Home / Curiosidades / Tudo Sobre Coelhos

Tudo Sobre Coelhos

Se você não tem um coelho mas não consegue resistir ao charme destes animais que tal conhecer um pouco mais e quem sabe adotar um orelhudo?

Como sabemos a procriação de coelhos é extremamente farta e desta forma adotar um pode ser mais fácil do que você imagina. Mas antes disso, vamos conversar um pouco sobre esses simpáticos bichanos. Símbolo de uma das épocas mais queridas do ano, a Páscoa, os coelhos são da família Leporidae, dentre eles, os Oryctolagus Cuniculus, também conhecidos como coelhos europeus.  Por nós leigos da biologia mas amantes desses pets, são a espécie de coelhos mais comum, sendo domesticados para que convivam bem em nossa casa.

E você pensa que estes orelhudos são todos iguais? Pois é aí que você se engana, existem inúmeras raças em uma mesma espécie e normalmente os que as diferenciam fisicamente são os seus pelos, alguns com pelos mais longos outros mais curtos, tudo isso dentro de apenas uma espécie com inúmeras raças. Todavia embora possam ser diferentes fisicamente, mesmo que de maneira sutil, a personalidade deste bichinhos se assemelha bastante.

Podemos até mesmo fazer uma comparação destes animais com outro também muito querido por nós, os  gatinhos. Animais totalmente independentes, que inclusive se auto higienizam, sim, você não precisará dar banho em seu orelhudinho (tão como não precisa tão regularmente dar banho em seu gatinho) sendo, desta forma, ideal para quem tem pouco espaço e/ ou pouco tempo para de mais cuidados. Mas nem por isso pense que ter um coelhinho não demanda trabalho porque demanda, mas não se preocupe explicaremos tudo para você neste post.

Características

Mamíferos lagomorfos (pequenos animais herbívoros) seus dentes incisivos, assim como suas unhas, não deixam de crescer e por isso vivem roendo, mas não são roedores. Os coelhos precisam desgastar seus dentes para que não cresçam demasiadamente.

Os coelhos possuem quatro dentes superiores e dois inferiores, portanto não são roedores. Os roedores possuem apenas dois dentes superiores e dois inferiores. Os coelhos são herbívoros, sua alimentação ideal é composta por frutas, legumes e fibras, tão como a grama e/ou feno, também podem comer ração específica que possui as proteínas necessárias para seu pleno desenvolvimento.

E por falar em alimentação, uma característica curiosa é que estes animais podem comer suas próprias fezes vez ou outra, mas não se assuste, isso é normal, uma vez que as fezes deste animal contém uma substância chamada cecotrofos que é muito saudável para estes bichinhos.

Adote um Coelho

Adotar é sempre a melhor opção para quem deseja ter um novo bichinho. Com as redes sociais e a facilidade de acesso, encontramos facilmente páginas destinadas somente doação desses animais por parte de tutores, ou protetores, auxiliando quem não conhece diretamente alguém que esteja doando.
Evite a compra de animais, você pode estar alimentando um terrível comércio de exploração.

Cuidados Especiais Que Você Deve Ter

Não basta adotar, a adoção deve ser responsável. Primeiramente o coelho precisará de um espaço que sinta bem estar, para isso os cercados são bem mais espaçosos e confortáveis que as gaiolas, mas ele não poderá viver só no cercado.

Apesar de serem animais independentes precisam se exercitar, ter vida social, atenção e cuidado, para isso o ideal é ser solto por um período suficiente do dia para se sentir livre, lembrando sempre da segurança deste animais. Por isso mantenha portas, escadas, degraus, buracos, tomadas, fios, etc. longe do seu acesso. Ainda sobre a liberdade, coelhos não gostam de se sentirem presos, podendo até morder quando se sentem ameaçados. Tutores que tenham filhos pequenos devem ficar sempre de olho, visto que os coelhos não são indicados para conviverem com crianças. São animais extremamente sensíveis e demandam cuidados e atenção especial.

Uma curiosidade em relação aos cuidados e a segurança que todo tutor deve proporcionar ao seu coelho é que quando se sentem bem, estes animais se assemelham ainda mais aos gatos. Assim como os bichanos mais uma vez, os coelhos ronronam quando recebem afago e gostam do carinho de seu tutor. Todavia, apesar de serem extremamente fofos, peludinhos e nos dar vontade acaricia-los o tempo todo, vale lembrar que tudo tem limite e os coelhos não aceitam ser sufocados, lembre-se sempre de respeitar os limites de seu animal.

Ainda sobre o cercado onde seu animalzinho ficará, é necessário uma caixa de areia para que ele possa fazer suas necessidades. Essa caixa deverá ser higienizada de tempo em tempo. Ainda neste cercado lembre-se de manter sempre limpo um pote de água fresca, bem como um pote com sua comida e uma caminha apropriada e confortável para que ele descanse.

Um produto muito interessante devido a sua praticidade (pode ser usado tanto na caixa de areia, quanto na cama e na alimentação) é o feno. Você pode comprá-lo para o seu coelho em qualquer boa casa de ração e o preço é extremamente acessível.

Ainda sobre os cuidados com seu animal é imprescindível ficar atento para saber se o bichinho se adaptou bem a casinha.

Se você já tem outros animais como gatos ou cachorros, é melhor repensar uma possível adoção. Por serem fisicamente parecidos com as lebres, alguns amantes mais leigos acabam associando estes dois animais, entretanto, as lebres não teriam tanta dificuldade em fugir de um cachorro ou gato que poderia estar perseguindo-a para atacar, já o coelho sim, por serem animais muito sensíveis a sustos e não conseguirem atingir uma boa velocidade para fugirem da situação, podem até mesmo chegar a falecer devido a uma parada cardíaca por tamanho esforço emocional e físico.

Responsabilidade

Lembrando que coelhos têm sua ninhada grande, se não for o que deseja, não adote dois coelhos de sexos opostos. Se só preferir adotar uma companhia para que ele não se sinta sozinho e entediado quando você não estiver em casa, adote um do mesmo sexo, para que cresçam juntos, também podendo virar amigos quando adultos.

Importante: pense duas vezes antes de adotar qualquer animal. Animais são uma responsabilidade que assumimos e os coelhos apesar de independentes demandam de nossa atenção e afeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *