Home / Informações / Características do Mico Leão Dourado

Características do Mico Leão Dourado

Origem

O mico leão dourado pertence ao gênero Leontopithecus, grupo monofilético da família Callitrichidae que têm as mãos terminadas em garras e não em unhas. Esse nome lhe foi dado porque seu pelo é completamente dourado. Foi descrito por Carl Linnaeus, em 1766. O gênero Leontopithecus foi proposto por Hershkovitz em 1977 como monotípico, sendo Leontopithecus rosalia a única espécie: o mico leão dourado era uma subespécie (L. r. rosalia), junto com o mico leão preto (L. r. chrysopigus) e o mico leão de cara dourada (L. r. chrysomelas).

Mico Leão Dourado
Mico Leão Dourado

Evidências genéticas apontam para um período muito recente de diversificação dos micos-leões, a partir de refúgios de floresta no Pleistoceno. O mico leão preto é uma das espécies que mais se assemelha ao mico leão dourado, provavelmente ocorreu o compartilhamento um ancestral que possuía pelagem escura. Não foi encontrado nenhum fóssil da linhagem do mico leão dourado. Normalmente tem bigodes e tufos de pelos que variam de acordo com a família à qual pertence.

Identificação

O mico leão dourado possui uma pelagem dourada com uma longa juba da mesma cor. O seu pelo é sedoso e brilhante. Os machos e as fêmeas são semelhantes. A cauda e as patas anteriores podem ter pelagem castanha ou negra. Usam as unhas em forma de garra para a obtenção de alimento. Possui 40 cm de cauda e 20 a 24 cm de comprimento.

Características do Mico Leão Dourado
Características do Mico Leão Dourado

Hábitos

É uma espécie que vive em pequenos grupos familiares em que há apenas um par reprodutor, sendo este o casal dominante. Tem preferência pela copa das árvores entre os 3 a 10 metros de altura e dorme em grupo numa cavidade natural de um tronco. Usa uma grande diversidade de vocalizações para comunicar. As suas atividades são diurnas e a sua dieta omnívora.

Mico Leão Dourado Hábitos
Mico Leão Dourado Hábitos

Reprodução

Essa espécie é vivípara, a gestação dura em média 4 meses, nasce 2 crias que alcançam a maturidade sexual entre os 18 a 24 anos. Acontece algo muito interessante durante a reprodução, a fêmea dominante inibe a atividade reprodutora das fêmeas subordinadas. Existe cooperação de todos os elementos do grupo nos cuidados com as crias, sendo o transporte dos juvenis, tarefa habitual do macho. Cada cria é amamentada durante 3 meses. O filhote fica sob os cuidados da mãe menos de uma semana. É o pai que cuida dele, que o carrega e limpa. Mesmo quando está sendo amamentado pela mãe, o pai não pode sair de perto.

Mico Leão Filhotes
Mico Leão Filhotes

Distribuição geográfica e habitat

O mico leão vive nas florestas costeiras do sudoeste do Brasil, como na mata Atlântica da baixada costeira do estado do Rio de Janeiro, nos municípios de Silva Jardim, Rio Bonito, Casimiro de Abreu, Rio das Ostras, Cabo Frio, Armação dos Búzios e Saquarema.

Alimentação

Os micos costumam se deslocar saltando de árvore em árvore em busca de alimento, que podem ser frutas, insetos, ovos e até pequenos pássaros. Fazem muito barulho, são tagarelas. E, depois de tanta farra e de comida, descansam e dormem em ocos de árvores e entre cipós.

Temperatura corporal

Possui uma taxa metabólica menor do que esperado para um animal de seu tamanho, mas ainda é maior que muitos primatas noturnos com hábitos alimentares semelhantes. A temperatura corporal varia de forma significativa entre 39 °C de dia, e 37,4 °C à noite. Existe órgão vomeronasaol (órgão olfatorial), que em indivíduos subadultos é tão desenvolvido quanto em Strepsirrhini. No adulto, o epitélio sensorial desse órgão é entremeado por porções não sensoriais, contrastando com o órgão vomeronasal de Callithrix jacchus e se assemelhando ao de Saguinus geoffrovi.

Mico Leão Dourado Características
Mico Leão Dourado Características

Descrição física

Possui mãos e dedos muito longos, com unhas que lembram garras que são usadas para procurar pequenos vertebrados e artrópodes em orifícios e fendas estreitas, como os espaços entre as folhas de bromélias: o dedo do meio é longo a ponto de ser quase duas vezes mais comprido que a palma da mão. Essa característica nas mãos permite que o mico-leão-dourado agarre-se nos ramos das árvores, apresentando uma locomoção completamente quadrúpede enquanto se movimenta na vegetação. Entretanto, isso é observado mais em cativeiro, ao passo que em estado selvagem, o mico-leão-dourado acaba sendo mais um escalador, se movimentando em ambientes verticalizados. Ademais, os quatro membros possuem mais ou menos o mesmo comprimento, o que é diferente dos outros calitriquíneos, o tornando também, menos saltador e mais escalador em sua locomoção. Não possui dimorfismo sexual, apesar dos machos tenderem a ser maiores. Em cativeiro foi constatado que podem viver até 14,2 anos.

Mico Leão Dourado nas Árvores
Mico Leão Dourado nas Árvores

A glande do pênis é em formato esférico e existem papilas cobrindo o corpo do pênis. Os testículos podem estar dentro do escroto (que não é pigmentado e pode ter até 18 mm de diâmetro), ou em posição inguinal, e parece haver um controle voluntário dessas posições. O báculo é um dos mais especializados entre os calitriquíneos e tem até 3 mm de comprimento por 0,9 mm de largura. A vulva é pouco proeminente e não pigmentada, e os grandes lábios não são tão diferenciados como em outros membros da subfamília. O clitóris compartilha características como de outros primatas, sendo atravessado por um sulco ventro-medial, sensivelmente destacado e séssil, com uma glande dividida ao meio. Como em outros membros da subfamília Callitrichinae, o clitóris é pequeno se comparado com outros primatas sul-americanos, como os cebíneos e atelídeos. As glândulas mamárias são duas e encontram-se no peito, em posição axial, perto da linha média do corpo.

Conservação

É uma espécie que corre grave risco de extinção, listada como espécie em perigo tanto pela IUCN. Ocorre quase que exclusivamente na Reserva Biológica Poço das Antas, na Reserva Biológica União e em fragmentos florestais nos arredores, na bacia do rio São João, no estado do Rio de Janeiro. Existem cerca de 3 200 indivíduos em liberdade, graças a inúmeros esforços na conservação e reprodução da espécie. As populações em cativeiro são relativamente numerosas e estáveis. O mico leão dourado é uma espécie bandeira na conservação da Mata Atlântica brasileira.

Fotos do Mico Leão Dourado 

E aí, gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos! Combinado? Saiba que todos os dias aqui no blog tem conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Caso você queira receber artigos exclusivos no seu e-mail como este post, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *