Home / Informações / Orca vs. Falsa-orca

Orca vs. Falsa-orca

Diferenças e Nomes Científicos

A orca (Orcinus orca) e a falsa-orca (Pseudorca crassidens) pertencem a família Delphinidae. Mas, apesar do grau de parentesco, as duas espécies se diferem em diversas características. Hoje vamos falar sobre as diferenças e as semelhanças entre esses dois gigantes do mar.

Orca vs. Falsa-orca
Orca vs. Falsa-orca

Características

A falsa-orca possui um corpo alongado e preto-acinzentado com algumas manchas claras em forma de “w” na região da garganta. A cabeça é ligeiramente arredondada e sem bico. Sua barbatana dorsal tem formato de foice e arredondada na ponta, enquanto as barbatanas peitorais são curtas e pontiagudas, apresentando uma algo próximo ao que seria uma “corcunda”, característica única utilizada para distinguir a falsa-orca de outras espécies semelhantes.

Já a orca “verdadeira” é dona de uma nadadeira dorsal muito alta e larga, falcada nas fêmeas e triangular em machos adultos. A cabeça tem formato de cone e suas nadadeiras peitorais são grandes, largas e arredondadas. Sua coloração apresenta um padrão preto e branco bem típico e inconfundível.

Baleia Orca
Baleia Orca

A orca é muito maior e mais robusta do que a falsa-orca. Os machos adultos da espécie Pseudorca crassidens chegam a medir seis metros e pesar 1.600 kg, enquanto as fêmeas adultas medem cerca de cinco metros e pesam aproximadamente 800 kg. Já os exemplares adultos da Orcinus orca medem de oito a dez metros de comprimento e atingem o peso de sete a 10 toneladas facilmente.

Distribuição Geográfica e Habitat

As orcas e as falsas-orcas habitam basicamente as mesmas regiões. Porém, a orca é o segundo mamífero com maior área de distribuição geográfica no planeta, atrás apenas do ser humano. Ela está presente em todos os oceanos e na maior parte dos mares. As orcas podem ser encontradas até mesmo no mar Mediterrâneo e no mar da Arábia, locais em que os cetáceos ocorrem raramente. As águas mais frias das regiões temperadas e das regiões polares são as preferidas da orca.

Habitat da Falsa-orca
Habitat da Falsa-orca

A falsa-orca, por sua vez, prefere águas fundas de zonas tropicais e temperadas de todos os oceanos. Ao contrário das orcas, elas preferem águas mais quentes. Elas são frequentemente avistadas em mares e baías semifechadas, como o mar do Japão, o mar vermelho, o golfo pérsico e, ocasionalmente, o mar mediterrâneo.

Alimentação

Ambas as espécies utilizam a ecolocalização para caçar suas presas. Mas, enquanto a falsa-orca prefere se alimentar de peixes e cefalópodes, como o polvo e a lula, a orca inclui no seu cardápio outros mamíferos, como a foca, lontras e leões marinhos.

Alimentação Falsa-orca
Alimentação Falsa-orca

As orcas adotam métodos de caça bastante agressivos e até mesmo perversos. Por isso o título de “baleia assassina”. É comum que elas atirem focas umas contra as outras, pelo ar, de modo a atordoá-las e matá-las. Os leões marinhos são mortos por golpes de cabeça ou por pancadas da cauda. Essas abordagens são necessárias porque os dentes da orca não são suficientemente grandes para causar a morte da presa.

Reprodução

Os machos de falsa-orca atingem a maturidade sexual aos 18 anos. Nas fêmeas, essa fase chega aos 10 anos. Após o período de gestação de 15 meses, nasce apenas uma cria, que acompanha a mãe por 18 a 24 meses. Não há indícios de uma época do ano preferida para a reprodução desta espécie.

Reprodução da Orca
Reprodução da Orca

O período de gestação das orcas varia de 15 a 18 meses. As crias nascem com cerca de 180 kg e medem cerca de 2,4 metros de comprimento. A amamentação dos filhotes dura um ano, mas eles podem começar a ingerir comida sólida fornecida pelas suas mães enquanto estão se amamentando ainda. O desmame ocorre entre o primeiro e o segundo ano de vida.

Fêmeas dão à luz ao seu primeiro filhote com idades entre 11 e 16 anos. O intervalo entre as crias é de cinco anos. A vida reprodutiva das orcas fêmeas dura pouco mais de 25 anos e, durante esse período, elas têm uma média de cinco filhotes. As orcas macho alcançam a maturidade sexual aproximadamente 15 anos, indicado pelo rápido crescimento da nadadeira dorsal. Os machos continuam a crescer até os 21 anos, fase em que é alcançada a maturidade física.

Curiosidades

Curiosidades da Falsa-orca
Curiosidades da Falsa-orca
  • A primeira descrição da falsa-orca foi feita em 1846, por Richard Owen, no livro “A history of British fossil mammals and birds”.
  • A falsa-orca é a única espécie do género Pseudorca.
  • Já foi documentado, várias vezes, um comportamento de partilha de alimento entre as falsas-orcas. Nesse ritual, um indivíduo segura a presa com a boca e os outros retiram pedaços dessa presa.
  • A orca e a falsa-orca são animais gregários, ou seja, vivem em grupos que variam de várias dezenas a centenas de indivíduos de todas as idades e sexos. Isso leva os cientistas a crerem que, aparentemente, não existe segregação social entre esses animais.
Grupo de Orcas
Grupo de Orcas
  • A falsa-orca é vulnerável a “ruídos” produzido pelos humanos, como aqueles emitidos pelo sonar dos navios.
  • Em 1996, a falsa-orca encontrava-se com o status de Baixo Risco na União Internacional para Conservação da Natureza (UICN). Mas, em 2008, a espécie passou para Dados Insuficientes devido à falta de conhecimento da sua abundância global e da tendência das populações.
  • Os paleontólogos acreditam que a orca pode ter tido, provavelmente, um passado evolucionário anagenético. Isso significa que houve uma evolução de ancestral para descendente, sem se verificar qualquer ramificação da linha genética.

Fotos de Falsa-Orca 

Fotos de Baleia Orca 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *