Home / Informações / Guaxinim de Estimação

Guaxinim de Estimação

 

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Procyonidae
Gênero: Procyon
Espécie: Procyon lotor

Guaxinim de Estimação
Guaxinim de Estimação

Já pensou em ter um guaxinim como animal de estimação? A ideia pode parecer inusitada, mas não é impossível. Entretanto, vale lembrar que o comportamento do guaxinim é muito diferente do gato e do cachorro. Trata-se de um mamífero que costuma ser dócil e brincalhão enquanto jovem, mas em fase adulta pode tornar-se agressivo caso não seja tratado adequadamente.

Em ambientes rurais, os guaxinins habitam tocas, troncos caídos e árvores ocas. Já em ambientes urbanos, o guaxinim pode fazer o seu habitat em sótãos, porões e garagens.

Características

Os guaxinins podem ser encontrados nas Américas do Norte, Central e do Sul, assim como no centro da Europa e na região do Cáucaso. O habitat preferido desses animais são os ambientes úmidos, como as florestas próximas a rios e pântanos. Mas, por ser muito adaptável, o guaxinim tem sido comumente encontrado nas áreas urbanas. O habitat urbano oferece uma grande variedade e quantidade de alimentos, além de uma série de potenciais esconderijos para o animal.

Características do Guaxinim
Características do Guaxinim

Facilmente identificado pela mancha preta em formato de máscara em volta de seus olhos, os guaxinins são animais de hábitos noturnos, que dormem durante o dia e costumam sair para caçar pássaros, ratos, insetos, pequenos peixes, camarões de água doce e rãs durante a noite. Eles são onívoros, com capacidade de metabolizar diferentes tipos de alimentos, de origem vegetal ou animal.

Podendo chegar a medir entre 45 e 70 centímetros, o guaxinim persegue sua presa em águas rasas ou no chão e, após examinar a vítima, ele só a consome se o cheiro for aprovado por seu olfato apurado. Em regiões de temperaturas mais baixas, o Procyon lotor passa o inverno em tocas e buracos nas árvores. Apesar de dormirem profundamente, eles não chegam a hibernar e saem de seu esconderijo assim que o tempo esquenta um pouco. A gestação do guaxinim leva aproximadamente 60 dias e eles podem chegar a viver durante 20 anos.

Guaxinim em Casa

O guaxinim não é um animal de companhia. Ele não costuma manifestar os mesmos comportamentos dóceis que os gatos ou cachorros, por exemplo. Apesar de sua aparência simpática, o guaxinim também tem dentes e garras e, ao sentir-se ameaçado, não hesitará em usá-las para se defender. Portanto, se você estiver interessado em adquirir um guaxinim e trazê-lo para seu convívio doméstico, é preciso adotá-lo enquanto jovem e nunca depois que o animal já estiver adulto. O guaxinim em fase adulta tem maior dificuldade em se adaptar ao ambiente doméstico.

Para obter esse animal exótico, o melhor é recorrer a criadores especializados ou a refúgio de animais. Estes lugares resgatam e acolhem animais silvestres abandonados ou que se perderam ao migrarem do meio rural para o meio urbano e orientam os interessados em domesticar esses animais. Infelizmente, não é raro encontrar lojas de animais que comercializam os guaxinins sem as devidas autorizações dentro da legalidade. Assim, é preciso ficar atento às documentações que envolvem a adoção de animais silvestres.

Para você que mora em um apartamento, ter um guaxinim não é uma boa ideia. É preciso possuir uma casa com jardim amplo e um espaço exclusivo para o animal, como uma grande gaiola ou um cômodo só para ele.

Guaxinim em Casa
Guaxinim em Casa

Em ambiente natural, o guaxinim costuma lavar seus alimentos antes de comê-los. Por isso, o ideal é que o dono disponha de árvores e de um tanque ou fonte em que o animal possa lavar a sua comida. Nunca dê carne vermelha para o guaxinim pois, apesar de ele ser onívoro, o sistema digestivo do animal tem dificuldade em metabolizar a proteína da carne.

E quanto a higiene do guaxinim? O ideal é que os guaxinins tomem um ou dois banhos por ano, pois a lavagem excessiva pode causar perda das propriedades da gordura que cobre a pele do animal. O banho deverá ser longo com um xampu neutro e enxague abundante.

O guaxinim muda de pelo uma vez por ano. Por esse motivo, especialistas aconselham que, nesse período, o dono tenha especial cuidado ao escovar o pelo do animal para que ele não fique estressado. Para isso, é possível utilizar uma escova de cerdas metálicas com muito cuidado para não o machucar.

Comportamento

Guaxinim Filhote
Guaxinim Filhote

Como dito anteriormente, o ideal para quem quer domesticar um guaxinim é adotá-lo enquanto filhote. Trata-se de um animal inteligente, curioso e travesso, que vai querer explorar todos os cantos e móveis da sua casa. Dessa forma, nunca reprima o guaxinim com agressividade, pois ele pode sentir-se ameaçado e atacar o dono sem pensar duas vezes.

O mais aconselhado é procurar um profissional especializado para auxiliar no adestramento do animal e, aos poucos, moldar o seu comportamento selvagem. Vale lembrar também que os guaxinins emitem um odor muito forte como mecanismo de defesa.

Doenças Comuns

Cuidados com Guaxinim
Cuidados com Guaxinim

Antes de adotar um guaxinim, é fundamental ter conhecimento das principais doenças que os afetam e das maneiras de prevenir tais enfermidades:

  • Ao optar por ter um guaxinim em casa, é preciso ter cuidado especial com o parasita Baylisascaris procyonis, próprio da espécie. Esse parasita é um verme nematoide e tem o guaxinim como hospedeiro definitivo. A transmissão ocorre de forma semelhante a outras espécies de lombriga, por meio da via fecal-oral.
  • O assim como cachorros e gatos, o guaxinim também deve estar devidamente vacinado contra a raiva.
  • A obesidade também costuma ser outro problema frequente entre os guaxinins. O aconselhável é estar sempre atento a alimentação do animal e incentivá-lo a exercitar-se, sempre sob controle.

Para que o seu guaxinim tenha uma boa saúde, sobretudo livre de doenças, o melhor é procurar regularmente um especialista veterinário e manter um controle periódico. Lembre-se: antes de adquirir o seu Procyon lotor, converse com um profissional e avalie as suas condições financeiras e até mesmo psicológicas. Um guaxinim pode parecer dócil e amigável, mas possui seus prós e contras. Cuidar de um animal, seja ele qual for, é uma responsabilidade grande e que precisa ser muito bem pensada.

Fotos de Guaxinim 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *