Home / Informações / Crocodilo do Nilo

Crocodilo do Nilo

O crocodilo do Nilo é uma espécie cuja distribuição se estende desde a bacia do Nilo às regiões a sul do deserto do Saara a Madagascar e ao arquipélago das Comores. Esta espécie é uma das maiores do mundo, apresenta uma grande ameaça para o Homem e no Antigo Egito era venerada como divindade. Confiram logo abaixo as suas características!

Carnívoro diferenciado

O crocodilo do Nilo é um animal carnívoro, apesar de sua boca longa e cheia de dentes curtos e afiados não ser própria para devorar pedaços de carne. Diante disso, ele carrega a vítima para dentro da água e espera até que a carne fique mais macia.

Crocodilo do Nilo
Crocodilo do Nilo

Reprodução

Os ovos da fêmea do crocodilo do Nilo são colocados em ninhos na areia e os filhotes demoram de 11 a 14 semanas para nascer. Os ovos e os filhotes são alvos fáceis de predadores, incluindo outros crocodilos maiores. Como é próprio da espécie, os crocodilos do Nilo fêmeas são mães muito zelosas construindo grandes ninhos perto da água nos quais põem os ovos. Vigiam os ninhos por dois a três meses até os filhotes saírem dos ovos e dispende cuidados para eles nos dois primeiros anos.

Na maior parte da sua vida, os crocodilos são seres solitários. Há um grande número de crocodilos encontrados junto a locais onde existem alimentos, mas sem formar grupos como manadas ou cardumes, que têm um sentido de pertencimento ao coletivo em relação a outras espécies. A temperatura do ninho varia de acordo com o sexo da cria, caso a temperatura do ninho se apresente entre os 31°C a 34°C os filhotes são machos. Se a temperatura está de 30°C ou menos os filhotes são fêmeas.

Crocodilo do Nilo Filhote
Crocodilo do Nilo Filhote

Descrição física

O crocodilo do nilo tem uma coloração bronze escura na parte superior, manchas pretas na parte de trás e na cauda e um branco sujo no ventre. Os flancos (dobras na região do abdome), que são verde amarelado na cor, têm manchas escuras dispostas em listras oblíquas. Uma variação da coloração em relação ao meio ambiente apresenta-se de acordo com o local que a espécie habita. Os seres que habitam rios de águas velozes tendem a ser de cor mais clara em relação aos que habitam os lagos ou pântanos, onde água é parada e com um maior número de algas que se prendem a pele do animal.

Assim como todos os crocodilos, o crocodilo do Nilo é um quadrúpede, com quatro curtas espalmadas pernas, uma longa e poderosa cauda e um par de mandíbulas destrutivas e poderosas. O seu couro grosso, com uma fileira de placas ósseas e escamas duras o protege de qualquer ataque, sendo os olhos o único ponto fraco. Geralmente vivem por muitos anos e seus dentes e patas crescem novamente se perdidos, além disso, eles conseguem passar longos períodos debaixo da água e esta capacidade aumenta com os anos.

Crocodilo do Nilo Físico
Crocodilo do Nilo Físico

Outra característica sofisticada é a sua capacidade de enxergar muito bem à noite. Neste período, as suas pupilas dilatam muito, o mesmo que acontece com os gatos. Isso os permitem enxergar muito bem no escuro. Também possuem membranas nictitantes para proteger os olhos e glândulas lacrimais, limpando os olhos com as lágrimas. As narinas, olhos e ouvidos estão situados na parte superior da cabeça, de modo que o resto do corpo pode ficar escondido debaixo de água. A coloração também ajuda a camuflá-lo. Os seres juvenis são cinzentos, amarelados ou marrons, com faixas transversais escuras na cauda e corpo. À medida que amadurecem, tornam-se mais escuros e as faixas cruzadas desaparecem especialmente aquelas sobre a parte superior do corpo.

Alimentação

O crocodilo do Nilo possui um comportamento de predação único, ao caçar ele pode fazê-lo dentro do seu habitat ou fora dele. Isso resulta, muitas vezes, em ataques imprevisíveis em qualquer outro animal até, mesmo que tenha dobro do seu tamanho. Entre suas várias técnicas de caça, usa a cauda para encurralar peixes ou para abater presas terrestres, atacam de emboscada animais grandes e, com as mandíbulas, arrastam-nos até a água ou até mesmo aprisionam-os sob as árvores ou pedras para afogá-los.

Crocodilo do Nilo Alimentação
Crocodilo do Nilo Alimentação

Estes são predadores natos, na água, são caçadores ágeis e rápidos, contando com os dois sensores de movimento na cabeça, perto dos olhos e usando a pressão da mordida para capturar qualquer presa distraída o suficiente para apresentar-se dentro ou perto da água. Fora da água, porém, o crocodilo do Nilo só pode contar com os seus membros curtos. Mesmo assim consegue até galopar em terra firme, para perseguir a presa. A maioria das caças em terra firme é feita à noite, na qual o crocodilo fica deitado, armando uma emboscada, perto de trilhas ou estradas, até 50 metros a partir da borda da água.

As presas terrestres são capturadas em ataques de emboscada, o crocodilo mantém-se escondido com o corpo quase que totalmente submerso e, em outras ocasiões, sua cabeça e costas tornam-se visíveis. O animal aproxima-se lentamente quase imperceptível usando a camuflagem, sendo confundido com um pedaço de madeira, ou ainda, se escondem em rios de águas barrentas, local preferido pelos crocodilos.

Crocodilo do Nilo Atacando Presa
Crocodilo do Nilo Atacando Presa

Os dentes de um crocodilo não são feitos para rasgar a carne, mas sim para segurar à presa, enquanto ele a arrasta para as profundezas do rio, afogando-a. A imensa força da mordida, superior a 1 tonelada em grandes adultos, assegura que a presa não escapará quando pega. O resto depende de energia do corpo do crocodilo e peso para puxar a presa de volta para a água onde ela é ou se afoga até a morte. Por terem dificuldade em retirar pedaços das presas, os crocodilos executam o “rolo da morte”, na qual mordem a presa e rolam o corpo usando seu próprio peso para despedaçar e arrancar a carne das vítimas.

Os filhotes geralmente se alimentam de presas menores, preferindo pequenos peixes, sapos, insetos e pequenos invertebrados aquáticos antes de predar peixes maiores, anfíbios e pequenos répteis. Os quase adultos possuem uma maior variedade de presas com adições, tais como aves, tartarugas, cobras, lagartos e mamíferos de pequeno e médio porte, tais como vários macacos, roedores, mangustos, lebres, pangolins, porco espinhos e morcegos. As aves também entram no cardápio do crocodilo, tais como cegonhas, pequenas aves pernaltas, aves aquáticas, águias pescadoras e até mesmo pequenas aves voadoras velozes também são apanhadas. Ao longo de suas vidas, os crocodilos podem se alimentar de peixes e outros pequenos vertebrados na ocasião, quando grande comida é ausente, como uma dieta de lado.

Crocodilo do Nilo Caçando Peixe
Crocodilo do Nilo Caçando Peixe

Preservação na natureza

O crocodilo do Nilo se mantém preservado na natureza por alguns fatores, um deles é sua capacidade de comunicação com os seus pares. Ele executa um tipo de comunicação que intimida seres como leões, elefantes, hipopótamos. Porém, os seres humanos não conseguem ouvir esses sons, estes são subsônicos ou “infra-som”. Outro fator está ligado ao seu sangue, mesmo lutando muito e ferindo-se, este animal não desenvolve infecções. Alguns pesquisadores apontam que o seu sangue tem um antibiótico natural que mata as bactérias e outros microrganismos.

Documentário da National Geographic: Crocodilo do Nilo

Fotos do Crocodilo do Nilo 

E aí, gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos! Combinado? Saiba que todos os dias aqui no blog tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Caso você queira receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *