Home / Curiosidades / Tipos De Morcegos E Espécies Representativas

Tipos De Morcegos E Espécies Representativas

É engraçado quando paramos para pensar em um animal que de certa forma não nos é muito familiar e descobrimos que usamos o seu nome de maneira totalmente genérica para nos referir a uma classe que congrega em si inúmeras espécies ou subespécies.

Um claro exemplo disso sem dúvida é o caso dos ratos, ratos são como chamamos pequenos roedores que vez ou outra resolvem visitar a nossa casa. Mas por incrível que pareça e para desconhecimento de muitos, os ratos possuem espécies, assim como os gatos e os cachorros. Mas popularmente visto em residências temos o rato do telhado, que como o seu nome sugere gosta de ambientes literalmente altos em nossa casa. Os camundongos que habitualmente conseguem passar despercebidos e habitam nossas gavetas e nossos armários e as mais perceptíveis ratazanas que costumam viver em tubulações de esgoto e apenas aparecem em nossas casas quando há um período contínuo de chuvas e a água sobe demasiadamente.

Mas bom, voltemos ao assunto principal deste texto, os morcegos. Você sabia que assim como os ratos, gatos e cachorros os morcegos possuem espécies ou tipos diferentes? E é sobre elas que falaremos logo a seguir.

Morcegos E As Superstições Que Circundam Estes Animais

Muitas pessoas acreditam que apenas pelos hábitos noturnos que supostamente todos apresentam são animal que podem fazer-nos mal e que não devem ter contato direto com humanos. Isso porque os morcegos, por conta de lendas urbanas são considerados animais que podem sugar o sangue humano através de mordidas no pescoço, o que pode ser letal, de acordo com estas mesmas lendas. Ou ainda pior, a depender do ponto de vista, se tornar um morcego vampiro.

Vampiro e Morcegos
Vampiro e Morcegos

Mas veja existem cerca de um mil e duzentos tipos de espécies diferentes com suas particularidades e hábitos completamente diferentes. Para se ter uma ideia, destas espécies em números absolutos existe cerca de 178 espécies em todo o território nacional e mais três espécies chamadas de hematófagos, que são morcegos que fazem a ingestão de sangue.

Quando partirmos do princípio de que existem cerca de quase 180 espécies em nosso país e apenas três delas se alimentam de sangue vemos o quanto não devemos ver com maus olhos estes animais e nem mesmo generalizar que fazem mal diretamente a saúde pública. Desta forma, os morcegos podem ser uma ótima opção de animal para que você conheça um pouco mais a fundo.

Morcegos Vampiros E A Crença De Ataque A Humanos

Os morcegos que fazem consumo de sangue, como relatado acima são costumeiramente chamamos de morcegos vampiros e são um total de três espécies que são atualmente encontradas no Brasil. São elas, o morcego vampiro de pernas peludas (Duplhylla ecaudata), o morcego vermelho de asas brancas (com o nome científico de Diaemus youngi) e o morcego vampiro comum (Dismodus rotundus).

Embora se alimente de sangue, estes animais escolhem sangue de aves, cavalos, gados e porcos. Ou seja, animais que vivem em áreas abertas e “livres” por assim dizer.

O caso de ataque humano desse vampiros dificilmente acontece, mas já ouve relatos principalmente em áreas rurais.

Dismodus Rotundus
Dismodus Rotundus

Vale aqui um adendo que os morcegos são mamíferos e que dentro deste grupo de animais existem ordens. A Chiroptera, que falaremos logo abaixo, dentro desta Chiroptera temos os morcegos hematófagos que são os morcegos que se alimentam diretamente de sangue. Mas novamente, os ataques a humanos são raros de acontecer e os poucos registros feitos dizem respeito a ataques em zonas rurais.

Vale uma outra ressalva aqui que embora morcegos vampiros ou mesmo os outros que não se alimentam diretamente de sangue não deve ser caçados e mortos, isso porque como comentamos anteriormente não são diretamente ameaças para nós humanos e outra, todo e qualquer animal excepcionalmente os silvestres nesse caso são animais protegidos por lei.

Os Morcegos E A Suspeita De Raiva

Os morcegos habitualmente são mal vistos por conta da fama que estes animais tem de transmitir a raiva, mas vale dizer aqui que os morcegos não são os únicos animais responsáveis de transmitir essa doença a nós seres humanos. Isso porque qualquer animal mamífero infectado com direto contato humano pode transmiti – lá e isso inclui desde os nossos cachorro ao nossos gatos.

Os Tipos De Morcegos

Existem dois grupos dentro desse Chiroptera, são eles os microchiroptera (que como o início do nome sugere são os menores morcegos existentes) e os megachiroptera (os maiores existentes, um destes animais, presente neste grupo pode chegar à marca de até dois metros de envergadura, mas não precisa se preocupar, esse morcego é frugívoro, ou seja, sangue não está em seu leque alimentar.

Bom, agora que você já sabe um pouco sobre os morcegos, vamos apresentar a vocês algumas espécies específicas encontradas ao redor do mundo

Morcego comum: E por falar em microchiroptera o morcego comum faz parte deste grupo, sendo um dos menores morcegos, com apenas seis centímetros de comprimento e até vinte e cinco de envergadura. As cores costumam variar entre marrom e tons de cinza que podem chegar ao preto. São visualmente animais fofos que vivem em grandes bandos. Tem o hábito de hibernarem do outono a primavera e mesmo em períodos de hibernação permanece em bandos.

Morcego Comum
Morcego Comum

Morcego raposa: Esse, ao contrário do anterior é um dos maiores tipos de morcegos existente, mas não se preocupe, ele não se alimenta de sangue, pelo contrário, a sua alimentação é totalmente voltada para a ingestão de frutas e néctar de flores. Sendo desta forma importantes no processo de polinização.

Morcego Raposa
Morcego Raposa

São mais habitualmente encontrados na Oceania, nas Filipinas e no Bornéu.

Esse tipo de morcego ainda não se encontra em ameaça de extinção, contudo, foi notável uma diminuição considerável em sua população nos últimos tempos o que vem sendo monitorado de perto pelo órgãos públicos responsáveis e por organizações de proteção animal.

Morcego Vampiro: Como Vivem e Como se alimentam?

Estes animais se espalharam por regiões do continente americano. Podendo de esta forma ser visto em regiões do México, do Brasil, da Argentina e concomitantemente do Chile.

Estes animais, como colocado no início do texto fazem o consumo de sangue, não necessariamente humano como comentamos, mas faz e para isso ele se utiliza de alguns privilégios naturais.

Estes morcegos são capazes de enxergar por infravermelho. Ou seja, eles conseguem ver a luz de animais que possuem sangue e são capazes igualmente de calcular o melhor momento para um sorrateiro ataque por meio da respiração lenta de animais adormecidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *