. Mas como dito no início, sua preferência característica que deu origem ao seu nome, é viver em lugares que hajam palmeiras.

Como Identificá-los?

Sua aparência é toda parda como sugere um dos seus conhecidos nomes, ou um amarelo claro tendendo mais para o pardo, olhos pretos, bico e pés pardos, é conhecido também como sanhaço verde por ter um tom de amarelo esverdeado.

O sanhaço de coqueiro tem o porte de um pássaro comum, com cerca de dezoito centímetros de comprimento, pesando cerca de trinta e seis gramas e não apresentam diformismo sexual, ou seja, diferença que dê para identificar o seu sexo apenas olhando, diferenciação na aparência entre macho e fêmea.

Uma forma de dificilmente conseguir diferenciar os sexos é pela aparência mais pálida da fêmea comparada a coloração das penas do macho. Além da sua aparência, têm um belo canto melodioso que encanta amadores de pássaros e pode interessar criadores também.

No Brasil se tornou cultural criar aves silvestres como domésticas, sempre que caminhamos vemos pelo menos uma casa com gaiola ou conhecemos alguém que crie pássaros, isso quando essa pessoa não é nós mesmos.

Vale lembrar nesse ponto, da primordial importância de sua responsabilidade sob a natureza, sob nossa fauna e flora.

Caso venha a se interessar em começar a cuidar e manter em cativeiro um sanhaço verde ou qualquer outra ave silvestre é necessário o conhecimento de que essa ave precisa antes ser cadastrada no Ibama, como ave para criação amadora, preservação da espécie ou criação para fim de comercialização.

Existem essas três portarias disponíveis e regulares para a preservação e controle de espécies de aves silvestres. Retirar da natureza para a criação sem consentimento do Ibama é crime e como tal pode gerar consequências se for descoberto em uma fiscalização  podendo gerar multas e até mesmo prisão.

Quando criado de forma legal e não ilegal, é sempre necessário aproximar o habitat e a alimentação ao mais natural possível, ou seja, o mais próximo do que é consumido na natureza, não pensando só em você como criador, mas na ave como ser vivo com necessidades para serem supridas assim como você.

Sanhaço Verde: Do Que se Alimentam?

Sanhaço Verde e Sanhaço Azul Comendo
Sanhaço Verde e Sanhaço Azul Comendo

Quando em cativeiro, além do seu viveiro ser o mais próximo possível do seu habitat natural, a alimentação não é diferente, sempre colocando em primeiro lugar a saúde e bem estar do seu pássaro.

Em cativeiro sua alimentação é prática e fácil assim como na natureza, criadores podem dar a mesma ração dada aos conhecidos sabiás, o acesso é fácil, já que no mercado tem variados tipos, conhecidas como rações oleosas.

Os criadores também pode dar rações extrusadas, usadas para alimentar também pássaros frugívoros. Um único alimento mais estranho e talvez difícil em sua alimentação para criadores, seja as larvas que também consomem na natureza, que possuem as proteínas suficientes e necessárias para a sua saúde e bem estar.

E claro, como primordial em toda alimentação de pássaros, é necessário dar a ave frutas, verduras e legumes variados e diversos, assim como o são. Na natureza sua alimentação não se diferencia muito, é a base de frutos de frutas, legumes e verduras, néctar, aracnídeos como aranhas, carrapatos, ácaros, escorpiões e  demais insetos, como a comum lagarta, fonte de proteína, ainda mais procurada quando estão em reprodução, já que o corpo da fêmea necessita de mais nutrientes pois além do suficiente para a sua saúde e satisfação, será repassado para os filhotes que necessitam ainda mais do mesmo.

Como Eles se Reproduzem?

Quando atingem a maturidade sexual aos doze meses de vida, já primeiro ano podem se reproduzir. Seu período de reprodução anual é na primavera e no verão.

Como característica fofa de aves, quando em período de reprodução, não só acasalam, como também trabalham em conjunto e cuidam e protegem os filhotes de predadores. Quanto ao ninho, é construído engenhosamente, geralmente com folhas largas e secas, com a base de fibra vegetal não só por um deles, a fêmea ou o macho, mas pelo casal. Tem o formato de uma cesta aberta.

Assim como a palmeira é a sua árvore preferida para morar, com o ninho não poderia ser diferente, é por lá mesmo que o constroem. As mães botam de dois a três ovos por reprodução.

Seus ovos têm um tamanho compatível a um ovo de pássaro comum, com uma coloração creme ou branco com manchas cinzas. A incubação é feita somente pela fêmea, enquanto o macho pode ir em busca de alimento para a alimentar, é realmente um trabalho em conjunto.

Passado essa fase, levam de treze a quinze dias para estourar os ovos e nascer os mais novos sanhaços. Apesar de serem totalmente dependentes dos progenitores para a alimentação, que é feita pelos mesmos no começo da vida, sua independência não demora a chegar. Tornam-se independentes em um período de trinta a trinta e cinco dias.

Após esse período, além de serem totalmente independentes já podem se juntar ao mesmo bando considerável que seus pais deixaram para poder cuidar, proteger e fazer reproduzir mais esse livre e lindo pássaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *