Home / Informações / Espécies de Raposas: Nome Científico e Fotos

Espécies de Raposas: Nome Científico e Fotos

Classificação científica

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Ordem: Carnivora

Família: Canidae

Gênero: Vulpes, Alopex,

Otocyon, Urocyon

Fonte: Wikipedia

As raposas são animais inteligentes. Sua morfologia faz deles caçadores excelentes, rápidos e eficazes.

Raposas Características
Raposas Características

Raposas – Características Físicas

Fisicamente, todos os tipos de raposas são semelhantes aos cães, embora tenham tamanho inferior, mas são suas características comportamentais que os diferenciam.

Com sua pele marrom-avermelhada, cauda espessa e orelhas pontudas, as raposas são facilmente reconhecíveis. Em torno do tamanho de um cão de pequeno e médio porte, a espécie normalmente pesa entre 5 e 8kg e os machos apresentam cerca de 67 – 72cm e as fêmeas entre 62-67cm. A cauda mede cerca de 40cm.

Espécies de Raposas
Espécies de Raposas

Raposas – Dieta

As raposas são animais onívoros e, em tempos de fome, alimentam-se de cadáveres de outros animais mortos.

Raposas Verdadeiras – Os Vulpes

Existem 37 espécies de raposas, mas apenas 12 pertencem ao gênero “vulpes” ou “raposas verdadeiras”. Os mais conhecidos são: Raposa Vermelha, Raposa Ártica, Kit Fox, Fennec Fox e a Raposa Cinza. Eles podem ser distinguidos de outros membros da família canidae pelo seu tamanho menor e crânios mais planos. “Raposas verdadeiras” tem marcas triangulares negras entre os olhos e o nariz, além de terem uma ponta de cor diferente das caudas que o resto da pele.

As 12 espécies verdadeiras de Raposas

Abaixo listamos para você as 12 espécies de raposas verdadeiras existentes no mundo:

Raposa ártica 

Nome Científico: Vulpes lagopus

Características: A raposa ártica é conhecida por sua pele branca espetacular e imaculada. A cor de seu manto fica marrom durante os meses mais quentes, quando a neve derrete e a temperatura da terra aumenta. Estes animais são encontrados em todo o Pólo Norte, do Canadá à Sibéria. Eles são uma das poucas espécies que podem sobreviver a temperaturas tão baixas. Graças à sua pele espessa e cabelos muito grossos, seus corpos estão bem preparados para manter o calor do corpo.

Raposa-veloz 

Nome Científico: Vulpes velox

Características: A raposa veloz possui semelhanças com a raposa vermelha, especificamente em termos de sua pele marrom alaranjada. Seu corpo, no entanto, é mais leve e menor em tamanho. Eles são comumente encontrados em todas as pastagens da América do Norte, tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá. É um animal do deserto e amigo da planície. Sua estação de reprodução inclui meses de inverno e partes da primavera. É a raposa fêmea que defende seu território enquanto os machos só visitam esses territórios durante a época de acasalamento. Uma vez que os descendentes são independentes, o macho sairá.

Raposa de Fennec 

Nome Científico:  Vulpes zerda

Características: O fennec fox tem um rosto muito característico, com olhos muito pequenos e orelhas grandes exageradas. Essa anatomia é uma consequência do seu ambiente desértico. Suas orelhas grandes permitem uma maior liberação de calor interno, ajudando o corpo a esfriar para manter a temperatura corporal ideal. Sua pelagem é bege ou creme claro, auxiliando na camuflagem do ambiente.

Raposa de Rüppell 

Nome Científico:  Vulpes rueppellii

Características: Eles são encontrados em regiões desérticas do norte da África e da Península Arábica, desde o leste até o Paquistão, até o noroeste de Israel e da Jordânia. Habitam uma ampla gama de substratos, mas são mais comuns em áreas com substrato pedregoso ou seco e arenoso. Devido à competição com as raposas vermelhas, as raposas de Rueppell foram empurradas para habitats mais extremos que as raposas vermelhas não dominam.

Kit Raposa 

Nome Científico: Vulpes macrotis

Características: O kit fox parece um pouco diferente das outras espécies de raposa. Tem um corpo muito fino e esbelto, pêlo cinzento-avermelhado e orelhas grandes. É a menor espécie de raposa. As raposas Kit podem ser encontradas em áreas de planícies áridas dos estados do sudoeste e do México. Esta raposa é ao mesmo tempo noturna e diurna, portanto, tem uma maior variedade de escolha quando se trata de sua presa.

Raposa pálida 

Nome Científico:  Vulpes pallida

Características: Habita a região do Sahel na África. Devido ao afastamento do habitat desta espécie, muito pouco foi estudado sobre o seu comportamento. A raposa tem um pêlo pálido que se camufla bem na paisagem do deserto e orelhas grandes. Embora não se saiba muito sobre esta espécie, estima-se que a raposa pálida tenha uma população relativamente grande e estável.

Raposa de Blanford 

Nome Científico: Vulpes cana

Características: É uma pequena espécie do gênero Vulpes que vive em partes da Ásia Central e do Oriente Médio. Estas raposas são especialmente adaptadas para escalar rochas e pular para bordas. A raposa de Blanford é uma espécie onívora que se alimenta de frutas, safras e insetos. Esta espécie tem um status de conservação de “menor preocupação” e goza de proteção em alguns países onde é encontrada, mas sua pele é caçada em alguns outros lugares.

Raposa do Cabo 

Nome Científico: Vulpes chama

Características: É encontrada em países abertos da África Austral com populações significativas na África do Sul, Zimbabué e Botswana. A raposa tem uma cauda de ponta preta e um pêlo cinza prateado com laterais amarelas e partes ventrais. A raposa do Cabo noturna é uma espécie onívora que se alimenta de frutas, insetos, pequenos mamíferos e pássaros. Leões, hienas, gaviões e corujas são os predadores naturais desses animais.

Raposa de Corsac 

Nome Científico: Vulpes Corsac

Características: Vive nos desertos e estepes da Ásia Central, com algumas populações vivendo tão ao leste como o nordeste da China e a Mongólia. A raposa de tamanho médio tem pêlos amarelados a cinzentos com uma superfície ventral mais clara.Insetos, roedores, carniça e até partes de plantas constituem a dieta desses animais noturnos.

Raposa de areia tibetana 

Nome Científico: Vulpes ferrilata

Características: Encontra-se apenas no tibetano e no planalto de Ladakh e nas áreas circundantes. Estes animais vivem em pastagens áridas e semi-áridas na região em altitudes que variam entre 11.500 e 1700 pés. Roedores, lagartos, lebres, etc., são caçados por essas raposas.

Raposa Vermelha 

Nome Científico: Vulpes vulpes

Características: Sua espécie tem a maior variedade de todas as espécies na ordem Carnivora e ocorre em todo o Hemisfério Norte. A raposa se adapta muito rapidamente ao seu ambiente, uma característica que favorece sua sobrevivência em uma grande variedade de habitats. As raposas vermelhas nem sempre são vermelhas, mas também têm variantes de cores diferentes, incluindo melanistas e albinos. Pequenos roedores são sua presa principal, mas esses animais também se alimentam de répteis, invertebrados, aves e coelhos. Seus predadores naturais incluem outros membros maiores da família Canidae e grandes ou médios felinos encontrados em seu alcance. A raposa vermelha tem sido por muito tempo tratada pelos humanos como uma praga ou caçada por suas peles.

Raposa-de-bengala 

Nome Científico: Vulpes bengalensis

Características: É encontrada apenas no subcontinente indiano, onde é difundido desde o sopé do Himalaia até o sul da Índia. Crepuscular por natureza, as raposas de Bengala têm uma ampla base de presas e também se alimentam de partes de plantas. Roedores, pequenas aves, répteis e invertebrados constituem a dieta desta espécie. Embora a espécie esteja listada como “menor preocupação” na Lista Vermelha da IUCN, existem várias ameaças à sua sobrevivência, como a falta de proteção do habitat, caça, captura e doenças. Das 37 espécies de raposas identificadas no mundo, muitas entraram em extinção e estes números vão se atualizando ao longo do tempo. Hoje pode-se dizer que existem 23 espécies agrupadas nos gêneros Alopex, Cerdocyon, Dusicyon, Otocyon Pseudalopex, Urocyon e Vulpes. O gênero Vulpes é considerado como raposas verdadeiras por descenderem de um único ancestral comum, possuindo características biológicas e comportamentais muito parecidas, o que não ocorre nos demais gêneros de raposas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *