Home / Informações / Elefante Africano

Elefante Africano

O elefante africano se destaca entre os seu par por causa do seu tamanho. Junto ao elefante asiático são os únicos elefantes do mundo. Ambos pertencem à família Elephantidae. Os machos africanos medem cerca de 3 metros de altura e pesam de 5 mil a 6 mil kg, as fêmeas medem cerca de 2,5 metros de altura e pesam entre 500 kg a 3 mil. O seu corpo é mais curto e as patas mais largas, a tromba é mais delgada, a cabeça é lisa e a sua linha dorsal é arqueada.

Elefante Africano Características
Elefante Africano Características

Docilidade

Apesar de apresentar uma alta corpulência, não é um animal agressivo, porém já foram registados ataques a seres humanos, mas essa ação é usada como meio de defesa ao sentirem-se ameaçados.

Habitat

Os elefantes-africanos estão distribuídos pelo continente africano, sendo encontrados em áreas de florestas, campos, savanas e desertos. São animais que vivem em grupos, os quais são liderados pela fêmea mais velha. São ativos durante o dia e comunicam-se por sons de baixa frequência.

Elefante Africano Habitat
Elefante Africano Habitat

Muita água, por favor

O elefante Africano bebe muita, muita, muita água, em média ingere 600 litros por dia.

Tempo de vida

Os elefantes-africanos estão entre os animais mais longevos do planeta. Na vida selvagem, esse mamífero vive, em média, 56 anos. Infelizmente, em cativeiro, os elefantes vivem apenas 17 anos.

Elefante Africano Bebe Muita Água
Elefante Africano Bebe Muita Água

Presas

Na África há casos de elefantes com duplas ou triplas defesas. Essas defesas se conhecem como presas. Tanto os machos como as fêmeas possuem essas presas, que são a prolongação dos segundos sisos superiores. As presas crescem durante toda a vida do animal, portanto, os elefantes com mais idade terão presas muito longas. Além disso, as suas presas são usadas como “ferramenta” para colher o alimento e transportá-los, mas também como arma de defesa.

Coloração

A coloração do elefante africano pode variar em forma e cor segundo a zona de origem do animal, o que auxilia em sua identificação.

Elefante Africano Coloração
Elefante Africano Coloração

Situação de conservação

O elefante Africano é uma espécie em perigo de extinção segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (UICN). Também está registado na Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Silvestres Ameaçadas de Extinção (CITES). As principais ameaças que o rodeiam são: a caça furtiva e a redução dos seus habitats. As suas presas, peles e carne podem ser aproveitadas. Por estes motivos, o elefante de África encontra-se protegido em reservas seguras dos parques nacionais, onde vivem em liberdade e a salvo dos caçadores.

Elefante Africano em Extinção?
Elefante Africano em Extinção?

Tromba

Uma das características mais marcantes do elefante-africano é a presença da tromba. Essa estrutura, longa e flexível, pode pesar até 200 kg e ajuda o animal a sentir odores e segurar objetos. É também por meio da tromba que ele consegue pegar o alimento e levar água até a boca. Suas orelhas também impressionam, podendo alcançar até metade da altura do animal.

Alimentação

Esses animais são herbívoros e comem de 70 a 150 kg de comida diariamente. Seu alimento favorito são as acácias, plantas que se destacam pela presença de grandes espinhos. A digestão do alimento não é completa, o que significa que sementes das plantas consumidas podem passar por todo o trato digestivo sem serem destruídas. Isto contribui para a dispersão das sementes, que crescerão em meio às fezes do elefante altamente nutritiva para as plantas.

Reprodução

O acasalamento acontece quando a fêmea se torna receptiva, um evento que pode ocorrer a qualquer momento durante o ano. Quando ela estiver pronta, ela começa infrasons emitidos para atrair os machos, por vezes, a quilômetros de distância. Os machos adultos começam a chegar no rebanho durante os seguintes dias e começam a lutar, causando alguns ferimentos e presas até mesmo quebrados. A fêmea mostra sua aceitação do vencedor, esfregando seu corpo contra o dele. Eles se acasalam, em seguida, tanto o seu próprio caminho.

A maturidade sexual do elefante é atingida quando eles completam entre 8 e 12 anos de idade. A gestação do elefante, assim como as suas outras características, também impressiona, uma vez que a fêmea passa quase dois anos gerando seu filhote (22 meses). Quando nasce, um filhotinho de elefante já apresenta 115 kg e mede, em média, 100 cm de altura. Apesar de seu tamanho, o novo elefante é protegido por outras fêmeas do grupo.

Elefante Africano Filhote
Elefante Africano Filhote

Elefante asiático

O elefante asiático é menor que o africano e possui 4 subespécies. São elas:

Elefante-indiano: subespécie mais abundante.

Elefante-do-ceilão: subespécie de maior porte, chegando a ultrapassar 3 metros de altura.

Elefante-de-sumatra: nativo da ilha de Sumatra. Mede de 1,7 a 2,3 metros de altura.

Elefante-da-malásia: a menor subespécie, com pouco mais de 1,5 de altura.

Há uma quinta subespécie indicada como elefante-sírio, porém ele foi extinto por volta dos anos 100 a.C. O elefante-sírio seria o maior elefante-asiático, medindo até 3,5 metros de altura.

Elefante Asiático
Elefante Asiático

Pele grossa

Todos os elefantes-asiáticos têm a pele grossa e coloração cinzenta ou café. Eles podem pesar de 2.700 a 5.000 kg. As fêmeas são, em geral, menores do que os machos, e apenas os machos apresentam as características presas de marfim. Tá aí um modo muito fácil de identificar o sexo do animal!

Grupos familiares

Os elefantes-asiáticos se unem em grupos familiares que incluem mães, irmãs, filhas e machos jovens. Todos os membros seguem uma fêmea adulta denominada de matriarca. Normalmente são grupos de 30 elefantes. Eles se alimentam preferencialmente de ervas frescas e vivem em média 60 anos, na vida selvagem.

Elefante Africano Família
Elefante Africano Família

Animais de carga e circo

O elefante-asiático é um animal obediente, inteligente e dócil. Devido a isso, foram usados por milênios como animais de carga e circo pelos humanos e, também, em guerras. Essa docilidade é muito severa possibilitando os nativos selvagens serem domesticados facilmente.

Habitat

Hoje em dia, o elefante-asiático limita-se a zonas da Índia, Indochina e nas ilhas da Indonésia, está na lista dos animais ameaçados de extinção. Desde 1900, a sua população diminuiu em 97%, existem hoje cerca de 28.000 a 42.000 exemplares de elefantes asiáticos em estado selvagem. Essa imensa queda populacional claramente relacionasse a ações humanas como a caça ilegal e a perda do habitat natural. Seu único predador natural é o tigre, que na maioria das vezes ataca primeiramente os filhotes, mas a manada também sabe protegê-los. São raros os relatos de tigres caçando elefantes adultos.

Fotos de Elefantes Africanos 

E aí, gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos! Combinado? Saiba que todos os dias aqui no blog tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Caso você queira receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *