Home / Informações / Búteo-de-Cauda-Vermelha

Búteo-de-Cauda-Vermelha

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Aves

Ordem: Accipitriformes

Família: Accipitridae

Gênero: Buteo

Espécie: Buteo jamaicensis

O búteo-de-cauda-vermelha é uma ave de rapina que ocorre em quase todos os habitats das Américas do Norte e Central: florestas mistas e de campo, desertos, pradarias, montanhas, zonas costeiras e pantanosas, bosques de coníferas e florestas tropicais úmidas.

Hoje você vai descobrir um pouco mais sobre essa espécie e conferir algumas curiosidades. Vem com a gente!

Características

Como é o caso de muitas aves de rapina, o búteo-de-cauda-vermelha exibe dimorfismo sexual em tamanho, já que as fêmeas são até 25% maiores que os machos.

Os machos podem medir de 45 a 60 centímetros de comprimento, enquanto as fêmeas medem entre 48 e 65 centímetros. A envergadura das asas varia de 105 a 141 centímetros, embora há fêmeas que chegam a atingir 147 centímetros.

Os machos podem pesar de 690 gramas a 1,3 kg. Já as fêmeas pesam de 800 gramas a 1,7 kg. Os búteos-de-cauda-vermelha tendem a ser mais pesados ​​no inverno do que durante a migração ou especialmente durante a temporada de reprodução no verão.

A plumagem dos búteos-de-cauda-vermelha pode ser variável, dependendo da subespécie e da região. No geral, o  ventre é esbranquiçado com uma faixa marrom-escura em toda a barriga; o dorso é marrom mais escuro com penas escapulares mais pálidas; a garganta pode apresentar variavelmente um “colar” marrom mais claro; a cauda, obviamente, apresenta coloração vermelho-ferrugem por cima e amarelo-claro por baixo com uma faixa subterminal preta de tamanho variável.

A Graciosa Ave Búteo-de-Cauda-Vermelha
A Graciosa Ave Búteo-de-Cauda-Vermelha

O bico é relativamente curto e escuro, em forma de gancho, característico de aves de rapina. A cabeça pode às vezes parecer pequena em relação ao volume do corpo. As pernas e os pés do búteo-de-cauda-vermelha são todos amarelos.

Os indivíduos mais jovens podem ser prontamente identificados de perto por suas íris amareladas. Como a ave atinge a plena maturidade a partir dos 3 ou 4 anos, a íris escurece lentamente em um tom marrom-avermelhado, que é a cor dos olhos de adultos.

Alimentação

O búteo-de-cauda-vermelha é carnívoro e altamente oportunista: qualquer animal pequeno que eles encontram pode ser visto como alimento em potencial. Suas presas mais comuns são pequenos mamíferos, como roedores; mas também consomem pássaros, répteis, peixes, anfíbios e pequenos invertebrados. As presas variam de acordo com a disponibilidade regional e sazonal.

No total, quase 500 espécies de presas foram registradas na dieta do búteo-de-cauda-vermelha. Os mamíferos compõem 65,3% da dieta; 20,9% são aves, 10,8% são répteis, 2,8% são invertebrados e 0,2% são anfíbios e peixes.

Os búteos-de-cauda-vermelha geralmente caçam observando a atividade das presas a partir de um poleiro alto. Ao ser avistada, a presa é derrubada pela ave. Quanto maior a altura em que estão, mais rápido será o mergulho no ar.

Reprodução

O macho e a fêmea constroem o ninho em uma árvore grande, de 4 a 21 metros de altura, ou em penhascos de até 35 metros. O ninho geralmente tem de 71 a 97 centímetros de diâmetro e é construído de galhos e forrado com folhas secas.

Durante a cópula, a fêmea inclina-se para frente, permitindo que o macho caia com os pés alojados nos suas costas. O macho se move como a cauda para o lado e torce a sua cloaca em torno da cloaca da fêmea. O ritual de acasalamento dura de 5 a 10 segundos, podendo ocorrer várias vezes por dia.

A fêmea bota dois ou três ovos brancos com manchas acastanhadas. Cada ovo mede aproximadamente 56 X 45 milímetros e pesam entre 50 e 60 gramas. O período de incubação dura de 28 a 35 dias.

Búteo-de-Cauda-Vermelha Cuidando dos Filhotes
Búteo-de-Cauda-Vermelha Cuidando dos Filhotes

Os jovens tornam-se independentes dos pais a partir dos quatro meses de idade. A maturidade sexual é atingida no terceiro ano de vida.

A proporção de jovens que sobrevive ao seu primeiro ano após deixar o ninho é de aproximadamente 49%. Dentre estes, cerca de 68% sobrevive ao segundo ano. Dos que sobreviveram ao segundo ano, cerca de 71 % sobrevive ao terceiro ano. A expectativa de vida do búteo-de-cauda-vermelha é de 25 anos na natureza e 30 em cativeiro.

6 curiosidades sobre o Búteo-de-Cauda-Vermelha

1 – O chamado dos búteos-de-cauda-vermelha é feito em intervalos de dois a três segundos e consiste em gritos roucos e ásperos, variavelmente transcrito como kree-eee-ar, tsee-eeee-arrr ou sheeeeee.

2 – Os búteos-de-cauda-vermelha são considerados migrantes parciais.

3 – Em áreas costeiras do norte, como do Pacífico noroeste até o sul do Alasca e na Nova Escócia, os búteos-de-cauda-vermelha geralmente não migram.

4 – Os búteos-de-cauda-vermelha são considerados sagrados para muitos indígenas americanos. Suas penas são usadas em cerimônias religiosas e fantasia de tribos nativas.

5 – Há pelo menos 14 subespécies reconhecidas de Buteo jamaicensis.

6 – Houve uma época em que o gavião-de-rabo-branco (Buteo ventralis), distribuído na Patagônia e em outras áreas do sul da América do Sul, era considerado parte da espécie de búteo-de-cauda-vermelha.

Gavião-de-Rabo-Branco Voando
Gavião-de-Rabo-Branco Voando

Gostou desse artigo? Saiba que todos os dias aqui no blog você encontrará conteúdo atualizado sobre o mundo animal. Mas antes de voltar aqui (e chamar os seus amigos para aproveitar o conteúdo, não é mesmo?) dê sua opinião, sugestão ou exponha alguma dúvida logo abaixo, nós com certeza leremos todos os comentários e responderemos. Além disso, você pode receber artigos exclusivos no seu e-mail, é só se inscrever em um campo que fica à sua direita na tela.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *